Oi minha gente!!!

Como estão? =D Curtiram/estão curtindo o fim de semana? =)

Eu queria ter postado esse capítulo mais cedo, mas fui no cinema e cheguei mais tarde do que pensei que chegaria. Aí percebi que tinha pulado um pedaço. aiai Mas pelo menos tá aqui. kkkk XD

Eu não reli o capítulo pra revisar pra poder postar logo, então vocês podem encontrar alguns erros. Peço logo desculpas por eles. hehehehe

É isso. Uma boa noite pra todos. ^^/

Beijos~        
Lena.
________________________________________________





[Vol. 2] Capítulo 49: Escondendo o embrulho em casa.

Tradução: Lena


Quanto mais Gu Hai pensava nisso, mais ele sentia que as coisas do lado de Bai Luo Yin não pareciam certas. Incapaz de dormir e assolado com profunda preocupação por sua amada esposa, ele desceu da cama no meio da noite e dirigiu direto para o dormitório de Bai Luo Yin. Uma vez lá, ele empurrou a porta cuidadosamente e acendeu as luzes só para encontrar Bai Luo Yin deitado de lado em seus lençóis com as costas voltadas para ele. Quando Gu Hai olhou para baixo e viu o símbolo do amor deles no chão, ele o pegou para olhar mais de perto antes de andar seguramente até a cama de Bai Luo Yin com um sorriso marcando os cantos de seus lábios. [Lena: Aquela coisa é o símbolo do amor de vocês? º-º”” Mas que droga, heim? =v]
Apesar de Bai Luo Yin ter ouvido passos vindo de trás se aproximando dele, ele não abriu os olhos, já que, em realidade, ele não tinha nem o mínimo de força para se virar.
“Você o destruiu logo depois de ter brincado com ele... isso não é um bom hábito!” Gu Hai disse calmamente, mas com um tom frívolo.
Bai Luo Yin se manteve em silêncio.
Gu Hai continuou mexendo naquela coisa enquanto falava, “É completamente inútil agora que está realmente quebrado.”
Bai Luo Yin murmurou silenciosamente para si mesmo, ‘é bom que esteja quebrado, é bom que esteja quebrado... agora tem uma razão perfeitamente justificável para jogá-lo fora.’
“Felizmente, eu trouxe um novo.” [Lena: Filho da p***. -__-“]
Ouvindo essas poucas palavras, o corpo de Bai Luo Yin congelou imediatamente. Ele virou a cabeça para olhar para Gu Hai apenas para ver que realmente tinha outro – praticamente o mesmo – brinquedo na mão dele.
“Vai tomar no cu! Dá o fora daqui!”
Bai Luo Yin mal tinha forças para xingar. Ele só conseguiu dar alguns rugidos secos antes de entocar a cabeça de volta no lençol.
Enquanto isso, Gu Hai tentava ardentemente indicar o produto de sua empresa. “O material desse novo produto é mais adequado para a pele em comparação com o anterior. Ele é mais macio e com melhor flexibilidade, e tem mais funções nesse modelo. O mais importante, ele não precisa de uma cena para o acesso, em vez disso ele possui reconhecimento de impressão digital para que a mesma situação de antes não aconteça. Finalmente, sem a sua digital para ativá-lo, essa coisa é apenas um ornamento que ninguém pode dizer para o que é usado.”
A amargura assentou rapidamente no coração de Bai Luo Yin. Ele pensou que Gu Hai tinha corrido para lá no meio da noite para dar-lhe um pouco de conforto, mas, em vez disso, quem teria imaginado que ele traria outro brinquedo desastroso?
Gu Hai pousou o novo produto e tirou o sobretudo antes de convenientemente se apertar dentro do lençol e colocar uma de suas pernas em cima do abdômen inferior de Bai Luo Yin. [Lena: Tó, Yin Zi... *entrega um taco de baseball*]
Bai Luo Yin imediatamente deu um berro aterrorizante enquanto gotas de suor se formavam na testa dele.
“Qual o problema?” Gu Hai perguntou, espantado.
Rangendo os dentes, Bai Luo Yin empurrou a perna de Gu Hai e fez uma careta miseravelmente. “Dói...”
A expressão de Gu Hai mudou imediatamente enquanto ele levantava o lençol com rapidez e removia cuidadosamente as calças de Bai Luo Yin. Vendo a cena diante dele, ele não podia deixar de sentir uma explosão de dor latejante enervando sua espinha. Não só Xiao Yin Zi havia sofrido, como a área ao redor estava vermelha e inchada, e a pele nas coxas dele estava seriamente irritada e machucada. Só de olhar para aquilo era uma visão pavorosa de assimilar.
“O que você fez para isso ficar desse jeito?” Ele criticou, mesmo que houvesse um forte tom de angústia na voz dele.
