Oi gente!

Me desculpem por não ter postado LtS ontem, a culpa é minha. hehehe Mas aqui está o capítulo "pervo", como diz o Jhuny. XD

Sendo assim:

ALERTA DE LEMON! hehehe
____________________________________________________________




Capítulo VIII

Tradução: Jhuny


O sol de outono se pôs cedo e a noite gradualmente se infiltrou, assim como os beijos do homem diante dele.
Shen Liangsheng pegou a mão esquerda de Chin Ching e começou a beijá-la da ponta dos dedos, avançando cada centímetro.
O traje habitual de Chin-taifu era o de um estudante confuciano, um manto de mangas compridas que facilitava o outro para empurrar a manga para trás até pendurar em dobras soltas no cotovelo, revelando o antebraço nu do médico. Os gentis beijos e mordidas do homem na pele macia ao longo da parte inferior do braço criaram uma dor persistente e entorpecida.
Ele se virou de volta para se apoiar na bancada, e Shen Liangsheng ergueu o médico pela cintura com um braço na bancada.
“Não é de admirar que os santos1 dissessem...” ao ver que o homem não tinha planos de mudar de lugar, Chin Ching usou a mão livre para afastar os frascos e garrafas, limpando a superfície: “... o que o homem mais deseja é comida e sexo2”. [N.T. 1 - O “santo” chinês significa um homem perfeito que é o mais inteligente e moralmente correto. As figuras consideradas como “santos” incluem os Três Reis e Cinco Imperadores e os grandes filósofos como Confúcio, Mencius e Lao-Tze / N.T. 2 - Chin Ching cita tanto Mencius como o Livro dos Ritos. Traduções: AQUI (seção 19) e AQUI.]
Talvez o homem mais alto tivesse se cansado de sua prolixidade, pois ele deixou suas mãos fugirem da cintura do médico e pressionou os dedos nos lábios, acariciando delicadamente.
Chin Ching abriu sua boca, e prendeu os seus dentes no dedo indicador do homem e lambeu a ponta. Shen Liangsheng suavemente mexeu os dedos e abriu à boca do médico, deslizando seu dedo médio pelo músculo da cavidade rosada. Ele logo colocou dois dedos e começou empurrar para frente e para trás, fazendo Chin Ching sentir como se estivesse chupando outra coisa ao invés de dedos.
Quando os dedos foram longe demais, Chin Ching não pôde evitar tossir. Olhando através do crepúsculo para o homem, ele agarrou o pulso de Shen-hufa e moveu sua mão um pouco até que ele só tivesse a ponta dos dedos nos lábios: “Eu te amo”.
Permanecendo em silêncio, Shen Liangsheng virou o médico com suas mãos e o colocou na bancada antes de começar a tirar suas roupas -  roupa de cima, roupa de baixo e, finalmente, a camiseta – até o peito do médico ficar totalmente exposto.
As noites de outono eram geladas, e quando o brilho frio entrou pela janela aberta, arrepiando a pele, o único calor que Chin Ching podia sentir era o da respiração quente soprando em um ponto no seu peito. Shen Liangsheng estava chupando seu mamilo esquerdo, lambendo e brincando com a pequena protuberância até que ela ficou inchada e dura contra seus dentes. Ele então se apertou ligeiramente sobre ele, suavemente lambendo e puxando. A dor aguda, e ainda mais a alegria implícita, se misturavam fazendo Chin Ching empurrar seu peito pra frente. Seu outro mamilo ficou alerta sem qualquer estimulo, e por causa da falta disso, ele ficou um pouco dolorido.
Depois do que pareceu uma eternidade, os lábios de Shen Liangsheng finalmente se moveram para baixo. Quando chegaram ao umbigo, sua língua girou em torno daquele pequeno buraco duas vezes e rapidamente adentrou, lambendo tudo várias vezes antes de mudar para um movimento no qual ele empurrava a sua língua para mais fundo.
Chin Ching sentiu como se houvesse um tendão que ligasse sua barriga a sua virilha, e cada puxão em uma extremidade enviava estímulos para a outra ponta. Sua ereção suave parecia estar sob o comando da ponta da língua do homem, endurecendo com cada impulso.
Ele de repente, agarrou Shen Liangsheng pelos cabelos, repetindo suas palavras anteriores: “Eu te amo!”.
Shen Liangsheng parou o movimento com a boca e começou a puxar as calças do médico junto com seus calçados e meias. Ele abriu as pernas e acariciou as coxas internas provocativamente.
“Talvez eu não devesse, mas depois de considerar dois meses, eu ainda te amo!”.
A lua subiu acima das copas das árvores e brilhou na sala. Chin Ching estava deitado na bancada com suas roupas superiores espalhadas de cada lado e sua metade inferior completamente nua. Por causa dos anos de cuidados médicos, sua pele era boa e lisa e parecia naturalmente pálida sob a luz da lua.
“Você sabe, Shen Liangsheng? Eu amo você!”.
