Cheguei! ^0^/

Boa noite, gente! Um capítulo bem "longuinho" de Addicted saindo do forno. Posso dizer uma coisa? Ahh, como eu amo a novel por poder saber o que eles pensam. ー( ´ ▽ ` )ノ O Gu Hai sempre tem seus sentimentos estampados no rosto e nosso Johnny conseguiu mostrar isso como ninguém. Mas e quanto ao Bai Luo Yin? Yin Zi tem tanta coisa passando em sua cabeçinha, e muitas vezes em completa confusão, que como poderíamos exigir do ZhouZhou nos mostrar isso? ZhouZhou é o Yin Zi perfeito (apesar do Yin Zi da novel ser mais tsundere hehe), mas ele não podia ficar falando para a gente tudo o que se passava na mente do Bai Luo Yin. Chai Jidan tinha razão quando disse para ZhouZhou pegar esse papel, ela falou algo sobre ele ser um ator mais experiente do que o Johnny (que não era ator) e que Bai Luo Yin seria um papel mais desafiador para ele. Selado. Foi mesmo e ele foi maravilhoso na interpretação dele. ^^

Por que eu falei tudo isso? Não sei. ahahaha Só me peguei rindo como boba em vários momentos desse capítulo e acabei pensando em tudo isso aí. XD *matraca*

Sem mais enrolação! Vão ler. Queria trazer mais um capítulo ainda hoje, mas não sei se vai dar tempo. =X

Beijos~          
Lena.
_____________________________________


Cap. 116: O jovem mestre está louco.