Bai Luo Yin puxou o lençol de volta rancorosamente, “O que você acha? Não tinha curado direito desde o dia em que foi machucado miseravelmente. Então, para piorar, teve uma sessão de treino extenuante hoje que consistiu, principalmente, em usar a área dos quadris. Como eu posso ser tão azarado?......”
Enquanto Bai Luo Yin falava, ele acabou, eventualmente, cobrindo seu rosto com o travesseiro, verdadeiramente incapaz de encarar aquela pessoa.
Gu Hai franziu o cenho e perguntou, “Quais eram as tarefas?”
“Deitar no chão rapidamente, depois escalar o poste. Subir e descer cem vezes [1] foi considerado uma série e eu tive que fazer cinco séries!”
[N/T1: No inglês estava só “subir e descer era considerado uma série”, mas isso ficaria diferente do que ele realmente fez (dito no capítulo anterior) e ia ficar parecendo que ele só subiu e desceu cinco vezes, por isso me dei a liberdade de adicionar as palavras aqui.]
No momento que Gu Hai ouviu um método tão cruel de treinamento, ele soube exatamente quem tinha dado a ordem. Imediatamente enfurecido, ele se levantou com a intenção de procurar por Zhou Ling Yun.
Bai Luo Yin o segurou rapidamente, “Não me cause mais problema! Ele não sabe que eu estou machucado ali. Foi porque ele notou que a temperatura do meu corpo ainda não tinha alcançado a norma que ele me ordenou intencionalmente a treinar mais duro!”
Ouvindo essas palavras, o sangue de Gu Hai ferveu de raiva mais uma vez. “Eu pensei muito e me esforcei bastante para tentar fazer a sua temperatura corporal diminuir, mas ele está realmente fazendo essa porra aumentar! Não é óbvio que ele está indo contra mim?!”
Bai Luo Yin ficou verde imediatamente, “O que? Você fez minha temperatura corporal diminuir?”
“Sim!” Gu Hai respondeu prontamente como se isso fosse algo esperado. “Se a temperatura do seu corpo não diminuísse, você não ia querer dormir abraçado comigo de noite.” [Lena: De acordo com a física, isso não tá trocado, não? º-º]
Bai Luo Yin rugiu, rapidamente dando alguns socos em Gu Hai.
“Você tem a porra da coragem de ficar quites com outra pessoa? Você causou todos esses problemas. Você que tem a porra da culpa!!”
Como os movimentos dele foram muito excessivos, Bai Luo Yin acabou puxando um nervo sensível em algum lugar que fez ele fazer uma careta de dor e se deitar. Com as mãos, ainda apertando o braço de Gu Hai com firmeza, ele avisou incessantemente, “Você não deve ir procura-lo, absolutamente não. Se você for, eu vou te ignorar. Completamente,” ele enfatizou.
As palavras ‘te ignorar’ foram mais potentes do que quaisquer palavras militares cruéis e autoritárias. Gu Hai não tinha outra escolha a não ser engolir a raiva por enquanto.
“Tudo bem, eu não vou. Só deite-se e descanse, eu vou pegar um pouco de água para te lavar e depois aplicar o medicamento.”
Uma vez que ele levara uma pequena bacia de água até lá, Gu Hai mergulhou a toalha para molhá-la antes de começar a limpar as áreas machucadas cuidadosamente.
As veias da testa de Bai Luo Yin explodiram de dor enquanto ele segurava o braço de Gu Hai com tenacidade. “Não toca, não toca......”
Só pela expressão dele, Gu Hai parecia estar em dor ainda maior do que ele. No entanto, não importava o quanto fosse doloroso, ele tinha que aguentar. Consequentemente, ele puxou Bai Luo Yin para um abraço e o coagiu suavemente. “Mesmo que doa, ainda não precisa ser limpo? Caso contrário, vai ficar infeccionado e ficar ainda mais doloroso do que está agora. Apenas suporte por um tempo, só por um tempo......”
Quando Bai Luo Yin sentiu que a dor havia diminuído, ele inspirou lentamente e disse, “Você pode continuar.”
Exatamente quando Bai Luo Yin colocou a mão para limpá-lo, um uivo partiu o quarto imediatamente.
Uma coisa que, normalmente, levava menos de um minuto para ser feita, inesperadamente demorou cinco minutos para Gu Hai. Quando mais ele não podia suportar continuar, mais Bai Luo Yin tinha que aguentar a dor. No fim, Gu Hai só pôde endurecer seu coração e completar a missão de limpeza sob os rugidos angustiantes e maldições raivosas de Bai Luo Yin.
Com olhos como aqueles dos mortos, ele encarou Gu Hai. “Eu te odeio!”
Gu Hai baixou sua voz e disse calmamente com um rosto infeliz, “Eu me odeio mais do que você me odeia!”