Como se chorando, Chin Ching continuava repetindo as mesmas palavras. Seus olhos, no entanto, estavam totalmente conscientes e presos aos de Shen Liangsheng com seu olhar quente e sincero.
“Você sabe? Eu te amo!”.
Shen Liangsheng lentamente colocou uma mão para frente e colocou um dedo no membro duro do médico, deslizando da cabeça ao longo do corpo comprido para pegar uma mecha de cabelo e enrolá-la em seu dedo. Quando ele abriu a boca, ele repetiu sua declaração anterior: “Eu sei!”.
Chin Ching ainda segurava um fio de cabelo do homem, mas deixou ir depois de ouvir suas palavras. Ele sorriu e suspirou suavemente: “Isso é bom!”.
Sem responder, Shen Liangsheng chegou ao lado da tigela com um pouco do mingau que sobrou e colocou a mistura fresca e grossa na base do membro do médico.
Após o tratamento adequado, o arroz já havia derretido na água, e o líquido pegajoso desceu lentamente ao longo da fenda sobre a entrada.
Sheng Liangsheng passou um dos dedos no mingau usando-o como lubrificante, e depois de alguns movimentos superficiais, ele inclinou o dedo ligeiramente e começou a explorar o contorno sensível. Chin Ching era um médico e sabia exatamente pelo que o homem estava procurando. As palavras de Miao Jan de alguns meses atrás surgiram em sua mente, e ele se perguntou se a seita Hsing também tinha um mantra shuang-hsiu para dois homens praticarem sexo.
Ele esgueirou uma mão para a virilha do homem mais alto e encontrou a masculinidade dura e sua forma bem definida, mesmo sobre várias camadas de tecido. Ele julgou que aquilo que estava tocando, era a cabeça, rindo. “Eu pensei que você não conseguia entender”. Ele provocou, mas ele sabia muito bem que o amor era pouco mais do que copulação de Shen Liangsheng. Mesmo que a luxúria surgisse, o homem ainda estava no controle e não estava totalmente investido na situação.
Ignorando as palavras de Chin Ching, Shen Liangsheng colocou mais um dedo e usou dois deles para encontrar aquele ponto sensível. Ele deslizou ao longo dele levemente do início, mas logo começou a esfregar a minúscula protuberância erótica às vezes, suavemente e outras vezes, grosseiramente. Ele quase podia sentir a ereção, alojada desconfortavelmente entre seus corpos, tornando-se mais difícil com cada golpe de seus dedos.
Logo, o número de dedos aumentou para três, e Chin Ching ficou tão excitado que ele estava excretando um certo líquido liso que se apegava aos dedos e fazia barulhos pecaminosamente altos.
Sem se despir, Shen Liangsheng tirou sua própria masculinidade de suas calças e substituiu seus dedos pela abertura lisa, circulando a área sem pressa, mas não entrando. [Jhuny: Você está fazendo um jogo comigo, garoto?]
Era a primeira vez de Chin Ching com um homem, e como seu parceiro foi paciente com as preliminares, seu traseiro tinha aprendido o êxtase que os dedos do homem haviam trazido – três partes de sentimento cheio, duas partes de dor leve e o restante formigamento. Sem a estimulação dos dedos, sua entrada sentiu-se esmagadoramente vazia e começou a se apertar, convidando o membro do homem.
Finalmente, depois de ter provocado o médico por algum tempo, Shen Liangsheng ergueu uma das pernas com uma mão enquanto usava a outra para guiar seu grande membro pela entrada. A cabeça gradualmente abriu caminho pela abertura apertada. A passagem mostrou-se dolorida, então ele acariciou a bunda do médico e comandou: “Relaxe!”.
Chin Ching também sentia dor, mas sabia que não deveria demorar na sua atual situação [Jhuny: Ele te deixou louquinho hein CC]. Ele tentou o seu melhor para relaxar a entrada e sentiu a espessa cabeça empurrando pouco a pouco até parar em algum ponto de seu traseiro.
Ele soltou um grande suspiro e recuperou a respiração antes de enrolar as pernas ao redor da cintura do homem. Logo, ele sentiu o membro dentro dele se mover, não muito rápido, mas ainda doloroso. Suas sobrancelhas franzidas e a ereção entre suas pernas meio mole ficaram balançando com entusiasmos com o ritmo.
Mas Shen Liangsheng não era um parceiro cruel. Não esperando o pedido de Chin Ching, ele começou a acariciar o pobre membro e às vezes esfregando a ponta, alisando e brincando suavemente com o pequeno buraco na cabeça.
As sensações tornaram-se cada vez mais prazerosas para Chin Ching e sua masculinidade voltou ao seu estado anterior, até mesmo vazando sucos que tornaram o acasalamento [Jhuny: QUE?] mais úmido e mais fácil para Shen Liangsheng. Todo o sangue em seu corpo parecia se precipitar a esse ponto, e a dor em seu traseiro diminuiu quando outra sensação penetrou na existência.
