Oi gente!

Me desculpem a demora. O aniversário acabou mais tarde do que pensei e ainda tinha que revisar o capítulo. XD

Antes que eu me esqueça, vou deixar um recadinho. O Jhuny também está postando LtS no wattpad dele. O link é este AQUI. Àqueles que preferem ler por lá, façam uma visitinha e deixem seus comentários. (。•̀ᴗ-)✧

Agora deixa eu ir que tô caindo de sono (ainda).

Beijos~          
Lena.
________________________________________________________




Chapter IV

Tradução: Jhuny

A temperatura ainda não havia caído à medida que o lichiu1 passou, e o tempo de sofrimento trimestral de Chin Ching retornou.
[1. Inicio de agosto. O 13° termo solar que significa o início do outono no leste asiático.]
Sua condição cardíaca inata não o impedia de funcionar normalmente, meramente limitando-o a formas mais fracas de artes marciais e a um nível mínimo de neikung. No entanto, quatro vezes por ano, na virada das estações, era como se dois mestres estivessem lutando até a morte no coração de Chin Ching, sem se importarem se o órgão mortal de Chin-taifu pudesse suportar tal duelo.
Como diz o ditado, um curandeiro não pode curar a si mesmo. O shifu de Chin Ching2 tinha alguma experiência em medicina, e Chin Ching se destacou ainda mais no campo. Mas nenhum deles pôde fazer nada sobre essa estranha doença. As ervas analgésicas eram ineficazes e, além disso, a dor tirava Chin Ching de seu sono, mesmo quando seus pontos de suspensão3 estavam fechados com agulhas de prata.
[2. Título usado para o professor de alguém (lembram do mestre Shifu de Kung Fu Panda?); 3. Pontos de acupuntura que induzem o sono.]
Chin Ching esteve seguindo o seu shifu, visitando todos os cantos misteriosos e desconhecidos da terra, até quatro anos atrás, quando eles encontraram uma certa fonte termal medicinal escondida nas montanhas. Durante essas mudanças de estação, quando seu coração começava a doer, ele entrava na piscina natural e a dor ficava mais suportável. [Lena: Ain tadinho. ó.ò]
Chin Ching ainda se lembrava da conversa com o seu shifu há quatro anos atrás, enquanto ele mergulhava na piscina, inconsciente da noite ou do dia.
“Se me perguntar, você não deveria ter encontrado esse incrível tesouro para mim. Antes, eu tinha que sofrer quatro vezes por anos, então viver não significava nada para mim. Uma morte mais rápida significava uma reencarnação mais rápida. Mas agora você encontrou esse lugar, eu poderia simplesmente começar a apreciar minha vida e temer a morte”.
“Essas palavras são verdadeiras?”
“Quais? Apreciar a vida e temer a morte? Certamente.”
“Nay, as anteriores. Você disse que não havia nada de bom em continuar vivo.”
“...”
“Hengsu, não minta para si mesmo”.
“...”
“Desejo o seu total consentimento. Caso contrário, não vou forçá-lo”.
“Essas palavras são verdadeiras?”
“...”
“Isso é o que você chama de ‘a maçã não cai longe da árvore’. Shifu, não minta para si mesmo”.
Um grande trovão soou no horizonte e, imediatamente, a chuva começou a cair muito forte. De molho na fonte termal, Chin Ching ficou com os olhos fechados enquanto descansava a cabeça em uma das mãos. De repente, a chuva fria parou de cair sobre sua cabeça. Ele abriu os olhos para encontrar seu shifu em uma de suas esperadas visitas trimestrais. O homem estava junto à piscina com um guarda-chuva, vestido de preto, a mesma antiga figura etérea.
“Fui muito imprudente, Shifu. Acabei perdendo o guarda-chuva que você havia pintado para mim da última vez”.
“Não se preocupe. Eu posso pintar outro para você”.
“Você poderia pintar um leque dessa vez?”.
“O tempo está esfriando. Você não será um constrangimento balançando por aí um leque durante o inverno”.
“Hah”.
“...Hengsu, há dois meses, um intruso entrou no Shaolin4 Treasure Pagoda”.
[4. Uma seita ficcional baseada no verdadeiro Mosteiro de Shaolin]
“Mhm.”
“O abade fez os preparativos. Todos os qualificados de Wutang5, Songshan6, O-mei7 e Ching-Cheng8 reuniram-se na pagoda e criaram poderosas formações”.
[5. Uma seita de ficção baseada no verdadeiro Mosteiro de Wudang; 6. Uma seita de ficção baseada no Mt. Songshan como o Shaolin, mas em picos diferentes; 7. Uma seita de ficção baseada no verdadeiro Mosteiro de Emei; 8. Uma seita de ficção baseada no verdadeiro Mosteiro de Qingcheng.]
“E os resultados?”
“Muito perto de uma vitória”.
“Entendo”.
“Huisheng-tashi9 canalizou todo o seu poder em um golpe final, mas nem mesmo isso pôde acabar com a vida do intruso”.
[9. Um título para um monge de alto escalão.]
“O que houve com o tashi?”
“Foi de encontro ao seu criador”.
“...”
“Hengsu... a identidade do intruso...”
“Eu tenho uma ideia...”
“... A um mês atrás, chegaram notícias de que o hufa da Seita Hsing voltou são e salvo”.
“Eu sei. Fui eu quem o salvou”.
Chin Ching testemunhou uma rara demonstração falta de palavras de seu shifu e riu em voz alta.
“Como é que você não previu isso dessa vez, shifu? Eu pensei que suas adivinhações já haviam alcançado um nível sobrenatural”.
“... Que seja assim. Tudo está predestinado. O desejo Divino--”
“O desejo Divino não deve ser violado. Shifu, você poderia me falar algo novo para variar?”
“...”
“Você não deve continuar pensando nisso. Deixe-nos discutir a questão chave. A Seita Hsing está de posse das últimas duas páginas?”
“Eles não devem tê-las. Para começar, as páginas estarem em Shaolin era uma grande mentira. Isso uma pena, entretanto...”
“Não precisamos sentir pena agora. É bom que não tenham conseguido as páginas, tenho meus próprios planos”.
“...”
“Shifu?”
“Não se canse de minhas palavras, Hengsu... Eu simplesmente quero te perguntar mais uma vez: você tem algum ressentimento?”
“E se eu tiver?”
“...”
“Shifu, há tempos esqueci as palavras de hipocrisia.” Chin Ching deixou o sorriso desaparecer de seus lábios e endireitou sua postura e expressão. “Para a terra, para a humanidade, não sinto ressentimento”.