Depois de dizer isso, ele abraçou Bai Luo Yin com firmeza contra seu peito para que até seus corações parecessem se conectar.
Exatamente quando Bai Luo Yin estava prestes a cair no sono pelas vertigens, o alarme de treino soou de novo.
Bai Luo Yin acordou de repente com um arranque e agarrou a mão de Gu Hai enquanto olhava para ele com uma expressão de derrota. “Eu tenho que escalar o poste de novo.”
“Nem pense nisso!” Gu Hai berrou.
Quando Bai Luo Yin estava prestes a sair da cama para calçar seus sapatos, Gu Hai o prendeu rapidamente.
“Você não pode ir!!”
Bai Luo Yin lançou um olhar autoritário para Gu Hai, “Ordens militares não podem ser desafiadas. Se, por acaso, surgir uma missão urgente, terão severas consequências.” Tendo dito isso, ele adotou uma postura de querer empurrar Gu Hai.
No entanto, dessa vez, Gu Hai estava totalmente determinado. Não importava para ele se aquilo era uma ordem ou não; ter Bai Luo Yin sofrendo dificuldades bem na frente dos olhos dele seria simplesmente mais difícil do que alcançar o céu! Por isso – sem hesitação – ele enrolou um lençol em volta do corpo de Bai Luo Yin imediatamente, jogou ele em cima de seu ombro (cuidadosamente, é claro!) e o colocou dentro do carro. Então ele deu a partida rapidamente e dirigiu para a saída sem pensar duas vezes. [Lena: Alcançar o céu nem é tão difícil. ;) ]
Quarenta minutos depois, o carro chegou na frente do apartamento de Gu Hai.
Todo o tempo, Bai Luo Yin estava dormindo profundamente no banco do passageiro.
Como Gu Hai não suportaria ter que acordar Bai Luo Yin, ele planejou carrega-lo para fora do carro, porém, antes que ele pudesse fazer isso, Bai Luo Yin acordou e empurrou Gu Hai inconscientemente.
“Eu não preciso da sua ajuda. Eu consigo sair sozinho.”
Gu Hai sorriu gentilmente, “Eu esqueci seus sapatos.”
Bai Luo Yin falou um simples ‘ah é’, então afundou no assento novamente, mas, ainda se sentindo desorientado, ele adormeceu de novo.
Com isso, Gu Hai colocou as mãos cuidadosamente por baixo do corpo de Bai Luo Yin e tirou ele do carro carregando-o como uma noiva. Bai Luo Yin tinha uma estatura que era mais de 180cm, com músculos fortes e robustos que o faziam pesar mais do que outra pessoa com o mesmo biótipo que ele. Ser capaz de carrega-lo sem dificuldade daquele jeito, e ainda poder olhar para baixo para desfrutar de seu rosto atraente, era algo que apenas Gu Hai podia fazer.
Quando Bai Luo Yin sentiu movimentos contínuos por um certo tempo, ele manteve os olhos semicerrados e olhou para cima, para o belo rosto diante dele. “Por que você não me carregou na sua costa?” [Lena: Yin Zi, mas que pergunta idiota. -_-“]
Gu Hai já tinha pensado em uma boa desculpa para si mesmo, “Se eu te carregasse na minha costa, não ia esfregar o seu amiguinho aí embaixo?”
Bai Luo Yin pensou nisso por um momento, Logo, nós estaremos no elevador de qualquer forma, e ninguém vai sair a essa hora da noite também. Com isso em mente, ele adormeceu outra vez....... o que ele não antecipou foi que, para continuar carregando-o por um pouco mais de tempo, Gu Hai não entrou no elevador em momento algum. Em vez disso, ele subiu as escadas, um passo de cada vez. Normalmente, Bai Luo Yin nunca permitiria que Gu Hai o carregasse de tal maneira. Mas já que a oportunidade lhe foi dada, Gu Hai aproveitou prontamente, relutante em deixa-la passar, não importava o que fosse dito.
__
Quem poderia imaginar, nem mesmo o próprio Gu Yang poderia ter imaginado... que no momento que acordou, ele estava no espaço sideral.
É claro, não era verdadeiramente o espaço sideral. Era a cabine de um avião em um ambiente de micro-g [2] e baixa pressão, que era designado especificamente para astronautas em treinamento. Para uma pessoa como Gu Yang, que nunca tivera qualquer treinamento especializado em tal campo, ser mantido em um local como aquele era, simplesmente, deixa-lo em um inferno absoluto.
[N/T2: é mais ou menos um sinônimo de zero-gravidade, mas indica quea força-g não é exatamente zero, apenas muito pequena. CJD não usou exatamente este termo – o que ela usou foi ‘uma imitação de ambiente com baixa pressão’, mas isso não parece certo com GY flutuando desse jeito, então eu mudei para o que eu sei. Qualquer parte onde baixa pressão foi usada, eu mudei para micro-g. Se estiver errado, por favor, me corrijam. (Essa nota é uma tradução da nota da Sae).]
