E aí, galerinha! ^^/

Vamos de HaiLuoyin de novo porque eu não aguento mais esse lenga-lenga desses dois. Huhauhauhauhau XD Quero logo os dois juntinhos e se amando, como deve ser! Então vamos tentar acelerar isso, sim? (só depende de mim, né? XD)

Beijos~         
Lena.
____________________________________________




[Vol. 2] Cap. 16: Durante um momento de vida e morte.




Depois que Gu Hai prometeu ajudar Yan Ya Jing, ele foi informar Gu Wei Ting sobre a situação logo no dia seguinte.
Ao ouvir essa notícia, Gu Wei Ting ficou radiante de felicidade e não reclamou da decisão repentina ou buscou o lado da mulher para descobrir as circunstâncias deles. Ele meramente assentiu a cabeça repetidamente e deu um simples ‘okay’. Por algum motivo, ele agiu como se o filho não fosse um solteiro altamente procurado considerado ser o ‘Sr. perfeito’, mas sim um perdedor que procurava por uma esposa o dia inteiro. Independentemente de que tipo de pessoa a mulher fosse, contanto que ela estivesse disposta a ficar com ele, Gu Wei Ting aceitaria satisfeito. [Lena: Homem ridículo. Se vc o considera uma pessoa tão inferior assim, deixa ele seguir a vida dele e não se mete mais! ┌∩┐(_)┌∩┐]
Na verdade, fazia um longo tempo que Gu Hai não via aquele tipo de sorriso no rosto de Gu Wei Ting.
Depois de descobrir que Bai Luo Yin não fora para o exterior, mas sim havia se alistado nas forças armadas, Gu Hai vinha querendo questioná-lo pessoalmente, no entanto, depois ele dispersou essa ideia completamente. O pai dele havia realmente envelhecido e essa velhice não era mostrada em sua aparência externa, mas sim em sua atitude com relação a seus filhos. Gu Hai não conseguia lembrar claramente quanto tempo fazia desde que Gu Wei Ting tinha gritado com ele ou repreendido. Parece que quando seus pais pedem a sua opinião antes de tomar decisões, esta é aprova de que eles realmente envelheceram.
No dia 26 do mês Lunar, Gu Wei Ting e Jiang Yuan finalmente conheceram os pais de Yan Ya Jing.
Para dar uma boa impressão a seus futuros sogros, a mãe de Yan Ya Jing fez um esforço extra em se arrumar antes de sair do hospital, contudo era impossível esconder a condição mórbida que seguia no rosto dela. O pai de Yan Ya Jing era um oficial sênior no governo da Província de Shandong e tinha encontrado Gu Wei Ting uma vez. No entanto, como isso havia acontecido alguns anos atrás, nenhum deles tinha nenhuma lembrança disso.
Logo as duas famílias influentes sentaram-se em volta da mesa, todos apresentando expressões extremamente satisfeitas e alegres.
Gu Hai foi o primeiro a pegar a mão de Yan Ya Jing antes de se levantar com ela. Então ele olhou para Gu Wei Ting e Jiang Yuan e disse, “Esta é minha namorada, Yan Ya Jing.”
Yan Ya Jing manteve olhou cuidadosamente enquanto falava, “Tio, tia, olá.”
Jiang Yuan sorriu e disse, “Que inesperado! Yan Ya Jing é tão bonita.”
“Obrigada, tia,” respondeu Yan Ya Jing, sentindo-se ligeiramente envergonhada.
Vendo sua futura nora pela primeira vez, Gu Wei Ting não podia evitar de dizer algumas palavras cordiais, “Meu filho não tem nenhuma habilidade excepcional ou paciência, e às vezes ele não consegue controlar o temperamento dele. Tudo isso ele puxou a mim. É inevitável que vocês se desentendam aqui e ali uma vez que começarem a viver juntos. Quando este momento chegar, eu espero que você possa tolerá-lo e perdoá-lo--.” [Lena: Aposto que ele tá só repetindo a fala do pai dele quando conheceu a mãe do GH igual um papagaio. ¬.¬]
Sentado ao lado, Sr. Yan interrompeu, “Lao Gu, você está sendo modesto demais. Poder casar com Xiao Hai é a benção de nossa filha,” ele mudou seu olhar carinhoso na direção de Yan Ya Jing antes de falar com um tom bem amoroso, “Nós só temos essa filha aqui, que sempre foi mimada desde pequena. Mesmo com esta idade, ele ainda não sabe cozinhar. Francamente, nós ficaremos contentes se sua família não botá-la para fora.” [Lena: Pouha, vocês realmente sabem demonstrar o amor de vcs pelos filhos, heim? XD]
