Continuando...

Ahh~ Eu amo esses detalhes fofos da novel que não aparecem na série. ♡u♡ Phun todo apaixonado é muito fofo. hahaha

Lena.
_______________________________________



Capítulo 18: Lembrança.

Tradução: Equipe Kokoro Lovers
Revisão: Lena.
---------------------------------------

É verdade que Phun dirige bem rápido, mas são quase 22 horas quando conseguimos ver a praia de Bang Sean. Ele e eu decidimos estacionar perto de uma calçada para que pudéssemos ter um jantar em um restaurante. Escolhemos esse em particular porque vimos que muitos clientes do restaurante são alunos.
“Bastante gente, aposto que a comida é boa.” Isso é o que meu chofer me diz, o que me faz abrir um grande sorriso. Isso significa que eu não sou o único que pensa que restaurante cheio é sinal de que a comida é boa. Heh heh. Eu deveria esfregar isso na cara do Om quando eu voltar. (Ele está sempre me chamando de louco por dizer isso. Como exatamente eu estaria errado sobre isso?)
Phun desliga o motor, em seguida, ele checa se estou vestindo a jaqueta antes de abrir a porta do carro.
Por alguma razão estranha, parece que estamos fazendo uma grande entrada quando entramos no restaurante. Todos os olhos estão em nós. Pode ser por causa do uniforme escolar com as iniciais da nossa escola mais as bermudas azuis é que estão fazendo as pessoas virarem suas cabeças. Mas se eu pensar com mais cuidado...
A pessoa com quem estou é bonita demais. -_-”
Basicamente, é a combinação dos dois. Um cara é bonito e o outro está vestindo uniforme escolar, por isso acabamos nos destacando. É natural eu ficar tenso quando percebo todos esses olhares estranhos. No entanto, Phun parece bastante descontraído. Nem posso dizer se ele percebeu que todos no restaurante estão olhando para nós. -_-”
Dane-se. Vou parar de me importar. -_-”
A atendente nos ajuda a achar uma mesa porque Phun e eu procuramos por um longo tempo e não achamos nenhum lugar. Eu me sento, mas ainda estou confuso sobre que tipo de lugar é esse. É só um restaurante ou um bar? Noto que algumas mesas só têm bebidas e quase nenhuma comida (Que diabos?). Eu também estou me perguntando se está realmente tudo bem estar nesse lugar com uniforme escolar ou não.
Encontro a resposta para minha pergunta quando vejo alunos vestindo seus uniformes escolares perto da nossa mesa pedindo cervejas. -_-”
A voz de alguém pedindo comida interrompe minha linha de pensamentos confusos. “Nós vamos querer... salada picante de pele de porco, salada picante de carne moída, tendões de frango fritos, biscoitos crocantes de pimentão e uma Heineken.” Filho da mãe. Acho que esses pratos soaram estranho. Eu chego mais perto e dou um tapa na cabeça desse estudante de honra. “Peça alguma comida de verdade para mim! Puta que pariu!”
“Eh?! Você ainda não jantou?”
“Não...” Quando eu deveria ter tempo para comer? Eu estava muito ocupado conversando com a Yuri esta tarde. Eu não estava com vontade de fazer mais nada quando eu cheguei em casa, eu estava tão confuso. Então optei por fazer uma mala e ir até a casa do Phun. Mas o dono da casa decidiu me trazer até aqui. Falando nisso, eu tenho boa sorte quando se trata de viajar.
“Peça algo então.” Phun me diz enquanto me passa o menu apesar que ele não tenha de fato aberto ele ou olhado antes. Então por que diabos ele guarda tudo para si mesmo? Eu não entendo o que ele quer. Eu coço a cabeça enquanto olho para o menu por exatamente dois segundos. “Arroz frito... é isso.”
“Como você é criativo, Noh.” Esse idiota ainda tem nervos para dizer alguma coisa. Bem, de quem é a culpa disso?
“Você já pediu cerveja, o que mais eu poderia pedir? Eles ficam bons juntos. Isso é tudo, p’.” Eu passo o menu para a garçonete com um pequeno sorriso. Isso foi o suficiente para ela se apaixonar. Heh, heh. Às vezes nós homens precisamos praticar nossa arte de sedução um pouco.
“O que há com esse sorriso? Você estava flertando com ela?” Esse idiota está querendo começar outra briga comigo.
“Do que diabos você está falando? Estou morrendo de fome. Ninguém está sempre cheio e feliz como você.”
