Oi gente...


Até que enfim a espera acabou \o/ Até eu estava com saudades de Like Love!!!

Zöish.
_____________________________________________


Capítulo 8: Deus se deu conta de Mai Ding?

Tradução/Inglês: Adrian Julian
Tradução: Zöish
Revisão: Lena.

Mai Ding estava fazendo um escândalo do lado de fora do quarto de An Ziyan e o mesmo foi acordado por isso. Ele tentou cobrir a cabeça e os ouvidos, mas não pôde evitar ouvir como esse menino amava-o e odiava-o. Quando finalmente An Ziyan levantou para abrir a porta, Mai Ding já não estava mais lá.
No dia seguinte, completamente consciente do que tinha feito, Mai Ding decidiu ficar longe de An Ziyan. Ele não sabia o que tinha possuído ele para dizer todas aquelas coisas em voz alta. Agora o gato está fora da caixa. Como ele irá encarar An Ziyan?
Ele me odeia, tenho certeza. Ele é hétero mas teve que ter outro cara gostando dele. Quanto mais Mai Ding pensava sobre isso, mais sobrecarregado de sentimentos de arrependimento ele ficava. Por que eu fui tão imprudente? Mais pensamentos bombardearam sua cabeça e ideias de suicídio cruzaram sua mente.
Mai Ding estava saindo do banheiro quando viu An Ziyan. Ele imediatamente correu para dentro. Para aqueles que não sabiam o que ele estava fazendo, pode até parecer que ele era um pervertido. E quando An Ziyan passava por sua sala de aula, Mai Ding usava um livro para cobrir seu rosto. Se eles esbarrassem um no outro enquanto subiam as escadas, Mai Ding caminharia apressadamente para longe, desaparecendo da visão de An Ziyan. Na verdade, parece que Mai Ding tinha algum radar, sempre buscando por An Ziyan. Quando seu alvo era avistado, Mai Ding fugiria mais rápido do que outros. E isso durou vários dias.
Mai Ding tinha acabado com a escola e estava retornando pra o seu dormitório quando viu An Ziyan através das grades do lado de fora da sala.
“Até quando você vai se esconder de mim Mai Ding?” perguntou An Ziyan.
Mai Ding queria responder, mas ele não sabia como. Em vez disso, ele jogou os livros que estava carregando em An Ziyan e correu na direção contrária. Infelizmente para Mai Ding, suas pernas eram um pouco mais curtas do que An Ziyan e no final, ele foi pego pela pessoa que ele mais amava e odiava.
“Você é tão cuzão.” An Ziyan xingou antes de agarrar Mai Ding.
“Me solta! Ou se não eu vou gritar por ajuda.” Mai Ding ameaçou, meio lutando.
“Por que caralhos você está gritando? Por que você está fugindo?”
“Eu perdi meu próprio respeito... e... eu não consigo te encarar.”
“Por que você não consegue me encarar?”
“Você ainda tem que perguntar? É por causa daquelas palavras que disse aquela noite.”
“Que palavras?” An Ziyan optou por fingir que não ouviu nada, temendo que ao confirmar que ele tinha ouvido a confissão de Mai Ding, esse menino fosse se manter longe dele para sempre.
Mai Ding se acalmou bastante depois de ouvir isso. “Quer dizer que você não ouviu nada aquela noite?”
“O que? O que você disse?”
Mai Ding deu um suspiro de alívio. Graças a Deus por isso, Mai Ding pensou consigo. Desse modo, ele ainda pode ser amigo de An Ziyan. Enquanto An Ziyan não o odiasse, ele queria a segunda melhor coisa: seu companheirismo e amizade.
Ele brilhou um sorriso repentino e disse: “Por que você não disse antes?”
Mai Ding é realmente um idiota, An Ziyan pensou consigo. Ele falava tão alto naquela noite. Como eu poderia não ouvir? Mas ele não quis dizer.
E foi assim que a amizade de Mai Ding e An Ziyan voltou ao normal como se nada tivesse acontecido. Mas para Mai Ding, mesmo que as coisas tivessem realmente voltado a ser como eram no passado, ele ainda não conseguia enfrentar An Ziyan da maneira calma que ele era acostumado.
Mai Ding não sabia se deveria se alegrar ou ficar chateado com o fato de que ele agora era amigo An Ziyan. Às vezes, ele só queria confessar seu amor por An Ziyan mais uma vez.
Pelo que me importa, deixe ele me odiar, ele pensou. Mas depois de pensar isso, ele não quis. Ele não queria jogar fora o que acabava de conquistar, especialmente quando a amizade que ele tinha agora era algo que lhe era tão querido.
