Oi meu povo maravilindo!!! *O*

Estou feliz. hehehe Porque Addicted finalmente está se ajustando. Que emoção jisuis! ToT

Vamos ver como terminou este episódio de Casos de Família agora. XD Traduzi esse capítulo ontem/hoje de noite. huahuahuahaua *surtando* 癶(癶✺౪✺ )癶

Beijos~        
Lena.
Muito amor pra vocês! hehe
____________________________________________________


Cap. 131: Liberando aquelas palavras cruéis.



Desde o momento que a vista de Jiang Yuan caiu sobre Bai Luo Yin, ela permaneceu silenciosa. Ela pensou que ele estava ponderando, considerando as sugestões que ela colocara à frente. O rosto dela, que havia sido pintado pesadamente com ansiedade e medo nos últimos dias, finalmente permitiu que um sorriso se manifestasse.
“Filho, tudo o que a mamãe fez foi pelo seu bem. Você não precisa pensar em como as coisas estão com Gu Hai. Afinal de contas, ele é do mesmo sangue do Sr. Gu, o filho biológico dele. Mesmo que ele fique no país, ele ainda estará em uma posição relativamente segura e confiável, mas você é diferente. Apesar do Sr. Gu também ter pensado em você, no futuro, o tratamento que ele lhe dará certamente será diferente, a dezenas e milhares de milhas de distância, de Gu Hai. Mamãe não quer que você seja sujeito nem forçado a essa posição.”
Depois de um longo tempo, incapaz de ouvir por mais tempo, Bai Luo Yin de repente abriu a boca.
“Jiang Yuan.”
Só de ouvir a si mesma ser chamada de tal maneira, o sorriso no rosto dela parou e enrijeceu.
“Luo Yin, do que você acabou de me chamar?”
Bai Luo Yin olhou para Jiang Yuan com indiferença. O desmazelo dele, franqueza e propensão estava espalhado no rosto dele. “Então, como eu deveria lhe chamar? Tia Jiang? Sra. Gu? Ou Madame Gu?”
Uma aparência perturbadoramente pálida, quase como se a morte tivesse reaquecido, se espalhou igualmente pelas belas e encantadoras bochechas de Jiang Yuan. Essa camada de doença era persistente e difícil de encobrir.
Bai Luo Yin espreitou a pilha de documentos sobre a mesa e disse calmamente, “Será que você não me fazer sentir enojado com você?”
‘Enojado’, essa palavra era como uma estaca afiada que se empurrava cruel e implacavelmente no peito de Jiang Yuan, apunhalando seu coração. Aquele sentimento momentâneo de paz que ela sentiu mais cedo, abruptamente, explodiu. Seus lábios foram drenados de toda cor que os adornavam uma vez, enquanto sua figura trêmula encarava Bai Luo Yin.
No momento que ela partiu seus lábios, ela soluçou e engasgou convulsivamente.
“Enojado? Você diz que sou repugnante? Apesar de tudo o que eu fiz por você, tudo o que você diz é que sou repugnante? Bai Luo Yin, o que no mundo... quantos tipos de medicamentos o Bai Han Qi empurrou pela sua garganta para iludi-lo, para lhe fazer caluniar descuidadamente e condenar sua própria mãe assim?”
“Não use seu coração feio para medir as condutas e atos das outras pessoas. Além de você, ninguém a minha volta é perverso ou imoral.”
Jiang Yuan usou toda sua força para puxar Bai Luo Yin de seu assento. Ela sibilou e lamentou, um tom de interrogação rodeada cada uma de suas perguntas, “Você diz que sou perversa... imoral? Você realmente levou minhas boas intenções para com você como sendo imorais? Bai Luo Yin, você só vai ficar satisfeito depois que tiver me matado?”
Bai Luo Yin friamente afastou a mão de Jiang Yuan que o havia agarrado para longe. Houve uma pausa silenciosa entre cada palavra que saiu da boca dele: “Não use essa noção de amor maternal para embrulhar esse seu coração egoísta de novo. Do começo ao fim, eu nunca lhe considerei minha mãe. Eu nunca considerei antes, nunca considerei agora e no futuro nunca vou!”
O corpo de Jiang Yuan ficou paralisado enquanto ela cambaleava para um lado do sofá, sua mão colocada contra seu peito apertado. Ela estava com tamanha mágoa que ela desejou morte a si mesma.
“E também, com relação a todas essas coisas que você disse sobre ir para o exterior.”