Depois de lichiu, veio chungchiu10. Chin Ching não tinha família além de seu shifu, então as festividades eram de pouca importância para ele. Em vez disso, sua mão estava coçando para jogar os tão esperados dados. Vendo que o litung11 ainda estava a algumas quinzenas de distância, ele pulou em um barco para Chingling12 e mergulhou de cabeça na maior casa de jogos da cidade, ficando do entardecer até o amanhecer.
[10. No meio do outono, ou mais comumente o Festival do Meio Outono; 11. No início de novembro. O 19° termo solar significa o início do inverso; 12. Um nome antigo para Nanking/Nanjing.]
O único jogo que Chin Ching jogou foi Sic Bo13. Simples e indolor, pode-se ganhar muito ou perder tudo, e o prazer foi todo na transição entre esses dois extremos.
[13. Jogo de dados de origem antiga chinesa]
Chin Ching nunca se preocupou com o seu dinheiro. Conforme ia jogando, ele ia apostando tudo e o jogo levou toda a sua prata. Ele fez um “tsk-tsk” sem parecer muito perturbado e afastou-se da casa de jogos com as mãos vazias. [Lena: XD]
Somente quando saiu, ele se deu conta que nem mesmo poderia pagar pelo barco que o levaria para casa. Então ele deu uma olhada em si mesmo – uma túnica de algodão azul que estava desbotada de várias lavagens e um simples grampo velho de cabelo feito de cerejeira – e não encontrou nada que pudesse usar no lugar do dinheiro. [Jhuny: A cerejeira é um tipo de árvore que além de produzir uma tinta vermelha para armários, sua madeira pode ser usada para criar outros objetos como pentes, grampos de cabelo e pelo que encontrei até capinha de celulares.]
Ele procurou por toda sua vestimenta, ele encontrou algumas moedas de cobre. Embora não fosse o suficiente para o barco, dava para comprar alguns shaopings14. Ele pensou que Chinling não era muito longe da sua casa, uma caminhada de três dias, e ele poderia colher algumas frutas silvestres para sustentar o seu corpo pelo longo caminho. Com isso em mente, ele começou sua viagem com o shaoping na mão, caminhando em direção aos portões da cidade.
[14. Um pão plano cozido.]
As estradas estaduais eram seguras, mas essa rota era mais longa. Depois de meio dia de caminhada, Chin Ching virou em uma pequena estrada atravessando as colinas. Com o céu escurecendo, se aproximava do horário nobre do assédio monetário e sexual.
Talvez os céus soubessem que Chin Ching não tinha nada a oferecer em ambos os casos e não colocou nenhum bandido ou depravado em seu caminho. No entanto, o carma mandou problemas em seu caminho que, de uma origem que até mesmo Chin Ching havia esquecido.
Chin Ching observou os três assaltantes diante dele. Eles pareciam um pouco familiares, mas ele não conseguia se lembrar do tempo que os encontrou pela última vez.
“Meus amigos... poderia ser que eu tive a honra de salvar um adversário de vocês?”
“Uma honra condenável!” O homem grande que era o menos familiar para Chin Ching cuspiu em desgosto com a falta de vergonha exibida. “Seu rapaz simplório, você acendeu uma vela para o capeta!”
“Então você está procurando problemas com o médico ao invés do verdadeiro vilão...” Chin Ching suspirou. Pensando que essa viagem seria relaxante, ele nem sequer trouxe consigo a espada suave que havia recebido como um presente de seu shifu, então ele pegou um galho de árvore seco no chão. “Depois de você”.