Ouvindo estas palavras, até a Sra. Yan começou a rir e assentiu em concordância.
Yan Ya Jing apresentou Gu Hai a seus pais mais uma vez. Gu Hai levantou e respeitosamente ofereceu uma taça de vinho ao Sr. Yan e brindou com ele antes de dizer algumas palavras simples a eles.
Observando o comportamento de Gu Hai, Sr. Yan estava muito satisfeito com este futuro genro. Ele realmente era digno de ser o filho de um General. Cada um dos movimentos dele mostrava um ar dominador que não era nem covarde, nem impetuoso, além disso ele falou de modo sensível e agiu sagazmente. Poder confiar sua filha a esse tipo de homem certamente os deixaria tranquilos.
Enquanto eles comiam, Jiang Yuan cutucou Gu Wei Ting antes de rir levemente e dizer, “Lao Gu, olhe para eles dois. Não parece que quanto mais você olha, mais eles são adequados um para o outro?”
Um simples sorriso surgiu nos lábios de Gu Wei Ting, mas ele permaneceu em silêncio.
De repente, Sr. Yan perguntou inocentemente a Gu Wei Ting, “Você não tem outro filho?” [Lena: Isso, tio! Pode cutucar a ferida, por favor!!!]
Ouvindo isso, Jian Yuan se mexeu para responder, “Sim! Aquele nosso filho é um piloto da Força Aérea. Ele também faz 26 anos este ano e já é um Major ns forças armadas.” [Lena: Não graças a vocês dois, então pode parar de se gabar. ( )]
Sr. Yan olhou para Gu Wei Ting e Jiang Yuan com inveja enchendo seus olhos e perguntou de novo, “Então, aquele filho já é casado?”
“Ainda não.” Jiang Yuan hesitou por um momento, então sorriu, “Mas isso deve acontecer em breve..... muito em breve.”
Uma explosão de luz cruzou os olhos de Gu Hai.
Em segundos, a voz rouca da Sra. Yan soou, “Já que acontecerá em breve, por que não deixamos eles realizarem os casamentos juntos? Desse jeito vocês poderão realizar os sonhos de vocês dois ao mesmo tempo.”
“Aquele nosso filho não está com pressa. Não ajuda que, atualmente, ele tenha tantas missões importantes para priorizar antes. Além disso, como o estilo de vida dele ainda não está muito estável, não será tarde demais pensar nisso depois. É importante que nós cuidemos primeiro do noivado de Xiao Hai, se eles forem atrasados por mais tempo, então nós seremos aqueles que se arrependerão mais!”
“Sim, sim,sim..... veja, minha saúde não está boa. Eu estive esperando ansiosamente para ver minha filha casada já há um tempo.”
“Você deve estar feliz de ver que sua filha se casará em breve. Talvez essa doença seja curada.” [Lena: Eu não duvido de nada, ela tá me parecendo bem demais para quem está em estágio terminal de câncer de pulmão... -_-“]
A refeição foi comida com um incomparável sentimento de harmonia enquanto as duas famílias riam e conversavam alegremente. E, como Yan Ya Jing sempre pegava alguma comida e colocava no prato de Gu Hai, era impossível ver, mesmo um pouco, que esse doce casal estava fingindo.
Fazia um longo tempo desde que Gu Wei Ting tinha bebido tanto. Como resultado, ele vacilava um pouco quando andou em direção ao banheiro, então Gu Hai teve que apoiá-lo no caminho até lá.
Quando os dois estavam lavando as mãos, Gu Wei Ting falou ‘filho’ de repente, fazendo Gu Hai virar a cabeça para ele. O olhar intenso e afiado que geralmente marcava os olhos de Gu Wei Ting tinha desaparecido e até seu tom de voz estava marcado com um toque de intoxicação.
“Na verdade, o pai sabe que você tem sofrido nos últimos oito anos......”
À essas palavras, a mão de Gu Hai fez uma pausa. A água da torneira que ainda não fora fechada fluía incessantemente na cuba da pia, exatamente como os pensamentos e a tristeza que fluíram infinitamente todos esses anos.
“Pai, você bebeu demais. Vamos sair agora.”
Gu Wei Ting abanou a mão, “Eu não bebi muito.”
Com isso, Gu Hai simplesmente o puxou para fora.
Não importa o que eu diga agora, é completamente inútil. É melhor deixa-lo passar este ano pacificamente!
___
Com apenas um olhar, os dias voaram rapidamente para o dia 28 do mês Lunar.