Usando as palavras de Zhou Ling Yun, tudo aquilo tinha a intenção de criar um ambiente vazio para cortar seu contato com o mundo exterior, o que, em contrapartida, tornaria possível que ele passasse por uma completa lavagem cerebral.
Esse lugar não tinha centro de gravidade e todas as quatro direções – quer fosse cima, baixo, direita ou esquerda – não podiam ser distinguidas, uma vez que o corpo da pessoa não pode ser controlado livremente. Era o mesmo que um espírito flutuando por aí sem sentido de coisa alguma. É um mundo completamente silencioso, tão quieto que só o som dos batimentos cardíacos podiam ser ouvidos.
Que pena que Gu Yang não estava com humor para desfrutar de tal sossego e conforto. Sendo colocado ali à força por alguém, qualquer sentido de surpresa era o mesmo que o ar ali dentro – assim que apareceu, foi afogado e tudo o que restou foi raiva e ressentimento.
Se você pensa que pode desfrutar de liberdade ficando em um lugar assim, então está completamente enganado. Não existe liberdade ali, em vez disso, há uma sensação de restrição maior do que normalmente há. Gu Yang realmente sofreu dessa vez. Ele mal podia esticar as pernas antes que seu corpo batesse contra as paredes internas da cabine de baixa pressão. No momento que ele fazia qualquer movimento grande, seu corpo batia no outro lado da parede. O pior foi quando ele lutou para estabilizar sua postura – quanto mais ele se movia, mas ele se batia nas paredes. Ele estava como uma bola elástica batendo de um lado para o outro dentro da cabine.
Na memória de Gu Yang, ele tinha sofrido apenas duas grandes dificuldades nos últimos 30 anos de sua vida. A primeira foi havia sido há oito anos, quando ele ficou deitado no túnel escuro e frio; e a segunda vez estava acontecendo agora enquanto ele flutuava ali dentro. Na verdade, aquelas duas dificuldades eram, essencialmente, as mesmas, isso é, as duas foram pelo bem de aliviar Gu Hai em seus tempos de crise, para ajudá-lo em sua fuga – o que o forçara a ser substituto dele.
A única diferença entre as duas era que estava ciente da situação na primeira vez. No entanto, dessa vez ele estava completamente desinformado.
Não se sabia quanto tempo Gu Yang estava ali dentro, uma vez que ele tinha perdido completamente sua noção de tempo. Ele só sentia um pouco de fome e queria algo para comer. Havia comida espacial de verdade dentro da cabine micro-g, sendo que todas eram comprimidas. Gu Yang pegou casualmente um biscoito achatado, porém, por causa do momento de descuido, este flutuou para longe da mão dele. Infelizmente, demorou um longo tempo até que ele conseguisse pegá-lo.
Nesse tipo de ambiente, qualquer homem forte se transforma em uma pessoa inútil. Por exemplo, Gu Yang. Ele levou mais de dez minutos apenas para abrir a embalagem do biscoito, então outros dez minutos para realmente colocar o biscoito na boca. Foi com grande dificuldade que ele chegou tão longe... mas antes de morder o biscoito uma segunda vez, ele inconscientemente abriu a boca e o biscoito voou para fora. [Lena: parece mais que ele tá amarrado com um monte de ligas de treinamento bem justas, que ele tem que usar toda a força para puxar quando quiser movimentar um braço. -_-]
Sim, voou para fora da boca dele... até os farelos flutuaram pela cabine inteira!
Já que Gu Yang não teve sucesso em comer, ele pensou, posso muito bem dormir. Porém, flutuando infinitamente daquele jeito, ele certamente não seria capaz de dormir. Antes que ele desistisse, Gu Yang viu um saco de dormir pendurado na parede e flutuou tenazmente até lá. Ele tentou entrar nele e, felizmente, o saco estava preso no local.
Gu Yang não sabia por quanto tempo ele havia dormido.
Entretanto, no momento que ele abriu os olhos, duas mãos grandes vieram voando até ele, assustando-o por uma fração de segundo!
Mesmo na morte, Gu Yang[3] jamais admitiria que ele se assustara com as próprias mãos.
[N/T3: No livro original, impresso e online, nessa parte foi usado o nome do Gu Hai. Porém as tradutoras do inglês consideraram como sendo um deslize da publicação, por isso mudaram para ‘Gu Yang’.]
*****