“Alô?”
O silêncio dominou por um bom tempo antes da pessoa perguntar, “Bai Luo Yin?”
Uma elegante voz feminina, com pronúncia apropriada do chinês, enunciação eloquente e um tom extremamente gracioso, falou. Um poderia imaginar a beleza que a pessoa era se baseando-se unicamente no som da voz dela. O coraçãozinho de Gu Hai teria palpitado se essa voz estivesse procurando por ele, mas ela estava procurando por Bai Luo Yin. Isso, por si só, era outra história.
“Quem é você?” Gu Hai perguntou.
“Desculpe, estou procurando por Bai Luo Yin. Posso incomodá-lo em entregar o telefone para ele, por favor?” a pessoa disse muito cortesmente.
Gu Hai combateu com, “Se você não disser que é, eu não vou dar o telefone para ele.”
Houve uma pausa silenciosa, como se em contemplação, “Eu sou a namorada dele.”
Gu Hai riu friamente. Ele foi peculiarmente agressivo enquanto colocava o receptor do celular na frente de seu rosto e disse, “Se você é a namorada dele, então sou o namorado dele!”
Ele desligou imediatamente depois de terminar.
Estúpida, sem noção, delirante... Inicialmente, era isso o que Gu Hai havia pensado, mas, depois, ao invés disso ele se sentiu injustiçado. A pessoa havia se dirigido a Bai Luo Yin pelo nome inteiro [N/T: sem um honorífico], o que significava que a pessoa não tinha discado o número errado por engano. Ela estava ligando pessoalmente para Bai Luo Yin.
Ele tinha que perguntar sobre isso.
Bai Luo Yin estava mexendo pela gaveta quando ele, de repente, revirou um relógio. Apesar dele ter estado na gaveta e coberto por outras coisas por um longo tempo, a superfície do relógio ainda parecia nova e brilhante. O caractere “Hui” estava escrito na parte de trás. Não precisava dizer que Shi Hui tinha um com o caractere “Yin” escrito nele. Era um relógio de namorados feito por encomenda. Nem mencione o preço.
Bai Luo Yin estava completamente inconsciente de Gu Hai de pé atrás dele.
De repente, o relógio foi arrebatado das mãos dele.
O polegar de Gu Hai deslizou pela superfície do relógio, ele sorriu, “Nada mau, também é uma marca cara, huh?”
Bai Luo Yin não disse nada, ele parecia bem relutante em falar sobre esse assunto.
Gu Hai virou o relógio e olhou para o logotipo incorporado na capa traseira. Seu par de olhos uma vez calorosos estavam, agora, vários graus abaixo.
“O que é isso? Seu desgraçado, eu me viro por um segundo e você fica escondido secretamente em seu quarto relembrando sobre sua amante anterior?” O joelho de Gu Hai atingiu as nádegas de Bai Luo Yin.
Bai Luo Yin calma e coletivamente arrebatou o relógio de volta e o jogou dentro da gaveta. Estava escrito pelo seu rosto inteiro que ele não estava no clima para explicar coisa nenhuma.
Gu Hai ainda estava indisposto a deixar passar, “Se sentindo nostálgico? Não consegue ficar calmo? Você está relembrando aqueles dias afetuosos e românticos?”
Bai Luo Yin rolou os olhos e olhou para Gu Hai; sua voz estava atrapalhada com um tom negativo.
“Você acha isso divertido? Foi só uma coincidência. Eu topei com ele na gaveta e olhei para ele por um segundo, isso é tudo. Olhe só você, levando as coisas seriamente. Parece uma maldita garota.”
“Quem você está chamando de garota?” O rosto de Gu Hai escureceu enquanto ele estendia a mão para beliscar o queixo de Bai Luo Yin, “Eu não posso brincar com você, huh? Algum de nós está levando isso a sério? Se você não é culpado, com o que está se preocupando?”
Uma chama vermelho-escura feroz brilhou nas pupilas de Bai Luo Yin.
Naquele momento... o telefone tocou de novo.
Gu Hai baixou a cabeça e olhou para ele. Era o mesmo número de antes.
“Aqui, sua namorada está ligando.”
Ao ouvir isso, a cor no rosto de Bai Luo Yin mudou. Ele não foi capaz de esconder isso dessa vez.
“É mesmo sua namorada?”
Gu Hai perguntou calmamente, mas seu coração não estava nem um pouco calmo ou relaxado.
Bai Luo Yin não disse nada. Ele pegou o telefone e andou para fora.
Gu Hai estava sozinho no quarto agora. Ele rangeu os dentes como se a vida dele dependesse disso. Raiva infiltrou em cada poro de seu corpo e fumaça rapidamente subiu de sua cabeça. Quando a expressão facial de Bai Luo Yin mudou, Gu Hai já tinha adivinhado quem era a pessoa que estava ligando. Subsequentemente, uma torrente de perguntas invadiu sua mente.
Há quanto tempo eles estão em contato? Quando eu não estava ao lado dele, será que ele ligou secretamente para ela? Eles já não terminaram? Como pode ela continuar dizendo que é namorada dele...
Humanos gostam de imaginar coisas, especialmente aqueles apaixonados. Eles pegavam aqueles sentimentos inatos e expressavam-nos da maneira mais cruel.
A costa de Bai Luo Yin estava virada para Gu Hai enquanto ele falava ao telefone, fazendo-o incapaz de ver claramente a expressão de Bai Luo Yin. Seu cérebro começou a trabalhar sua mágica, conjurando diversos cenários.
Shi Hui, você está com saudade?
Yin Zi, sinto muito a sua falta. Agora mesmo, um cara podre disse que era seu namorado.
Não escute ele. Ele é só meu irmão mais novo, isso é tudo.
Mesmo? Yin Zi, sabe... Eu ainda amo você.
Shhh! Fale baixo, não deixe aquele bastardo nos ouvir. Na verdade, eu também ainda amo você...
Merda merda merda merda merda!!! Gu Hai usou esse tipo de pensamento torturante para matar a si mesmo milhares de vezes.
A conversa verdadeira, ao contrário, correu assim:
“Shi Hui, pare de causa problemas, okay? Eu já disse tudo o que precisava dizer. Eu não quero ter que repetir de novo.”
“Mesmo que já tenhamos terminado, ainda podemos ser amigos. Não podemos conversar ainda?”
“Para mim, terminar significa que somos estranhos.”
“Bai Luo Yin, se em seu coração você realmente não se importa, então não há necessidade de se importar quando eu ligo pra você, certo?”
“Eu não me importo, mas alguém vai se importar.”
“... Bai Luo Yin, o que você quer dizer?”
“Eu já tenho alguém de quem gosto. É assim que é.”
Bai Luo Yin desligou o telefone. Ele queria voltar para seu quarto, mas, então, ele ouviu tia Zhou dizer, “Yin Zi, é hora de comer. Rápido, chame Da Hai para comer.”
Por sorte, Gu Hai, aquele cara, ainda estava no quarto.
Bai Luo Yin bateu na janela e disse friamente, “Saia para comer.”