No início da manhã deste dia, Yan Ya Jing foi puxada para dentro do provador para começar um dia muitas e complicadas sessões de preparação. Quando ela finalmente emergiu um pouco depois, seu entorno foi imediatamente preenchido por gritos altos e, não era de surpreender, muitos daqueles gritos vieram das colegas dela que foram convidadas. Agora, com a câmera que haviam preparado mais cedo, elas se apressaram a aponta-la para Yan Ya Jing e tiraram fotos dela loucamente. Depois que tinham terminado com isso, elas permaneceram para trocar algumas palavras umas com as outras, o que fez o salão de banquetes inteiro ser preenchido com excitação e vivacidade.
Assim que chegou às dez horas, todos os convidados começaram a entrar no salão um a um.
Gu Hai estava de pé em um ponto não muito longe de onde era a entrada. Toda vez que ele via pessoas mais velhas ou amigos com quem ele tinha familiaridade, ele educadamente dava um passo à frente e os cumprimentava com algumas palavras gentis.
Ele estava esperando por outra pessoa o tempo inteiro. Esse tipo de antecipação deixava uma sensação que parecia como ser devorado até os ossos por um milhão de formigas de fogo. Ele não entendia porque estava esperando ou o que ele diria assim que aquela pessoa aparecesse. Era um sentimento de recusa a ser convencido até você se deparar com a realidade sombria.
Pouco depois, duas silhuetas muito familiares apareceram na linha de visão de Gu Hai.
Vendo-os, os olhos de Gu Hai foram imediatamente tocados com calor. Apesar dele ter se preparado mentalmente antes, no momento que ele viu Bai Han Qi e Tia Zou, ele ainda achou um pouco difícil respirar.
Bai Han Qi claramente havia envelhecido e até se curvava um pouco quando andava, mas o rosto dele ainda carregava o mesmo sorriso caloroso, como carregava antes. Tia Zou, por outro lado, ainda apresentava a mesma aparência honesta e simples enquanto seguia ao lado de Bai Han Qi revelando uma expressão preocupada de tempo em tempo.
Assim que viu Gu Hai do outro lado, os passos de Bai Han Qi fizeram uma parada.
O pirralho fedido que o chamava de ‘Tio’ naquele tempo agora estava vestido impecavelmente em ternos e gravatas enquanto estava parado elegantemente na frente dele. Em um flash, oito anos se passaram, o filho que uma vez havia se atirado ao chão e ajoelhado diante de seus pés tinha se alistado por causa dele. E agora, a pessoa que entrou e ficou no túnel escuro e solitário, passando fome pelo seu próprio filho, também entraria em um salão de casamento. [Lena: ç_ç]
Gu Hai andou para o lado de Bai Han Qi e seu tom estava um pouco instável quando ele falou.
“Tio, tia, você estão aqui.”
Tia Zou estava espantada quando estendeu a mão para pegar o braço de Gu Hai e apertar com alguma força enquanto olhava para ele de cima a baixo, então, com uma expressão maravilhada, ela se virou para Bai Han Qi, “Esse..... esse não pode ser o Da Hai, certo?”
Que besteira você está dizendo? Por quem nós estamos aqui hoje?”
Agitado emocionalmente e sentindo-se bem empolgada, Tia Zou disse incessantemente, “Só olhe, olhe, essa criança realmente mudou tanto!! Eu mal pude reconhece-lo! Em meu coração, você ainda é aquele estudante do ensino médio que era sempre o primeiro a aparecer na minha barraca de café da manhã todos os dias. Em apenas um instante você já tem sua própria empresa!” [Lena: Droga, tia Zou, tá fazendo bater uma nostalgia dolorosa aqui. >_<]
Bai Han Qi deu tapinhas no mobro de Gu Hai e disse alegremente, “Meu filho, o tio está aqui para parabeniza-lo!”
Gu Hai lembrou que, oito anos atrás quando eles confessaram o relacionamento deles para Bai Han Qi, ele também tinha tocado no ombro dele deste jeito, mas, daquela vez, ele não dissera nem uma palavra.
Calmamente separando seus sentimentos, Gu Hai guiou Bai Han Qi e Tia Zou para a área de assentos dos convidados.
No caminho, Gu Hai perguntou casualmente, “Por que Tong Tian não veio?”
Tia Zou simplesmente riu, sentindo-se um pouco envergonhada, “Tem trabalho demais no ensino médio que ele tem que acompanhar e estão bem acumulados. Ele também tem uma prova de fim de semestre se aproximando. Então eu disse que ele não podia vir.”