Bai Luo Yin falou enquanto pegava os documentos e dados que estavam sobre a mesa. Ele lentamente, uma a uma, rasgou as folhas diante do rosto de Jiang Yuan.
“Não gaste sua energia fazendo essas tarefas totalmente sem sentido de novo. Você pensou que uma garotinha insignificante podia me enganar para ir ao exterior? Você realmente a superestimou! Você realmente superestimou a si mesma! Se eu, Bai Luo Yin, quiser ir para o exterior no futuro, não será através dessas suas duas mãos sujas!”
Uma grande pilha de papel rasgado de repente atingiu a cabeça de Jiang Yuan. Todos os pedaços, lentamente, mas certamente, se espalharam bem diante dos olhos dela e pousaram todos a sua volta. Os frutos de seus dez ou mais dias de trabalho duro, destruídos em um dia!
Enquanto ele fazia seu caminho e alcançava a porta da frente, Bai Luo Yin virou seu corpo mais uma vez e olhou para o rosto frio e cinzento de Jiang Yuan.
“Não machuque minha família de novo. Se eu descobrir uma segunda vez, eu farei você pagar por isso dez vezes mais!”
Quando ele deu seu primeiro passo para fora da sala, atrás dele, altos e dolorosos sons de soluços foram transmitidos pelos arredores. Era como se uma guerra tivesse irrompido no céu e os sons abafados de trovões atingissem este chão terroso. O som atingia ritmicamente, um atrás do outro, como se envolvesse o mundo inteiro na névoa de seu espesso nevoeiro [1].
Os passos de Bai Luo Yin ficaram um pouco estagnados enquanto ele fechou os olhos ligeiramente. Assim que ele os abriu de novo, nem mesmo o menor sinal de qualquer emoção permaneceu nele.
.......
No décimo quarto dia do primeiro mês do ano lunar, vovó Bai recebeu alta do hospital e a casa dos Bai voltou a sua usual tranquilidade.
Na tarde, Bai Han Qi e tia Zou voltaram de sua viagem ao supermercado e trouxeram muitos presentes. Eles haviam planejado ir de casa em casa e presenteá-los aos vizinhos como um pedido de desculpas. Bai Luo Yin também queria acompanha-los. Já que os problemas surgiram por causa dele, era apenas correto que ele devesse ser a pessoa a ir no lugar de seus pais e se desculpar. Mas no fim, não importava o que, tia Zou se recusou a deixa-lo ir. Ela disse nenhum filho de homem casado deveria mostrar seu rosto assim porque não era auspicioso. Então ele foi forçado a ficar na casa com Meng Tong Tian.
Meng Tong Tian, uma criança tão grande agora, só gostava de brincar com sua espada e arma de brinquedos. Quando Bai Luo Yin saiu de seu quarto, ele teve um vislumbre de Meng Tong Tian segurando uma metralhadora de mentira. Ele atirava aleatoriamente nas árvores do pátio.
Notando que o garotinho brincava com tanta energia, Bai Luo Yin não pode evitar de se aproximar dele.
“Dê isso aqui, deixa eu ver.”
Meng Tong Tian, muito generosamente, entregou a arma para Bai Luo Yin.
Bai Luo Yin pesou-a em suas mãos por um segundo; era bem pesada. O acabamento meticuloso era claramente visível; não importava o tamanho, o peso ou o modelo, apenas alguns fabricantes podiam atingir perícia e fazer produtos falsos passarem por verdadeiros.
“Essa arma é muito boa,” Bai Luo Yin não podia evitar de elogiar.
Uma expressão intensamente orgulhosa apareceu no rosto de Meng Tong Tian, “É claro. Meus colegas sempre querem trocar e brincar com ela, mas eu não quero entregar para eles. Mesmo que eles comprem aquelas de baixa qualidade, ainda não podem ser comparadas à minha.”
Ver os modos arrogantes de Meng Tong Tian fez Bai Luo Yin querer rir.
“Deve ser bem cara, huh?”
A pequena cabeça de Meng Tong Tian balançou de cima para baixo antes dele responder, “Não sei. Irmão Gu Hai deu ela pra mim.”
A cor da pele de Bai Luo Yin mudou assim que essas duas palavras, “Gu Hai”, entraram em seus ouvidos. Ele devolveu a arma para Meng Tong Tian e sentou do lado. Ele procedeu para assistir a Meng Tong Tian brincar alegremente em volta, antes dele mesmo puxar um cigarro e fumar.