Gu Hai escondeu suas emoções extremamente bem. Ele comeu alegremente, aproveitando tudo. Ele incessantemente pediu essa comida e passou aquela comida. Ele também sorriu para Bai Luo Yin dessa maneira. Porém, Bai Luo Yin sabia que esse garoto desprezível estava, provavelmente, inventando alguma coisa. Se ele não fosse cuidadoso, ele seria morto como uma mariposa [1]. Era melhor tomar precauções para evitar disparar essa bomba relógio.
[N/T1: ser tentado por algo que levaria à sua queda]
Naquela tarde, Gu Hai saiu imediatamente após receber uma ligação. Bai Luo Yin ficou para trás com seus avós. Foi só quando o céu escureceu que ele recebeu uma ligação de Gu Hai. Não havia nada peculiar com o tom de voz dele enquanto ele apressava Bai Luo Yin para voltar para casa rapidamente.
Bai Luo Yin já havia sentido que Gu Hai não deixaria aquele assunto passar tão facilmente.
Quando ele abriu a porta, Gu Hai estava sentando reto e imóvel no sofá.
Julgando pela postura dele... Ele queria começar um julgamento?
Bai Luo Yin andou até ele.
“Abra isso e dê uma olhada,” Gu Hai disse com uma expressão serena.
Bai Luo Yin encarou inexpressivamente o outro garoto antes de notar uma caixa colocada sobre a mesa de centro.
O que é isso?
Com grande curiosidade, Bai Luo Yin abriu a caixa.
Seus olhos quase foram cegados!
Dentro tinha um colar de prata, uma pulseira de ouro, um anel de diamante, um relógio de marca...
“O que está fazendo?” Bai Luo Yin estava estupefato.
Gu Hai levantou o queixo, “É pra você.”
“Pra mim?”
Bai Luo Yin deu outra olhada; tudo ali dentro combinava, isso é, havia dois de tudo.
Gu Hai saiu do sofá e ficou de pé ao lado dele.
“Aqui, eu vou lhe ajudar a colocar.”
Bai Luo Yin bloqueou Gu Hai abruptamente.
“Você está doido? Eu sou só uma pessoa. Por que eu usaria tantas joias?”
Gu Hai foi terrivelmente sério em suas palavras, “Você não será o único usando-as, eu também vou.”
“Você não mostrou a cara a tarde toda porque você foi comprar essas coisas?”
“Tem mais,” ele disse enquanto arrastava uma arca enorme do canto. Um a um, muitos itens foram tirados da arca: um punho de camisa com os nomes deles dois bordados nele, cintos de couro, uma mochila escolar com muitos rostos impressos nela, roupas de baixo com o tamanho deles nelas...
Quando o fundo da arca estava visível, Gu Hai a virou de cabeça para baixo. O som de dois objetos batendo um no outro enquanto caiam da arca foi ouvido. Bai Luo Yin pegou e olhou os objetos. Era um par de cortadores de unha com o slogan deles dois gravados neles... [N/T: Lembram, né? As frases são “Um marido que não quer fazer amor (ou foder XD) com sua esposa, não é um bom marido” e “Cai fora!”]
Bai Luo Yin estava petrificado.
Não tinha nada que Gu Hai não pudesse comprar, era só que Bai Luo Yin não pensara nisso. Contanto que pudessem ser usados no corpo, nas mãos, haviam dois de cada item.
“Da onde você tirou tanto dinheiro?” Bai Luo Yin questionou, extremamente agitado.
Gu Hai não estava nem um pouco preocupado enquanto colocava as duas mãos nos bolsos da calça. Um cigarro pendurado casualmente nos lábios dele.
“Meu irmão me deu 200.000 yuan [~R$93.200,00] antes de ir embora.”
“Você não disse que queria usar esse dinheiro para suas despesas diárias, huh?”
Gu Hai descansou o braço na beira do sofá e disse fracamente, “Ainda sobrou um pouco. Eu não gastei tudo...”
“Quanto sobrou?”
Bai Luo Yin se virou para olhar a caixa de joias. Ele não estava tão otimista com a situação.
Gu Hai pescou em seu bolso por um tempo antes de puxar 200 yuan [~R$93] de lá e enfiar na mão de Bai Luo Yin.
Bai Luo Yin rangeu os dentes de raiva. Mesmo que não fosse seu dinheiro, ele ainda não podia evitar de ficar angustiado.
“Gu Hai, realmente vale a pena levar as coisas tão longe por causa de dois relógios? Mesmo que você não gastasse todo esse dinheiro, ela e eu, já é impossível.”
Gu Hai estava escutando silenciosamente quando, de repente, a expressão nos olhos dele deu uma volta para pior. Ele deu largas passadas até Bai Luo Yin, parou ao lado dele e olhou-o direito nos olhos, “Você realmente quis dizer o que disse?”
“Por que eu mentiria pra você?”
Gu Hai agarrou Bai Luo Yin pelos ombros e o sacudiu grosseiramente, “Por que você não disse isso antes?”
Bai Luo Yin respondeu raivosamente, “Você não me deixou explicar!”
Os dentes de Gu Hai puxaram seus lábios. Ele bateu no ombro de Bai Luo Yin e disse, “Venha aqui.”
Uma premonição sinistra choveu sobre Bai Luo Yin.
Eles entraram no elevador e, assim que eles chegaram no nível mais baixo, Gu Hai tirou a chave e destrancou a porta de sua própria garagem pessoal.
Dois carros idênticos apareceram diante de Bai Luo Yin. Um novo e um mais velho. O mais velho era o carro que Gu Hai dirigia normalmente. Ele já sabia de onde o novo carro viera sem Gu Hai dizer nada.
Duas bicicletas novas em folha estavam paradas despreocupadamente ao lado.
O rosto de Bai Luo Yin ficou verde.
Gu Hai tossiu levemente, “Eu estava momentaneamente cego e comprei eles no impulso.”
Num ataque de fúria, Bai Luo Yin pulou em Gu Hai e bateu nele. Ele bateu nele até sentir sua energia drenar.
Com um olhar particularmente frustrado em seus olhos, ele perguntou, “Da onde veio esse dinheiro?”
“Eu usei a caderneta bancária que minha mãe deixou pra mim.”
Bai Luo Yin queria chorar. Ele perguntou de novo, “Não me diga que comprou uma casa também?”
Gu Hai soou um pouco relutante, “Você já sabe, casas hoje em dia são caras demais. Só tem um pouco de dinheiro sobrando na caderneta, então espere até eu...”
“Há há há...”
Bai Luo Yin perdeu a paciência enquanto rugia no ar. Fumegando de fúria, ele agarrou Gu Hai pelo pescoço e encarou o rapaz com irritação. Ele queria xingá-lo, mas nada saiu. Tudo que ele queria dizer estava preso no canto dos lábios dele.
Depois de sua raiva diminuir gradualmente, com o pouco de energia que lhe sobrou, ele soltou Gu Hai e acocorou encostado no canto da parede. Ele manteve completo silêncio.
Bai Luo Yin sentiu-se completamente pesaroso com relação à mãe de Gu Hai quando uma pontada (de remorso) surgiu em seu coração.
Na realidade, não era sobre o dinheiro. Ele sabia que Gu Hai tinha dinheiro. Era só que esse tipo de sentimento fazia o fundo de seu estômago se torcer em um nó.
*****