Ouvindo isso, os olhos de Gu Hai ficaram vermelhos. Em seu coração, Meng Tong Tian ainda era o moleque que sempre abraçava suas pernas o dia inteiro e o chamava de ‘Gege’.
“Ah, é mesmo, como está a saúde do vovô e da vovó?” perguntou Gu Hai, lembrando da presença calorosa deles sempre que ele visitava.
Bai Han Qi respondeu fracamente, “Um faleceu dois anos atrás e o outro faleceu ano passado.” [Lena: Ugh........ 。゚( )゚。]
O coração de Gu Hai desabou, impedindo-o de perguntar novamente.
Ele sempre lembrava que Vovô Bai adorava sentar em um banquinho dobrável e usava um pedaço de papel retangular para enrolar os pedaços partidos de folhas de tabaco antes de fumar este com um sopro de cada vez. Uma vez ele foi pedir ao Vovô Bai que enrolasse um para ele e, quando ele deu uma tragada, ele descobriu que aquilo era especialmente forte. Quando Vovô Bai viu sua expressão distorcida, ele até havia rido maliciosamente, revelando seu conjunto incompleto de velhos dentes bem danificados.
“Nem mesmo você pode dominá-lo?” [1]
“Companheiro Liu Shaoqi foi aquele que nos griou a plantar este lote de cultivo.” [2]
“Mao Dūdū é o sol vermelho, mais, mais vermelho.” [3]
[N/T: (1) referência ao capítulo 38, onde GH está contando à Vovó Bai que ninguém na escola consegue dominar BLY e ela faz essa pergunta a ele; (2) Referência ao capítulo 49, em que GH está conversando com Vovó Bai depois do jantar; (3) Referência ao capítulo 93, onde vovó Bai interrompe GH e BLY para fazer um comentário sobre o assunto que eles estão estudando. As falas podem estar diferentes nos respectivos capítulos porque os tradutores do inglês eram diferentes.] [Lena: Waaaa~~~ Vovó Bai~~ 。・゚・(*ノД`*)・゚・。]
___
Depois que Bai Luo Yin lavou o rosto e se trocou para seu uniforme militar, ele parou na frente do espelho emitindo uma aura ameaçadora, porém heroica.
O carro tinha sido preparado para ele há um longo tempo e o motorista estava parado firmemente do lado de fora esperando por ele. Bai Luo Yin convenientemente pegou o convite sobre a mesa e encarou silenciosamente os dois caracteres enunciando o nome de Gu Hai. Então ele fechou o envelope e deixou que seus passos rígidos se movessem para a porta.
O clima no lado de fora estava amargamente frio e perfurava profundamente os ossos.
Exatamente quando Bai Luo Yin estava prestes a entrar no carro, ele repentinamente viu duas figuras familiares vindo pelo lado.
A mão dele voou e agarrou um deles, “Para onde vocês estão correndo freneticamente?”
“Tem uma missão urgente. Você não foi informado?”
Bai Luo Yin ainda ia responder quando os dois correram rapidamente.
“Você pode esperar por mim aqui por um momento,” disse Bai Luo Yin enquanto jogava sua carteira para o motorista e corria atrás daqueles homens.
“Agora que o avião inimigo entrou ilegalmente no território do nosso espaço aéreo, nós precisamos despachar dois aviões de combate urgentemente para intercepta-lo. Como nós somos incapazes de determinar precisamente a velocidade e desempenho deste avião, suas vidas podem estar em risco a qualquer momento. Este é o momento em que vocês serão colocados a teste. Eu não vou dizer mais nada. Escrevam seus testamentos!”
Ouvindo essas palavras, a cor nos rostos deles, de repente, ficou de um pálido mortal. Apesar dos dois serem homens firmes e obstinados, e de terem passado por incontáveis práticas de combate real, quando se trata de um momento de vida ou morte ninguém se atreveria a assentir precipitadamente.
“Vocês querem desobedecer uma ordem direta?” A expressão do Chefe de Pessoal afundou com seriedade.
Com isso, os corações deles dois caíram imediatamente em uma ravina profunda.
De repente, uma voz soou vinda detrás deles.
“Eu vou.”
A expressão do Chefe de Pessoal relaxou assim que ele viu Bai Luo Yin parado a uma distância não muito grande.
Bai Luo Yin estava excepcionalmente calmo, “Eu vou. Eu não preciso escrever um testamento.”
*****
Lena: ..... Yin Zi prefere ir pra uma missão arriscada do que ver Da Hai noivando.... ´ç_ç`