No entanto, Shen Liangsheng não estava apressado e só manteve um ritmo moderado, apontando seu membro em vários ângulos até os músculos ao redor se estreitarem de repente. Ele então acelerou lentamente, penetrando por vezes profundamente e às vezes de forma superficial.
Assim como Chin Ching estava sufocando a gratificação sensual, sentiu a mão do homem deixando seu membro, e então ele balançou os quadris para frente.
No mesmo momento, Shen Liangsheng entrou profundamente nele, empurrando para dentro de seu buraco sensível a cabeça do membro e enviando uma fúria selvagem de prazer em sua cabeça [Jhuny: a cabeça de cima dessa vez]. Sua cintura ficou parada e seus quadris ameaçaram cair, mas o homem os manteve no lugar e continuou empurrando da mesma maneira profunda e poderosa, atingindo o local exato sem nenhum erro. Chin Ching sentiu que a ação acendeu o fogo dentro dele, e as chamas impuras explodiram se espalhando para o resto dele sob a forma de um leve rubor.
“Mmmm...” um gemido escapou dos lábios de Chin Ching revelando sua completa perda no mar que é a luxúria. Sua mente se tornou uma bagunça confusa, pois o prazer o atingiu como a chuva em uma folha de banana3 – a garoa tinha acabado de começar, e as gotas ainda não haviam feito um aguaceiro continuo, batendo na folha uma a uma. [N.T. 3 - Musa basjoo, ou a banana resistente, é uma planta que geralmente aparece na literatura chinesa. As folhas dessa planta são fortes e largas, e o som de chuva atingindo as folhas muitas vezes foi descrito na literatura clássica e moderna como esteticamente bonita].
“Shen Liangsheng...” ele gemeu enquanto seus quadris giravam por conta própria com a penetração bem-vinda. “Ahhhh... mais rápido”.
Antes que ele soubesse, os esforços constantes se tornaram um golpe selvagem. O imenso poder era o mesmo, mas a garoa finalmente se tornou uma tempestade de autoabandono sem vergonha. Todos os poros de sua pele estavam embebidos em uma umidade deliciosa, e seus ossos pareciam perder a forma. Suas pernas não estavam mais perto da cintura do homem e ele não tinha a menor ideia de qual posição estavam colocados. Tudo o que ele sabia era que, no fundo dele, um milhão de coisas estavam latejando, forçando-o a chorar, a gemer e a chorar palavras que ele próprio não conseguia entender. Seu membro estava tão entusiasmado que quase tocou seu estomago. A cabeça continuava a cuspir sucos translúcidos que pingavam sobre seu abdômen.
Mas, independentemente de quão maravilhoso ele se sentisse, estava faltando aquele último estímulo. Sua ereção estava dolorosamente inchada e dura, implorando por sua esperada libertação. Chin Ching pegou sua masculinidade, mas foi impedido por Shen Liangsheng, que pegou ambas as mãos e as prendeu com uma das suas. [Jhuny: misericórdia, tá quente aqui, não?]
Depois de suportar essa tortura durante o intervalo de uma panela de chá, o rosto de Chin Ching estava inteiramente apagado, e sua expressão gritava tanto a euforia intensa quanto a dor extrema. Ele gemeu com lamentação: “Shen... mmm... aaaah... deixe-me fazer... ahhhhh! Por favor, estou te implorando...”.
O rosto de Shen Liangsheng não tinha se alterado em nada, e nem mesmo a metade inferior parecia muito ativa nesse ato de indulgência – sua masculinidade nem sequer tinha sido completamente colocada pra fora de suas calças [Jhuny: mas que coisa não?]. A verdade é que apenas três quartos estavam dentro do outro homem [Jhuny: Deus me defenderay], mas o médico já parecia estar à beira de desmaiar, as coxas tremiam violentamente. Depois de mais algumas dúzias de impulsos, ele acariciou o pobre pênis apenas algumas vezes antes de tremer e disparou um feixe branco e grosso como uma fonte sobre si mesmo.
Shen Liangsheng, por outro lado, não se soltou, apenas ativando seu mantra e redirecionando seu chi e sangue. Não perder a essência de yang era o cerne de shuang-hsiu. Se o parceiro sexual fosse uma mulher, o homem poderia até absorver a essência yin da mulher para seu próprio benefício.
A mente de Chin Ching permaneceu em branco e, naturalmente, não prestou atenção ao homem mais alto. Ele deitou com os olhos fechados, se recuperando. Quando abriu os olhos, viu Shen Liangsheng vestindo sua expressão costumeira. Sua boca se abriu para dizer algo, mas ele não sabia o que falar então ele simplesmente lambeu os lábios. [Jhuny: ohoooooo, vejo que alguém acabou pagando com a língua... ele te deu uma canseira né, CC?]
Ao ver o médico abrir os olhos, Shen Liangsheng falou primeiro, pela primeira vez com um pequeno arco na cabeça: “Eu ainda tenho assuntos importantes para lidar com a seita. Com sua licença”. Com isso dito, ele se virou e saiu, sua figura instantaneamente se misturando na noite.
*****

