Oi povo!!!
Capítulo 4, yay!!! \o/ 
Eu amo assistir às séries, mas ler as novels é tão legal, né? Dá pra entender os personagens muito melhor. hehe 
O que vocês acham?
Lina Jaeger.

______________________________________________________________

Cap. 4: O que você vê nela?


“Qual é o problema?”
“Aqueles dois disseram que estavam sendo seguidos por policiais à paisana no dia anterior e eles estavam com medo que a polícia descobrisse os detalhes, então eles jogaram seus equipamentos e correram”.
“Que tipo de detalhes?”
“Eh... Que eles eram só falsos repórteres...”
“Quem disse que apenas repórteres de verdade têm permissão de carregar câmeras de vídeo?”
“Mas eles estavam usando falsos crachás de repórteres no peito...”
“Então deixe-me perguntar isso, como eles descobriram que estavam sendo seguidos pela polícia?”
“A polícia não hesitou em persegui-los, e eles entraram em pânico, então...”
“Perseguiram?” Gu Hai estava furioso, enrijecendo seu corpo de leopardo* no sofá. “Você contratou um bando de patetas? Ou polícia? Eles eram bandidos e só aconteceu deles chamarem a atenção de bandidos”.
“B-b-b-b-bandidos?... De jeito nenhum isso poderia acontecer?”
“De jeito nenhum?” Gu Hai fechou os olhos e inspirou. “Então reze e me diga, onde está o equipamento agora? Depois daqueles dois fugirem, onde eles deixaram o equipamento?”
A pessoa que estava sendo interrogada não ousou abrir a boca.
Gu Hai parou e acenou a mão. “Você pode ir agora.”
A casa ficou em silêncio e Gu Hai apertou a ponte de seu nariz, relembrando o que tinha acontecido com o vestido de casamento ontem. Sua mente voou para como ele sentiu como se estivesse sentado em um trono cheio de esperança, e como tudo caiu por terra no fim.
Pensando naquilo, ele tinha sido muito ingênuo.
Mesmo que a dupla tivesse entrado em cena e conseguido destruir o casamento, como as consequências teriam mudado?
Nada teria acontecido.
No fim, o pai que ele sempre tinha admirado teria simplesmente pegado a mão de outra mulher e refeito seus passos pelo salão do casamento. E sua mãe, por outro lado, ainda estaria em frieza mortal em seu caixão. Ela ainda teria morrido pelo seu marido e seu último sorriso em seu leito de morte permaneceria inalterado.
Gu Hai ficou de pé, sozinho, à janela e olhou para fora. Mãe, eu sinto sua falta.
“Xiao Hai, eu sou sua tia. Os preparativos já foram feitos? As estações de televisão estão esperando. Se apresse e me envie as coisas que preciso”.
“Se foram.”
“O que se foi?”
“Humm, eu vou lhe dar duas novas fitas o mais rápido possível.”
Gu Hai desligou e, ao mesmo tempo, seu pai e madrasta chegaram. Esse seria o primeiro jantar que eles dividiriam como uma família.
Gu Hai comeu com sua cabeça abaixada, cuidando de sua vida e sem falar o tempo todo.
Gu Weiting lançou um olhar a Gu Hai. “Por que você está tão quieto?”
“Não se deve ficar em silêncio durante o jantar?”
“Eu lhe permito falar hoje.”
“Reportando ao General: eu não tenho nada a dizer.”
“Há há há...”
Uma leve risada tilintante ressoou na tranquila sala de jantar, quase fazendo Gu Hai engasgar. Falando honestamente, nos últimos dez anos, ele nunca tinha escutado um som tão refrescante na sua casa antes.
Gu Weiting há tempos já se acostumara com isso. Sem uma mudança em sua expressão facial, ele passou um pedaço de lenço para a mulher ao seu lado e disse com uma voz grave, “Aqui, limpe sua boca. Você parece como se estivesse prestes a esguichar seu arroz.”
“Desculpe, desculpe.”
Jiang Yuan deu um riso abafado enquanto limpava sua boca, seu olhar pousando em Gu Hai vez ou outra. Vendo que ele nunca se preocupava consigo mesmo, ela pegou um pedaço de carpa e colocou no prato dele.
“Aqui, coma mais.”
Gu Hai, mais uma vez, foi pego de surpresa por essa mulher.
Ele sempre se perguntara por que Gu Weiting tentaria encontrar outra mulher que fosse tão bonita quanto sua mãe, mas olhando para a mulher a sua frente, ele percebeu que, apesar de ela ser nova e bonita, não tinha nada bom sobre ela. O sorriso dela carregava uma sugestão de deboche e ela tinha uma postura similar à de uma camponesa.
O que Gu Weiting sequer via nela?
Poderia ser que ele tenha tido iguarias demais para comer e queria tentar comer merda uma vez?
“Traga seu filho amanhã para que ele more conosco.”
Tudo o que precisou foi essa única frase de Gu Weiting para azedar a atmosfera.
Gu Hai permaneceu quieto e, julgando pela expressão de Gu Weiting, ele já tinha alguma ideia no que viria a seguir.
“Xiao Hai”, Jiang Yuan sorriu, “Meu filho é da sua idade e vocês tem temperamentos similares também. Eu acho que vocês dois seriam realmente compatíveis.”
“Se ele vier, eu saio.”
Apenas uma frase dita por Gu Hai causou toda a queda do raciocínio de Jiang Yuan.
Gu Weiting estava completamente lívido. “Nesse caso, você pode sair agora.”
Gu Hai se levantou e sua ação foi copiada por Jiang Yuan.
“Não brigue com seu pai”, ela pediu desesperadamente. “Eu nunca realmente pensei em trazer meu filho aqui. Ele é mais próximo do pai dele e não se acostumaria a viver comigo.”
Um homem de quarenta anos, uma mulher divorciada e o filho de dezessete anos dela. Gu Weiting, você realmente sabe como se deixar confortável. Você vai abandonar a esposa que ficou com você por vinte anos?, Gu Hai pensou.
“Independentemente dele vir ou não, eu ainda vou sair.”
O rosto de Gu Weiting estava tempestuoso como sempre. Não importa o quão ereto ele permanecesse, seus ombros não podiam evitar de tremer.

Gu Hai ignorou o par de olhos ardendo de raiva atrás de si. Ele sempre quisera sair, mas sempre lhe faltava a motivação para fazê-lo. E agora ele finalmente tinha a chance de fazer.

_______________________________

*Nota de tradução:

- Em inglês está "leopard-like body, o que é uma comparação do corpo de Gu Hai ao de um leopardo. Não me perguntem por que. kkkkkkk Acredito que quer dizer que ele é grande e/ou sensual. hehehe XD

3 Comentários

  1. Numca vi uma série que me deixou tão emocionada como essa.

    ResponderExcluir
  2. Não gosto nessa mãe de yin carinha de raiva quando fala dela ����������������

    ResponderExcluir
  3. Agora vou dizer que homens de corpão são leopardos kkkk

    ResponderExcluir