18 Comentários

  1. Gente que noite mais complicada para mim passando por alguns problemas lena vem me alegrar na minha noite mas começa o le começa a chorar também é difícil ver esses dois nessa situação mas obrigado Lena por mais um capítulo e tô correndo para ler o Outro beijos

    ResponderExcluir
  2. Quando a Miss chai nomeou esse novel com o título "Are You Addicted?" e segue com a Citação "Algumas pessoas são como drogas, um vez que você experimenta você fica viciado para sempre"... é claro que ela estava descrevendo a relação de GU Hai e Bai Luo Yin...
    Mas ela poderia te sido honesta e ter feito uma errata com a citação correta "Alguns novels são como droga, uma vez que você começar a lê-los você ficará viciado pra sempre". Não é mais justo???? Pense num título que se encaixou perfeitamente com o corpo da obra...totalmente viciante, quanto mais vc lê mais quer.
    Uma das coisas que mais temo são essas missões a pessoa nunca sabe como elas terminarão...Pq se tem uma coisa que tenho aprendido com novels, filmes e séreis chineses (asiáticas de um modo geral) é que eles adoram um tragedia. Éguaaaa. de um povo pra gosta de desgraça viu!
    BLY, vc é um covarde mesmo, prefere ir a uma missão a correr atrás do Boy...
    GH, não achas que estais levando essa historia longe demais??? RAIVA MORTAL DESSES DOIS!
    Lena, seus comentários entre o corpo do texto são de fato um atrativo extra que sempre consegui suprimir a tensão do capítulo. Menina e aquele comentário do GWT (pai papagaio), rindo horrores só de lembrar...
    Obrigada, obrigada e mais obrigada!

    ResponderExcluir
  3. miga Ana Luísa Esse vício que é addicted eu já estou a ponto de enlouquecer vejo também várias séries e filmes dessa origem orientais Mas fico bastante assustada com o finais dessas séries em particular Por que sempre resulta em uma tragédia de um dos personagens principais morrerem de um acidente ou de uma morte bem trágica. Eu sou apaixonada por esses dois garotos porque os Escritores são muito dramático e adoro uma tragédia então eu fico muito ansiosa com o final dessa série fico pensando quando eles ficaram juntos ou se no fim a gente vai chorar bastante sem nenhuma boa novidade é difícil eu não vou incomodar mais se não vou ficar escrevendo a noite inteira mas eu adorei seu pensamento uma boa noite beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaqueline, eu acho que tem uma mensagem subliminar nesse titulo...kkkkkkk, estou brincando não acho nada disso foi só algo que eu lembrei...
      A verdade é que a autora é uma das melhores e sabe como envolver seu leitores.
      Bjos

      Excluir
  4. Gente, vovô e vovó Bai morreram!! Só tristeza... essa nostalgia só me fez chorar!! Ai, BLY querendo se arriscar assim! Não pode, filho! Por favor, não faça isso!