14 Comentários

  1. Ahhh meu Deus GuHai você acha que qqr porcaria pode substituir você?!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada,foi o melhor final de semana de leitura que já tive,esses três capítulos seguidos foram fantástico 😍😍😍😍😍😍já aguardando o próximo 😘😘😘😘😘😘uma ótima semana Lena

    ResponderExcluir
  3. Kkkkkkkkkkkkk
    O biscoito saiu flutuando...kkkkkkkkkkkkkk
    Tô com um pouco de pena dele, mas quem mandou assediar e comer a comida q o gu hai fez pro luo yin?
    Só está pagando os pecados.
    😟
    Ai cara...tadinho do bai luo yin.
    Ficar todo estrupiado, ganhar uma replica atualizada do objeto de tortura, e ainda vai levar bronca dps por n ter comparecido ao treinamento espartano.
    Mds...será q o bai luo yin pegou a minha má sorte?
    Pq n sei quem é mais azarado, eu ou ele. Kkkkkkkkkkk
    Q bosta.
    Mas pelo menos o gu hai foi atensioso dps de fazer a cagada.
    Kkkkkkkkkk
    Amo essa história.
    Mal posso esperar pelo próximo cap.😄
    E SIIIIIIMMM!!!! EU APROVEITEI MUUUITO O MEU FIM DE SEMANA!!!!
    TRÊS CAPITULOS *SEGUIDOS* DE ADDICTED!!!!!
    N TINHA COMO SER MELHOR!!!
    💖💖💖💖💖😍
    MT OBRIGADA, SUAS LINDAS!!!💖💖💖
    GRANDE XERUUUU!!!!=3=
    s2 *w*

    ResponderExcluir
  4. Lena obrigada por mais um capítulo Obrigado pelo fim de semana maravilhoso Espero que não demore tanto para outro próximo capítulo beijos

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Lena por mais um capítulo.
    Ao mesmo tempo que estava louca pra acompanhar agora estou ansiosa por mais kk
    Me disseram pra ler em inglês já que lhe acompanhei, mas eu gosto tanto, mas tanto de suas traduções e das suas reações nos comentários entre os textos que eu não posso fazer isso <3 Espero continuar lendo esse ótimo trabalho que você fez e curtindo esse carinho que você tem pelos leitores do seu blog!

    P.S.: Espero que o nosso Major Bei não sofra com a "captura" do grande chefe da vila Gu kkkk'

    ResponderExcluir
  6. Quase fiquei com dó do Gu Yang,mas ele merece sofrer,hehehe, obrigada pelo cap Lena saranghae bjssss !!

    ResponderExcluir
  7. Ah Lena, o Jhuny vai continuar com Living ? ...Eu gosto muito daquela novel !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hellous ♡ sim, continuarei... eu tenho dois capítulos de Living pra corrigir. Como eles são grandes e traduzir já cansa bastante, eu tenho apagado no meio do caminho. Logo, postarei LtS... uns 3 capítulos de uma vez.

      Excluir
    2. Que bom, obrigada por responder, bjssss !

      Excluir
  8. Gu Hai me mata com tanta fofura ❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  9. Cada vez melhor os capitulo, Gu Hai mata a gente com tanta fofura. Sempre no aguardo pelos proximos capitulos. Lena parabens mesmo, trazendo essa linda movel pra gente ler. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Lena, não xingue a mãe do Gu Hai. A sogrinha do yin zi não tem culpa das peripécias do Da Hai.

    ResponderExcluir