Crianças nessa idade realmente deixam as pessoas extremamente invejosas delas. Elas eram felizes, sem nenhuma preocupação. Pensando em quando Bai Luo Yin era mais ou menos daquela idade, ele também fazia desordem pelo beco o dia inteiro. Naquele tempo, quem teria pensado em seu pai solteiro ou pobreza e outras coisas semelhantes. O dia inteiro era gasto brincando bobamente e a única coisa na cabeça dele seria, o que ele podia fazer para tornar sua vida ainda mais alegre.
Um estado de simplicidade e pureza era verdadeiramente enriquecedor.
“Irmão Gu também me comprou muitas outras coisas legais. Estão todas guardados em quarto ali. Eu não quero abri-las. Eu devo esperar até que meus colegas cheguem aqui antes de abri-las. Quando essa hora chegar, elas ainda serão novas. Deixa eu lhe dizer, é melhor você não abri-las escondido de mim ah!”
Bai Luo Yin ainda estava perdido em pensamentos enquanto sua mente vagava longe. Os dois punhos de Meng Tong Tian foram levados na direção do nariz dele como para se proteger de um ladrão.
Bai Luo Yin sorriu suavemente por um segundo. Ele puxou o cinto de Meng Tong Tian e o virou, o que permitiu que ele virasse uma cambalhota.
Depois que Meng Tong Tian ajustou seu equilíbrio, ele se sentia extremamente legal, agradável, e queria tentar de novo.
Bai Luo Yin estava desocupado e entediado de todo modo, então ele acompanhou e brincou com ele por mais tempo. Finalmente Meng Tong Tian ficou cansado e se sentou em uma cadeirinha colocada ao lado. Enquanto ele brincava com os cartuchos de balas, ele as contou, olhou para Bai Luo Yin e perguntou. “Por que o irmão Gu Hai não veio recentemente?”
Bai Luo Yin pareceu abatido enquanto respondia sem entusiasmo, “Ele está passando o Ano Novo em sua própria casa.”
“Depois que o Ano Novo acabar ele vai voltar?”
Bai Luo Yin virou sua cabeça para olhar para Meng Tong Tian e foi encontrado por um olhar de expectativa prolongado.
“Por que você está ansioso para vê-lo?”
Meng Tong Tian assentiu vigorosamente com a cabeça em empolgação, a energia era visível em cada assentida, “Porque nós dois estamos sofrendo da mesma doença [2].
Sofrendo da mesma doença?
Bai Luo Yin ruminou isso meticulosamente por um bom tempo, mas ele ainda não pode descobrir de que forma Meng Tong Tian e Gu Hai eram iguais.
“Nós dois somos atormentados pelo amor.”
Um raio atingiu a estrutura interna de Bai Luo Yin. Não era suficiente para Gu Hai, ele próprio, cometer aqueles pecados, ele tinha que arrastar uma criança para isso.
“Da última vez, nós conversamos por um longo tempo. Irmão Gu Hai falou sobre toda a dor que estava no coração dele e eu também descobri sobre minha própria dor. Então irmão Gu Hai disse que nós dois sofremos da mesma doença. Depois disso, eu pensei nisso por um longo tempo e o que ele disse era mesmo verdade.”
Seu desgraçado! Você foi tão longe a ponto de falar com uma criança sobre essas coisas?
Só Gu Hai faria uma coisa assim.
Bai Luo Yin intencionalmente provocou Meng Tong Tian, “Então, me diz, qual dor você tem em seu coração?”
“Aiii.....” Meng Tong Tian pareceu bem melancólico de novo, “Eu gosto de uma menina da minha turma. Parece que ela também está interessada em mim, mas ela nunca admite.”
Já que Meng Tong Tian falou de tal jeito, Bai Luo Yin podia praticamente entender o que Gu Hai tanto chamava de “dor” naquele tempo.
“Então, já acabou a dor e a felicidade veio [3]?” Bai Luo Yin perguntou.
Meng Tong Tian balançou a cabeça, “O que isso quer dizer?”
Bai Luo Yin finalmente percebeu que Meng Tong Tian era apenas uma criança de sete ano, como ele poderia entender tantos ditados!
“Estou lhe perguntando, no fim, a garota admitiu ou não?”
Meng Tong Tian balançou a cabeça de novo, “Eu esqueci, eu já troquei algumas vezes.”
Bai Luo Yin, “.....”