“Exatamente.” Hmph. Ele não era tão espertinho antes de ficarmos próximos, certo? Caramba, eu não deveria ter deixado isso acontecer. Há uma expressão irritante no meu rosto enquanto eu bato na mesa com a ponta dos meus dedos no ritmo da música que a banda está tocando.
Este restaurante, na verdade, tem uma banda ao vivo. Eles estão tocando músicas fáceis de ouvir, assim como qualquer outra banda pequena faria. Conto 5 membros no total. Fico me coçando para levantar e me juntar a eles no palco. Oh, falando em tocar instrumentos, isso me faz lembrar de uma coisa.
“Eu fui no escritório do conselho estudantil para deixar a proposta para o Festival de Natal por volta do meio-dia, mas não te vi lá.”
“Eh? Eu não sou o guarda de segurança do escritório. Era meio-dia, eu tive que ir almoçar!” Ah, então basicamente, eu só fiz uma pergunta estupida? Isso já está me irritando. Não estou com humor para discutir com ele, e mais, eu já estou morrendo de fome.
Dou um sorriso seco zombando dele e forço uma risada. “Heh, heh. Então a comida do refeitório do convento é muito boa, Phun?” Eu só quis dizer isso como uma tirada de sarcasmo inofensiva. Eu não tinha ideia de que ele iria ficar tão surpreso com isso.
“É boa...” Phun me dá uma resposta curta e fica em silêncio. Eu levanto minhas sobrancelhas quando começo a ponderar. Então Aim deve ter descoberto o que Phun fez quando eles almoçaram juntos.
“Um de seus novatos estava lá. Aquele do décimo ano.” Ele continua com pequenas conversas até aceitar nosso primeiro prato, salada picante de pele de porco, da garçonete. O aroma estimulante de limão me chuta no nariz. Estou me afogando na minha própria saliva e continuo a ficar com mais fome.
Eu levanto meu garfo com intenção de pegar uma pele de porco antes de continuar com a conversa. "Oh, Per geralmente vai lá almoçar com algumas meninas." Mas já que eu estava ocupado falando, Phun foi mais rápido que eu e pegou o pedaço de carne de porco que eu estava de olho e colocou na boca. "Idiota." Eu não me contive.
"Sim, eu quis dizer que eu vejo ele toda vez que eu vou lá, haha." Ele me diz enquanto mastiga o pedaço de carne de porco que era meu por direito. Pouco tempo depois, o resto dos pratos que nós pedimos começam a chegar na nossa mesa junto com uma torre de cerveja. "É natural que os membros do meu clube sejam tão bonitos como o presidente do clube." Eu tive minha chance de rebater a ele, assim eu fiz. Ele não pôde evitar de dar uma risadinha.
"Provavelmente não tão atraentes como eu." Okay, ele teve a coragem de dizer isso sem vergonha alguma. Eu olho pra ele e ironicamente ele levanta umas de suas sobrancelhas para mim.
"Concordo, e é por isso que aquela moça mais velha quer te levar para casa." Eu notei que a estudante universitária perto da nossa mesa está olhando para Phun com brilho nos olhos por um longo tempo. Eu fingi não perceber pois pensei que seria mais seguro assim.
"Tem uma atrás de você também." Phun replica com um sorriso. Eu acho que teria sido melhor se ele não tivesse dito nada. Heh heh. Eu dou de ombros para ele para mostrar que eu não estou prestando atenção no que ele disse antes de me servir um copo de cerveja da alta torre. Eu percebo que deveria ter um copo para molhar a garganta.
A espuma atinge rapidamente a parte superior do copo, forçando-me a tomar um gole antes que a cerveja transborde. Percebo que há um sentimento sombrio vindo do lado esquerdo do meu peito.
Eu nunca gosto quando fico assim. É como se algo estivesse me impedindo de rir e sorrir alegremente. Eu posso ter bancado o espertinho com Phun e ter insultado ele, o que faz parecer que tudo está normal. Mas no fundo, a verdade é que estou usando uma máscara para esconder minha tristeza dele. Eu a estou mantendo escondida, embora eu saiba que não há nenhuma maneira de escapar dela. Mas pelo menos, sou capaz de me enganar em pensar que estou indo bem, mesmo que só por um momento.
Nossa conversa vai morrendo enquanto Phun continua bebericando de seu copo de cerveja e para de tentar me irritar. Eu dou uma olhadinha para ele e vejo que seus olhos estão terrivelmente maçantes e vagos. Pergunto-me o que o dono daqueles olhos está pensando.
Eu volto a pensar no beijo do Phun no carro. Pareceu tão solitário, como se ele estivesse implorando para que algo acontecesse. Eu não tenho certeza se é só minha imaginação, mas parece que Phun tem muitas coisas em sua mente, tanto quanto eu.