    ResponderExcluir
  5. Meu coração tá batendo forte...Lena obrigado por não deixar nos sem leitura diária, realmente é um vicio.

    ResponderExcluir
  6. Nossa. Esse capitulo mexeu comigo... Essa cena de família feliz foi... E o pai do Gu tem a cara de pau de falar que sabe que o filho sofreu! Fdp! Alem disso, meu coração ficou destruído com o reencontro do Gu com o papai Bai! Poxa... Eu amo esses personagens! Eles São incríveis. Fiquei triste com as lembranças do vovó e vovô Bai... Poxa... Esse encontro fez o coração do Gu bater mais forte. Espero que os dois tenham seu grande encontro agora

    ResponderExcluir
  7. aaaaaaaaaaaah, eu não aguento mais isso!!!!!!!!!11

    ResponderExcluir
  8. Já estou ansiosa novamente pro próximo capítulo,essa droga é a melhor,não consigo ficar sem minha novel 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻Mim sentido apaixonada ❤️❤️❤️❤️❤️❤️

    ResponderExcluir
  9. E realmente dá muito medo o BYL saindo para uma missão arriscada estando com o psicológico tão bagunçado, mas eu tenho fé que eles ainda vão se entender. Obrigado Lena saindo rápido para ler o próximo capitulo

    ResponderExcluir
  10. A eu tô sentindo a mesma dor do ynzi. O lena obrigada vc como sempre maravilhosa bjs amada

    ResponderExcluir
  11. meu deus eu to sofrendo de verdade! PQ EU ESTOU SOFRENDO DE VERDADE? AAAAAAA QUE DROGAA
    Eu já até sei o que vai acotecer, BLY vai se ferrar, eu sei disso. (só espero que o Gu Hai saiba e vá correndo atrás do seu Baobei no meio do casamento e deixe aquela mulher no altar e dane-se, não ligo pra ela mesmo)

    ResponderExcluir
  12. Faço-me sempre essas duas perguntas:
    POR QUE EU SOFRO DE VERDADE COM ESSA NOVEL?
    POR QUE NÃO VEJO ESSE CASAL COMO UMA FICÇÃO?
    Isso nunca tinha acontecido comigo,mas Heroin, Hailuoyin vieram para me lascar todinha, meu emocional fica perturbado. Todas passagens dessa novel, imagino os dois bebês na série e na vida real. Fazer o quê? Na verdade, quero continuar no vício, porque este é bom demais da conta.

    ResponderExcluir
  13. Sobre o capítulo de hoje, prefiro nem comentar porque fico arrasada, tão triste com essas histórias de separação e os bebês com essas bruxas.
    Mas ler a LENA toda íntima do pai da nojenta da YY Juang, chamando-o de tio e falando que ele pode cutucar as feridas GWT foi muito engraçado. Ri muuuuuito. Kkkk
    Esses dois nos deixam loucas mesmo, porque tenho certeza que a LENA, nem em sonho quer o pai da YYJ como tio e de repente, estava ela lá nos seus comentários hilários chamando o homem de tio. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  14. eu nao to sofrendo tanto.. se Baiacú é burro o suficiente para querer morrer ao invés de lutar pelo amor da vida dele (que lutou por ele, procurando-o por muitos anos sem êxito)... que o faça

    ResponderExcluir
  15. Que emocionante o encontro do Gu Hai como papai Bai e a tia Zhou, chorei de verdade nessa cena... Aí pra acabar de vê com meu psicológico vem o Luo Yin preferindo a possibilidade da morte😢

    ResponderExcluir