Oiê povo! o/

Mais uma vez, desculpem a demora! Não precisam se preocupar, mesmo que eu demore pra atualizar as vezes, eu não vou parar de traduzir a novel ou a fic, ok? hehe

Aproveitem! ^^


Lena.


Cap. 12: Por que ele está sempre dormindo?


Tradução para o Inglês: Estreline


Desde que You Qi recebeu um saco de papel higiênico era como se ele estivesse possuído. Antes, ele assoava seu nariz muitas vezes no dia, mas agora estava ficando mais e mais ridículo. Ele podia até usar um rolo de papel higiênico em um dia. E toda vez, depois de assoar o nariz, ele virava a cabeça para trás e sorria, exatamente como uma garotinha e sua paixonite.

Bai Luoyin não aguentava mais isso. Mesmo com a altura de 1,80 m e um rosto como de Takeshi Kaneshiro, You Qi era simplesmente bem idiota.

“Eu já disse, não fui eu quem comprou o papel higiênico pra você. Você poderia, por favor, parar de fazer isso comigo?”

You Qi o ignorou, ele apenas assoava seu nariz ainda mais.

Finalmente Bai Luoyin sentiu que não tinha outra escolha além de aceitar isso e, sem levantar sua cabeça, ele terminou seu trabalho mais cedo. Suas pálpebras começaram a se fechar. Ele baixou a cabeça na carteira e adormeceu.

Ninguém se atreveria a acordá-lo. Metade das alunas da turma estavam interessadas em You Qi e a outra metade eram só nerds. Eles só jogavam jogos o dia todo, conversavam entre si, ninguém sequer notou que Bai Luoyin estava dormindo.

Mas é claro que tudo tinha uma exceção.

Tinha uma pessoa que não estava fazendo nada. Essa pessoa fez tudo rapidamente. Se outros estudantes precisavam de duas aulas para terminar o dever de casa, ele apenas precisava de meia hora para terminar. You Qi sempre se mexia para a esquerda e para a direita. Naturalmente, quando Gu Hai olhava naquela direção, ele olharia passando direto por ele, então a primeira coisa que Gu Hai via não era You Qi. Era Bai Luoyin.

Ele está dormindo de novo?

Gu Hai estava realmente se perguntando o que Bai Luoyin fazia toda noite? Como ele podia ficar sempre com sono? Ele está realmente dormindo ou apenas fingindo que dormia? Se ele estava realmente dormindo, então como ele conseguia dar a resposta certa toda vez que ele era chamado pelo professor?

“Pra quem você está olhando?” Uma voz pode ser ouvida de trás dele.

Os olhos de Gu Hai foram de Bai Luoyin para a garota em frente a ele. A aparência dela era exótica, sua voz doce. O sotaque dela era uma mistura de Hongkong e Taiwan, certamente dando arrepios.

“Você conhece ele?” Gu Hai apontou para Bai Luoyin.

Xiao Xuan olhou para Gu Hai. “Quem não conhece ele? Ele era o cara mais bonito na nossa turma. Eu o chamei para sair, mas foi uma pena ele não ter se apaixonado por mim. Eu vou lhe dizer uma coisa, ele é uma pessoa extraordinária, além disso ele é muito inteligente, depois você vai aprender sobre ele lentamente.”

Uma única sentença de Xiao Xuan certamente deixou Gu Hai interessado.
“Então, desde antes ele sempre dorme também?”

“É claro! Todo dia ele está sempre dormindo, antes de depois das aulas. E eu vou lhe dizer um segredo, não conte a ninguém. Bai Luoyin não tem mãe.”

Quando Gu Hai ouviu aquilo ele sentiu como se seu coração tivesse sido perfurado e se sentiu machucado. Sem mãe, para uma criança não saber como é estar nos braços da mãe é uma tragédia.

“Você está com calor? Eu notei que você está suando.”

Xiao Xuan pegou um pequeno leque, com uma bela postura ela começou a abanar Gu Hai, fazendo os garotos em volta deles tossirem.

Gu Hai apenas encarou o grupo de garotos e, de repente, eles todos ficaram em silencio.
Depois que a aula terminou, Gu Hai andou até a carteira de Bai Luoyin, ele olhou para onde Bai Luoyin colocava seu material. Tinha uma caneta e uma caneta à base d’água, tinha também uma caneta de caligrafia que geralmente era usada para prática. Uma garrafa de tinta de escrever de cinquenta centavos, ele a usava bem rápido. Ele não usava régua com escala e usava um estojo simples. Dentro de sua gaveta tinha a sua mochila, cheia de pontos de costura em todos os lugares de todas as cores, ficava bem na vista.

Depois da escola, um carro militar estacionou silenciosamente em frente à escola, não muito longe de uma grande árvore. Esse lugar supostamente não podia ser usado para estacionar, mas o número de licença do carro tinha o símbolo da mais alta autoridade da região. Esqueça estacionar debaixo de árvore, mesmo se ele estacionasse em cima da árvore, ninguém se atreveria a reclamar.

“Eu lhe disse várias vezes, não venha me buscar na escola. Eu vou pegar um táxi sozinho.” A paciência de Gu Hai estava se esgotando.

O motorista apenas sorriu e assentiu, “Você não tem medo de acidentes? O trânsito por aqui é realmente perigoso, os motoristas de táxi sempre dirigem mal. E se eles enganarem você? Venha, vamos entrar.”

Gu Hai deu uma olhada para o portão da escola e pegou o vislumbre de alguém. Ele rapidamente atravessou a rua antes que seu motorista pudesse reagir e parou um táxi.

*****

Um Comentário