A triste melodia Thank You está tocando enquanto eu continuo virando meu copo de cerveja. Se fosse para prestar atenção, eu provavelmente me assemelharia a um velho tio que teve seu salário reduzido pelo chefe (o que você verá muito quando visitar uma cervejaria). Phun provavelmente pensa o mesmo, então ele decide agarrar meu braço para me parar antes de terminar o meu copo.
“Ei! Você não comeu ainda, lembra?!” Você está tentando matar o seu estômago bebendo desse jeito?” Assim como eu suspeitei, ele me repreende e tira o copo da minha mão. Pelo que eu sei foi você que pediu a torre de cerveja. Agora você quer fazer eu parar de beber? Heh heh. Bastardo.
Provocadoramente eu dou de ombros para ele e bebo um copo de água para limpar a minha garganta antes de começar a comer meu enorme prato de arroz frito. Enquanto isso, Phun parece estar feliz com seus tendões de frango frito.
“A Yuri veio até a escola para me ver, eu fiquei muito nervoso.” Eu começo outra conversa para acabar com o silencio de nossa mesa (mas com a banda ainda tocando ao fundo). Eu noto que ele recua por um segundo. Acho que ele estava perdido em seus próprios pensamentos também.
Há um pequeno flash nos olhos do Phun, então ele lentamente dá aquele sorriso como ele normalmente faz. “Sério? O que aconteceu?”
“Você precisa criar uma regra nova para os trolls de cabeça raspada da nossa escola. Eles estavam cercando a Yuri. Se eu chego um pouco mais tarde, ela poderia ter sido raptada.” Eu reclamo para ele enquanto mastigo a comida em minha boca. Continuo ouvindo a pessoa sentada na minha frente dando risadas ocasionalmente.
“Você está chamando eles de trolls de cabeça raspada, mas você não tem exatamente uma cabeça cheia de cabelos.” Oh, esse babaca! Eu não ligo dele me insultar, mas ele precisa bater na minha cabeça? É assim que uma briga começa.
Eu rapidamente empurro a mão dele para longe. “Isso é chamado de skinhead, idiota!”
“Você está bêbado ou algo assim? Isso não é nada de skinhead. De qualquer modo, por que você trouxe a Yuri ao assunto?” Certo, porque eu fiz isso? Eu realmente não quero dizer o que a Yuri me disse sobre ele.
“Eu não sei. Então, como vão as coisas entre você e Aim?” Sinto que seria mais inteligente mudar de assunto rapidamente. Eu realmente não quis fazer essa pergunta com implicação nenhuma, mas a pergunta acaba pegando ele desprevenido.
“Nós estamos mais ou menos...” Ele me responde em voz baixa. Ele dá uma pausa antes de continuar. “Eu ainda sou bonito e ela também, como sempre.” Oh, esse babaca! Estou começando a te odiar agora!
Eu não sei mais nada o que dizer (uma vez que seja verdade), então eu finjo engasgar com o arroz e beber um pouco de água. Eu lhe mostro o dedo do meio, mas ele ri de mim se estivesse se divertindo muito com isso. Isso me irrita ainda mais.
Eu devia te esfaquear nos olhos.
Eu coloco meu copo vazio na mesa antes de voltar a comer. No entanto eu deixo uma frase escapar da minha boca.
“Isso é bom. Eu estava com medo que você ia esquecer a parte da frente, agora que você experimentou a parte de trás. Hahaha.” Eu ri. Eu estou rindo. Mesmo que não seja nada engraçado. Eu não estou rindo por dentro. O som da risada está saindo de mim, mas ele não é real. No fundo, eu sinto como se mil facas estivessem apunhalando meu coração.
Quanto mais alto eu rio, mas percebo o tanto que sou patético... isso é tudo.
“He he.” Phun força uma risada antes de colocar mais cerveja em seu copo, que está quase vazio.
Mas, em seguida, ele diz sem emoções nos olhos.
“Não, eu não esqueceria...”
Há uma dor aguda percorrendo meu corpo dos dedos dos pés até atingir meu coração quando ouço essas palavras. Eu levanto uma das minhas sobrancelhas para ele, como alguém quem está aceitando o fato.
Viram? Eu não disse a vocês que sou o idiota estúpido que está arruinando tudo aqui?

*****

2 Comentários

  1. Tadinho do Noh ele não é um idiota estupido ele é lindo e esta apaixonado mesmo que ele ainda não percebeu isso.

    ResponderExcluir
  2. Força Noh amar e sofrer com um sorriso no rosto no final compensa pelo menos eu acho kkk

    ResponderExcluir