Gente...

Que dó que dá do Wu Qiqiong... ç_ç Menino, vá se tratar! XD Mas parece que, finalmente, ele vai acordar! hehehe

Bem.... Esse é o último capítulo da - Como foi que chamaram? - Inauguração  de Contra-ataque aqui no blog!!! \^O^/ Espero que tenham gostado. ^^

Como eu já disse anteriormente, vou ficar postando Contra-ataque também, mas minha prioridade vai continuar sendo Addicted. hehehe Vício é vício, né? XD

Beijos a todos~

Lena.

_________________________________________________________________________________


Cap. 10 – Eu me demito!



Mesmo que a pessoa consiga pegar um táxi a esta hora, custaria bem caro. Além disso, a chuva forte piorava a situação. Wu Qiqiong estava preocupado que o chefe de departamento ficaria impaciente esperando, então ele disparou pela rua. A chuva acertava o seu rosto tornando o guarda-chuva inútil.

Um velho senhor seguiu Wu Qiqiong em sua moto, ele não podia aguentar assistir por mais tempo e gritou para Wu Qiqiong, “Garoto! Suba. Você não precisa me pagar. Aonde você está indo?”

Wu Qiqiong ficou profundamente emocionado em ouvir algo assim nesse momento.

“Está tudo bem, é só até a próxima curva.” Com isso, ele tirou os 37 yuan restantes de seu bolso e deu para o senhor. “Tio, pegue esse dinheiro e vá para casa agora. Você está ficando velho, diferente de jovens como eu.”

O velho homem queria devolver o dinheiro para Wu Qiqiong, mas este partiu. Quando ele montou em sua moto de novo, Wu Qiqiong não estava mais a vista.

Depois de correr por mais 10 minutos, Wu Qiqiong finalmente alcançou a companhia.

O chefe de departamento estava bêbado e desgastado. Ele estava jogando as coisas para todos os lados sozinho no escritório. No momento que Wu Qiqiong abriu a porta, ele foi duramente criticado por ele.

“Olhe só para você, que inferno de horas são? Geralmente tem um monte de vocês e, quando eu realmente preciso de vocês, todos desaparecem! Pedindo aumento de salário todo santo dia. Vocês realmente acham que valem essa quantia! Por que você está me encarando? Eu estou pedindo para você consertar a máquina aqui, não para me encarar...”

Wu Qiqiong se agachou e começou a investigar a máquina sem palavras. Ninguém estava por perto para ajudá-lo. Ele só podia depender de si mesmo e conectar o cabo com as mãos nuas e uma lanterna na boca. Zap! Wu Qiqiong estremeceu com o choque elétrico. O chefe do departamento só ficou olhando. Outro zap. Os cabelos de Wu Qiqiong estavam quase para cima.

......

Wu Qiqiong finalmente encontrou a causa do problema pela manhã. O chefe de departamento tinha acordado naquele momento.

“A peça da máquina está estragada, precisa ser substituída.”

Quando o chefe de departamento ouviu que ela precisava ser substituída, ele enrugou as sobrancelhas de uma vez, “Nós podemos substitui-la, mas você vai pagar os custos.”

Ao ouvir que teria que pagar com seu próprio dinheiro, Wu Qiqiong ficou nervoso. Umas poucas centenas não importavam muito, mas por que ele deveria pagar por isso? Resolver a preocupação de seu superior é a única responsabilidade de um empregado. Porém ele nunca se permitia que se aproveitassem dele assim!

“A máquina já estava estragada antes de eu começar a consertá-la. Não é minha responsabilidade.”

O superior não pareceu satisfeito. “Wu Qiqiong, você é muito limitado. Se você pode me ajudar a reparar a máquina, essas centenas importam tanto assim?”

“Por que não?” Wu Qiqiong argumentou. “Meu salário mensal é de apenas 2000 yuan.”

“Está dizendo que o pagamento da companhia é ruim?” O chefe de departamento rugiu de repente. “Se você acha que não é bom, você pode muito bem se demitir. Existem muitas companhias privadas que salários bem melhores. Vá para onde você quiser, assim você não vai atrapalhar o desenvolvimento dos outros!”