Embora Chin Ching tivesse um domínio muito mais elevado na medicina e formação de círculos defensivos em comparação à arte da espada, ele era considerado forte entre aqueles de segunda categoria. Se não fosse por sua condição cardíaca e restrição subsequente à sua neikung, ele poderia ter tido mais sorte ao subir de categoria no chianghu.
Usando a força do adversário contra ele, tornando-se sólido no vazio, Chin Ching pareceu bem à vontade com o galho seco, mas, independentemente do seu sucesso contra espadas e facas, ele não podia se defender contra armas ocultas –uma neikung pobre era igual a um chingkung pobre*. Mesmo que seus olhos reconhecessem a ameaça, seus pés não podiam reagir com suficiente rapidez. [Lena: *é como dizer que uma força interior pobre resulta em um parkour pobre. XD Para mais detalhes, vejam as NTs 5 e 7 do cap.1.]
A garota que parecia mais familiar jogou um punhado de estrepes, dois dos quais Chin Ching desviou, dois dos quais ele evitou e dois deles o atingiram. Ele saiu de posição e se rendeu. “Milady, se você já descontou a sua raiva, acredito que é hora de me deixar ir. Eu, Chin, prometo pedir por seus nomes completos, seus patzu15, se eles são casados antes de salvar alguém no futuro”.
 [15. Literalmente “oito personagens”, um conceito do Leste Asiático sobre a hora de nascimento, dia, mês e ano, cada qual representado por dois personagens, afetando o destino. É semelhante à ideia de adivinhação baseada no horóscopo ou no zodíaco.]
A garota não tinha um grande rancor e Chin Ching tinha aprendido a lição. Embora a garota fosse sensível e não gostasse de seus comentários irônicos, ela ainda se incomodou em se inclinar para o nível dele e foi embora com sua gangue depois de lançar um olhar mortal.
Chin Ching encontrou uma árvore para se escorar enquanto apreciava o quão boas eram as pupilas das seitas ortodoxas. Eles podiam ter sido arrogantes, mas eles conheciam os limites. As armas escondidas não tinham sido revestidas com veneno, apenas com extrato de acônito* e um ingrediente extra, murta-de-cheiro. Era um anestésico que também reduziu o inchaço e acelerou o processo de cicatrização da carne. [Lena: *Acônito ou mata-lobos. Não entendi porque ele disse que não estava envenenada, já que acônito é um veneno. XD Vai ver que é questão de dose. hehe]
Mas, por coincidência e infelicidade, a inofensiva murta de cheiro foi um desastre para ele.

“Saudações a você, Chin Ching”.
À medida que a luz do dia desaparecia, a murta-de-cheiro começou a reagir com os remédios que Chin Ching estava tomando desde uma idade precoce, e sua temperatura aumentou. Em seu estado febril, ele ouviu uma voz familiar saudando-o e ele respondeu com ironia, “Que coincidência, Shen-hufa”.
“Muitos dias se passaram. Você decidiu o que deseja?”
“Shen-hufa, eu sei que nenhum movimento meu pode escapar dos seus olhos. Mas eu não morrerei aqui, mesmo que me deixe. Você não ganhará nada com isso”.
“Você pensa demais, Chin-taifu”.
“Hah... o que eu acho é que os Céus devem ter tido piedade da minha covardia...” Chin Ching abriu os olhos e olhou sorrateiramente para Shen Liangsheng, sorridente. “Assustado demais para ir nesse lugar infernal para encontrá-lo, mas ainda esperando vê-lo de novo... e eis que a montanha vem até mim”.16
[16. Esse é um jogo de palavras baseado na expressão “A montanha não vem para mim, eu vou para ela”. A própria expressão vem do conto islâmico de Mohamed convocando uma montanha que entrou na língua chinesa através da minoria muçulmana Hui. Uma expressão relacionada ao português “Se Maomé não vai a montanha, a montanha vem até Maomé”.]
“O passe Yin está em suas mãos. Eu teria que ir até você mais cedo ou mais tarde, então não há necessidade de ser impaciente”.
“De fato...” Chin Ching riu suavemente antes de fechar seus olhos novamente, “Então conversamos depois de meu sono”.