12 Comentários

  1. E-Eu tenho muitas ideias aqui, mas nem sei se consigo expressar todas.
    Certo... Pareceu um sexo unilateral, isso é ruim? Eu acho que sim, né? Ainda mais para a primeira vez deles.
    CC ficou tão louco... Eu realmente gargalhei nesses "eu te amo" vtd de enfiar algodão na boca do CC, que vergonha alheia.
    Pessoas do universo, começou tão... Que eu fiquei "Uou"...
    Terminou meio boxta, eu acho e não entendi mto bem a parte da energia.
    Enfim.
    Obrigada pelo cap - é muito estranho dizer isso neste cap, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Shen Liangsheng usa o chi dele para quase tudo. Se fosse uma mulher, ele absorveria a energia "boa" dela. Seria como dizer que ele não ficaria cansado depois da transa. E ele ficou excitado também por causa da energia dele. Tanto que o Chin Ching ficou todo euforico e o Shen Liangsheng ainda tava de boa.

      Excluir
  2. Eu estou sem forças (pq são 4:30 da manhã) 4horas e 30 min me lembra 3/4 uouu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkk os 3/4 de Shen Liangsheng realmente me assustaram. O cara tem um monstrinho no meio das pernas.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Siiiiiiim!!! Três quartos apenas de Shen Liangsheng para Chin Ching... e eu fiquei chocado que nem vocês.

      Excluir
  4. OLHA ESTOU PRECISANDO DE UM 3/4 desse kkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. OMG!! Q cap!! Coitado do CC 3/4 e ele ficou louco, imagine inteiro kkkkkkkkkk eu n quero ser ele n kkkkkkkkkkk é mto estrago minha gente kkkkkkk me lembrou o Gu Hai ou Chi Cheng 😂😂😂😂 força CC vc consegue!!!kkkkkkk

    ResponderExcluir