Pouco tempo depois, Yang Meng apareceu porque Bai Han Qi e tia Zou não só tinham ido na casa dele carregando uma grande pilha de coisas, mas também se desculpando vigorosamente. O problema agora era que, naquele tempo, Yang Meng e seus pais tinham ficado na casa da avó dele todo o tempo. Eles só tinham voltado hoje, então, na realidade, eles não sabiam de nada sobre esse assunto. Eles ficaram bem confusos de receber uma pilha tão grande de coisas e a pessoa que lhes deu os presentes ainda fez reverências excessivamente para eles.
“O que provocou o seu pai?” Yang Meng riu maliciosamente.
Bai Luo Yin soltou um longo suspiro, sua mão largada folgadamente no ombro de Yang Meng com uma aparência preguiçosa.
“Dois dias atrás, Jiang Yuan veio causar problemas na nossa casa. Estava tão caótico que os vizinhos na rua inteira ficaram estressados. Meu pai pensou que, sendo Ano Novo e fazer os vizinhos ouvir tudo era bem ruim, então ele está indo de casa em casa se desculpar.”
“É necessário se desculpar só por causa de uma coisa assim? Seu pai é consciente demais! Deixa eu lhe dizer, o dia inteiro minha mãe ruge no pátio. Não há um único dia que ela não ruja, e mais, ela ruge porque ela quer que os vizinhos escutem. Se ela e meu pai discutem a noite, todo mundo a uma distância de cinco casas poderia ouvi-los. No dia seguinte, é como se nada tivesse acontecido e eles se escoram orgulhosamente na porta e continuam os dias assim.”
Bai Luo Yin manteve sua quietude habitual.
Yang Meng olhou para Bai Luo Yin, que não havia feito nenhum som ou dito uma única palavra. Os olhos dele se moveram indo e voltando antes que seu cotovelo atingisse Bai Luo Yin.
“É mesmo, eu não pude lhe perguntar ainda, como estão as coisas entre você e Shi Hui?”
Bai Luo Yin retorquiu com apenas duas palavras, “Completamente terminadas.”
“Completamente terminadas?” Um ar de surpresa e espanto passou por Yang Meng.
Bai Luo Yin estava bem indisposto a discutir esse tópico. Ele só disse a Yang Meng que Shi Hui provavelmente voltaria para o exterior depois que o Ano Novo acabasse.
Yang Meng olhou arrependido para seu amigo; ele sentia uma grande pena com relação a esse assunto.
“Me diz, por que você não aproveitou uma oportunidade tão boa?”
Bai Luo Yin puxou a gola da camisa de Yang Meng e disse fracamente, “Não fale mais sobre ela. Por que você veio me procurar? Não pode ser porque meu pai foi na sua casa?”
“Não. Amanhã é o décimo quinto dia do primeiro mês no ano lunar, o Festival das Lanternas! Vamos dar uma volta na feira do templo [4] juntos! É clato ficar em casa o dia todo!”
Bai Luo Yin pensou sobre isso por um tempo. Não tinha nada para ele fazer em casa de qualquer jeito. Seria melhor ir aliviar seu tédio e afastar todas as suas inquietações.
“Okay. Então eu vou encontrar você amanhã de manhã cedo.”
______________________________
Notas de Tradução:
 [1] Névoa do nevoeiro? Bem pessoal... era assim que estava. Ehehehe Existe diferença entre os dois? Não e sim. Eles são basicamente a mesma coisa, a diferença está na visibilidade, sendo que o nevoeiro permite uma visibilidade bem menor que a névoa. Então, pensando assim, tem uma certa lógica. =)
[2] 同病相 (Tóng bìng xiāng lián): é um ditado que significa que aqueles que tem a mesma doença simpatizam um com o outro, ou “a miséria adora companhia”.
[3] 苦尽甘 (Kǔjìngānlái), literalmente significa: amargura termina, doçura começa; os tempos difíceis acabaram, os tempos bons estão apenas começando.
[4] Feira do tempo: Para os residentes de Pequim, visitar uma miaohui, ou feira de templo, só perde para o grande jantar em família quando celebrando o Ano Novo. Tipicamente realizadas em templos e parques, esses eventos de uma semana combinam religião, compras, cultura, entretenimento e comida, e são abertos a todos. Miaohuis traçam suas raízes desde a Dinastia Wei, mas hoje são reuniões alegres cheias de coisas para fazer.
Eu adoraria ir numa feira dessas (apesar de me sentir completamente perdida em lugares com muita gente hehe)!!!