Notas de tradução adicionais:
estrepe é uma arma antipessoal feita de dois ou mais pregos ou espinhos, colocados de tal maneira que um deles aponta sempre para cima, assentando numa base estável - formando, por exemplo, um tetraedro.
O estrepe pode ser considerado como a mina terrestre da antiguidade, utilizada para moldar o campo de batalha e canalizar o inimigo para determinados pontos e para fornecer uma defesa passiva como parte de um sistema de fortificação. As estrepes serviam para demorar o avanço de cavalos, elefantes, camelos e tropas a pé.
Hoje em dia, o estrepe é usado, sobretudo como arma antipessoal e antiveículo.
Pagoda ou Pagode: são eles edifícios maravilhosos que inclusive tem um relativamente perto da minha casa ♡♡♡

Nota do autor
Shen-hufa tem vinte e seis anos, não é um número pequeno. Outras partes dele também não são pequenas. {Jhuny screaming}.
Agradeço o comentário “esperando a continuação”. A verdade é que essa história é apenas para fins de autoentretenimento, para lutar contra a solidão quando me aborreço. Eu queria deixar de escrever porque ninguém estava lendo e não tinha tempo para ser melancólico e solitário. Obrigado pelas palavras acima. Ver a palavra “esperando” me fez perceber que eu quero terminar de escrever isso.
Há alguém esperando, e embora seja por uma história coxa, ainda é um coração caloroso. Por isso, decidi dizer mais algumas palavras para expressar minha gratidão -  ao contrário do Shen-hufa, cujo hábitos não são bons para a mente e o corpo.
OS: eu disse que escrevi pouco, mas foram 14 mil caracteres e só tenho o ukelele para me entreter (instrumento musical). Que triste orz# (#ORZ é um emoticon de origem asiática, de alguém com as mãos nos joelhos. O é a cabeça, R os braços e o tronco e Z as pernas. Simboliza falhas ou desespero).

20 Comentários

  1. Show 😍😍 adorando!!! Ansioso pelos próximos capítulos 💞💞

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Celio! Obrigado por ler Living to Suffer. Fico feliz em saber que você está gostando da história. Logo, irei atualizar o wattpad. Depois dá uma olhada lá. Abraços

      Excluir
    2. Pode deixar vou da uma olhada la sim 😁😁

      Excluir
  2. Seja bem vindo Jhuny, tô adorando essa novel😍 sorry for não comentar antes e obrigada pelo trabalho♡♡♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelas boas vindas, Milena! Sempre que quiser, fique a vontade para comentar ou ajudar a corrigir algum erro que passa despercebido! Obrigado por acompanhar a novel ♡

      Excluir
  3. Uolll essa novela e bem rapida, ate msm nas trocas de locais e tempo. (Pd ser meu sono tbm)... Estou adorando...obg por traze-la jhuny

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Danielle. A novel é curtinha (vinte capítulos). Acredito que por isso acontecem várias coisas e quando percebemos já se passou um certo tempo de um evento para o outro. Obrigado por ler Living to Suffer e sempre que possível, trarei novidades para o blog da Lena e o Wattpad.

      Excluir
  4. Eu comecei a ler esse capítulo de madrugada, fiquei me forçando a ler porque estou gostando muito da história. No entanto, não pude resistir ao sono e acabei por terminar agora. Estou amando! Eu só tenho uma dúvida (me desculpa se for idiota): você está traduzindo ou você mesmo está escrevendo? É isso, já estou ansiosa para o próximo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Livia. Obrigado por ler Living to Suffer. Eu estou apenas traduzindo a novel. Eu não teria toda a capacidade necessária para escrever algo incrível assim. Ahahahahah o autor se chama Tangstory (pesquisei sobre no google mas não encontrei nada sobre). Logo trarei mais capítulos para vocês leitores do blog.

      Excluir
  5. Ansiosa pelo próximo capítulo :) De olho no wattpad já rs :D Obrigada por mais um capítulo amores S2

    ResponderExcluir
  6. Estou adorando anciosa pelos proximos capitulos

    ResponderExcluir
  7. sim muito dinâmica esta novel e eu estou adorando, muito obrigado!!

    ResponderExcluir
  8. Jhuny muito obrigado por nos dar essa tradução meu coração eh extremamente grato <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço vocês por lerem cada capítulo de LtS. ♡♡♡

      Excluir
  9. Obrigado por essa história. Estou amando. 😘😘😘😘😘

    ResponderExcluir
  10. To amando essa novel!! Obg Jhuny por traduzir pra gente e seja bem vindo💖 ansiosa a cada cap😉😘

    ResponderExcluir
  11. É vc q tem um pagode perto de casa Jhuny ou a Lena? Tô amando a novel!!! 😋😍

    Bjs,
    Luna😝

    ResponderExcluir