13 Comentários

  1. Gu Hai é um pouco impulsivo né
    😃
    Mas tadinho. Ele fica muito no escuro pelo fato do Bai Lou Yin não se abrir muito com ele...
    Força Da Hai...
    Obg lena...
    Ansioso pelos próximos capitulos

    ResponderExcluir
  2. Ai amo tanto Gu Hai com ciumes, esperando os beijos no carro <3

    ResponderExcluir
  3. Primeira vez que o Gu fala que é namorado d Yin Zi... :o

    ResponderExcluir
  4. Acho q é a primeira vez q o Lou Yin diz q gosta do Gu. Nossa já era a poupança do Gu xp mas, coitado! Não merece sofre tanto!! Poxa Lou yin! Vá da uns bjs no Gu e acalma seu homem

    ResponderExcluir
  5. Aiai esses dois.
    Eles precisam conversar mais para se entederem.
    Yin Zi falando que gosta do Da Hai *-* eu morri e revivi ali. Lindos.
    Ansiosa por mais.
    Bjos Lena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tive o mesmo sentimento de "morri e revivi ali", muito bom esse cap.

      Excluir
  6. Ommo yin zi admitindo q já tem alguém q gosta 😍 lembrando do behind the scene omg! Eles são fofos d+
    Brigada unnie
    Fighting!!!

    ResponderExcluir
  7. Meu Deus que capítulo foi esse Lena.Em cada palavra parei para respirar, as atitudes de Gu Hai são louças. Esses menino precisa de tratamento ele não está normal. A droga YIN ZÉ e muito aviciante. Muito obrigado Leña perto dos próximos capítulos desconhecidos muito nervoso!

    ResponderExcluir
  8. Poxa eu queria que meu marido ficasse com ciumes de mim assim rsrsrsr Obrigado Bjss

    ResponderExcluir
  9. "Não me diga que comprou uma casa tambem?
    Kkkkkkkkkk
    Gu Hai 😂😂😂😙😙😙😙

    ResponderExcluir
  10. Meu sonho é ficar triste e comprar um carro também. Kkkkkkkkk

    ResponderExcluir