11 Comentários

  1. Jiang pegou bem na testa kkkkkkkkk Mas tbm com uma mãe dessas, nem precisa de inimigos...Tô curiosa pra saber como vai ser o próximo reencontro do BLY com o Gu :O Oh God! Obrigada Lenaaaaa <3

    ResponderExcluir
  2. Bem feito pra ela,mereceu tudo oque foi dito

    To sentindo que o Bai vai encontrar o Gu Hai nessa festa(eesou dando uma de mãe Dina)
    Obrigada por traduzir Lenaa

    ResponderExcluir
  3. Tô ficando feliz agora 😋, sabia que o meu bb BLY não ia decepcionar e ia colocar a suposta no lugar dela, mas é melhor sempre ficar de olho, cobra adora atacar quando não tão percebendo

    ResponderExcluir
  4. Sofrendo da mesma doença, aiai guhai
    Valeu Lena

    ResponderExcluir
  5. Gentes e adoroooo se não fosse o capitulo q não será nomeado xd seria tudo perfeito!!!! Omg adeus Shipiranha! Adeus Falsa mãe sob Bay! A.m.e.i!! O q o Bay fez!! Muitoooo muitoooo kkkkk não sou nem falar! E o Gu... Omg! Omg

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigada Lena pela tradução, bjus.

    ResponderExcluir
  7. U.U parabens Bai...
    Menos uma pra te encher a paciência...
    Gente, cade o Gu Hai? O que ele ta fazendo?
    Eu sei que desejei que ele sofresse muito, mas isso não quer dizer que não goste dele. So quero que ele aprenda a lição de uma vez... Preciso saber como ele esta, o que ele ta fazendo... O que se passa na cabecinha dele? Ele não tem ninguém pra conversar ne...
    Hum... Mostra a cara ai Gu...
    😐
    Obg lenaaaa... Bjs bjs...
    ❤💜💛

    ResponderExcluir
  8. Obrigado, tbm louca para saber como esta o Gu Hai, bjss.

    ResponderExcluir
  9. Adorei ela mereceu...muito obrigada Lena!

    ResponderExcluir