Wu Qiqiong ficou pregado no chão como um poste. Seus olhos estavam sem emoção, seu rosto estava pálido.

“Você se atreve a barganhar comigo? Olhe para você, tão burro todo dia. Se não fosse por mim ter dado o emprego, você viveria como um pedinte! Aqueles três no seu escritório já reclamaram comigo mais de uma vez para mudar você para outro departamento. Faz muito tempo que eles não gostam de você...”

Wu Qiqiong relembrou de seus três anos trabalhando nessa companhia. Ele sempre ajudava seus colegas. Ele sentia que era uma pessoa muito cooperante e que todos lembrariam dele bem. No entanto, aos olhos dos outros, ele era uma pessoa insistente e que só queria se mostrar na frente dos superiores enquanto pisava nos ombros deles para escalar a escada social.

“Wu Qiqiong, foi você quem reparou essa máquina, então é de sua responsabilidade se ela está pronta ou não. É melhor você entregar o dinheiro hoje e nós vamos fingir que nada aconteceu. Se você continuar persistindo, você terá que aguentar todas as consequências!”

As pessoas já tinham se tornado entorpecidas. Wu Qiqiong finalmente percebeu que essa era uma sociedade sombria. Não importava quantas coisas boas você fizera, ninguém lembraria delas. Assim que você fizesse uma coisa errada, as pessoas lhe atormentariam o resto da vida.

“Eu me demito.” Wu Qiqiong falou abruptamente. “Eu decidi me demitir.”

O superior finalmente percebeu que a pessoa saindo seria Wu Qiqiong. Se ele saísse, quem faria todos aqueles trabalhos extras?

“Estou lhe dizendo, Wu Qiqiong, não seja ingrato! Você foi treinado por essa companhia, se você sair, eu não vou permitir que saia com licença remunerada. Seu dinheiro do seguro desses três anos seria todo em vão.”

Seguro? De que jeito eu sou segurado? Minha namorada me deixou. O que isso me assegurou?

Wu Qiqiong se virou e se dirigiu à porta.

O chefe de departamento estava berrando atrás dele. “Estou lhe dizendo. Você esteve ausente do trabalho por uma semana sem um motivo válido. Eu vou deduzir o triplo de acordo com seu salário diário! Com a adição das partes da máquina. Não pense em sair sem entregar o dinheiro!!”

Wu Qiqiong discutiu confiantemente, “Eu não. Eu pedi licença por causa de um machucado!”

O superior agarrou o colarinho de Wu Qiqiong e rangeu as palavras por entre os dentes. “Que porra é você? Como se atreve a gritar comigo!! Tem sempre algo errado com essa sua cabeça. Contanto que você tenha tocado a máquina, você tem culpa por tudo!”

O rosto de Wu Qiqiong ficou vermelho pela sufocação. Ele tentou abrir as mãos dele, mas o superior o chutou para o outro lado da sala. A bandagem em sua cabeça caiu.

“Como você se atreve a arranhar minha mão? Idiota! Criado por uma puta! Dá o fora daqui!”

Wu Qiqiong se agarrou à moldura do standee. Seus olhos vermelhos encararam a foto de identificação dentro dele. Debaixo da foto, as três palavras ‘Zhang Baogui’ ficaram para sempre gravadas em seu coração.

______________________________________

Gente, meu coração... Tadinho dele...  T^T 

5 Comentários

  1. Obrigada pelo ataquede contra ataque. Uhuu vlw pelo trabalho 😙

    ResponderExcluir
  2. Nossa, tadinho dele.
    Obrigada pelos cap. de inauguraçao Lena... :)

    ResponderExcluir
  3. Nossa... Fico com dó dele. Ele se esforça muito sempre.
    Ser pisado por todos é duro. mas, sei que logo ele vai mudar \o)

    ResponderExcluir
  4. Cara, que do, mano. Esse cara não tem sorte na vida. Credo.
    Indo ler mais.

    ResponderExcluir
  5. pobre desgraçado. Que a deusa da fortuna alcance a vida dele logo de uma vez. *w*

    ResponderExcluir