***
Esta noite era o aniversário de Li Ming e ele convidou vários de seus amigos para um restaurante para jantar. Mai Ding estava na lista de convidados, é claro. Foi no jantar onde Mai Ding descobriu que a maioria dos amigos de Li Ming eram meninas. Como é possível que uma pessoa que praticamente se tranca dentro de casa durante todo o dia é capaz de conhecer tantas meninas? Ele nunca vai entender como as meninas pensam ou como veem os homens em geral.
Li Ming tentou apresentar a maioria delas para Mai Ding, mas Mai Ding não conseguia se lembrar de todos os seus nomes. Enquanto eles estavam comendo, uma das meninas levantou o assunto de An Ziyan. "Li Ming querido, você acha que uma pessoa como An Ziyan vai gostar de mim? Eu não acho que sou tão feia.”
“Você pode parar de sonha. A pessoa que você está pensando já tem uma namorada.”
E antes que ele pudesse terminar, Li Ming se arrependeu do que disse porque ele podia ver a expressão de Mai Ding: que lentamente estava sendo drenada de sua felicidade. Li Ming tentou fazer com que algumas das garotas animassem Mai Ding, mas Mai Ding só as acenou com as mãos dizendo: "É inútil agora. Não sou mais hétero*.” [N/T: Em inglês o significado literal de straight é “direto/reto” mas também pode se referir a opção sexual do indivíduo, no caso “hétero”. O que pode causar confusão já que tem dois significados distintos.]
Além de Li Ming, ninguém mais na mesa sabia do que ele estava falando.
“Hoje é meu aniversário, Mai Ding. Venha, vamos brindar por um dia melhor e parar de me mostrar esse rosto triste.” Ele disse a Mai Ding enquanto encheu ambos os copos até a borda.
Mai Ding levantou o copo como se estivesse propondo um brinde e bebeu tudo. E à medida que a noite avançava, já não parecia uma comemoração, mas sim, como um encontro de pessoas que estavam tentando afogar as mágoas. Mai Ding estava começando a ficar bêbado; Sua visão também estava ficando borrada. Por alguma razão estranha, até mesmo Li Ming começou a parecer mais e mais com An Ziyan.
“Você sabe... como é... difícil... ser seu amigo... ser apenas seu amigo?” Mai Ding disse para Li Ming pensando que ele era An Ziyan.
Li Ming, apesar de se sentir desconfortável porque estava preso pelo peso do corpo de Mai Ding, realmente sentia pena do pobrezinho. Ele podia dizer que a dor era genuína. Li Ming disse a seus amigos para irem primeiro. Alguns perguntaram se ele precisava de ajuda com Mai Ding, mas ele lhes disse que não era necessário. Ele iria chamar alguém da família de Mai Ding para pegá-lo.
Quando todos se foram, Mai Ding ainda estava sobre ele e Li Ming queria empurrá-lo para o lado, mas era inútil.
"Olhe com cuidado, seu bêbedo de merda. Eu sou Li Ming, não An Ziyan!" Ele tentou argumentar com seu colega de quarto.
Mai Ding levantou a cabeça e olhou para Li Ming cuidadosamente, aparentemente estudando seus traços. E quando terminou, ele estava encostado em seu ombro novamente. “Para de mentir pra mim, An Ziyan. Li Ming é tão feio. Como não posso saber a diferença?”
"Você acredita que eu vou apenas jogá-lo fora na rua agora e não me preocupar com o que quer que aconteça com você?" O sangue de Li Ming estava fervendo, mas ele ainda pegou seu celular e ligou para o amigo que ficou no quarto 503.
"Ei, Xiao Yang, você poderia me fazer um favor? Desculpe incomodá-lo, mas você poderia ir até 501 para passar uma mensagem? Diga-lhe que Mai Ding está bêbado. Ele está no restaurante Barbecue Fish, que fica do lado de fora do campus, em algum lugar perto da esquina do lado direito. Obrigado.”
Desligando o telefone, ele olhou para Mai Ding e suspirou. Na verdade, não é fácil para um cara se apaixonar por outro cara, afinal de contas, há apenas tantos problemas.
Em questão de minutos, An Ziyan apareceu olhando friamente para Mai Ding que estava, neste momento, abraçando Li Ming. Ele franziu as sobrancelhas, puxou Mai Ding para cima e disse a Li Ming: "Você pode ir agora. Não é da sua conta daqui em diante.”
Quando ouviu isso, Li Ming sentiu que Mai Ding e An Ziyan tinham uma coisa em comum. Ambos eram igualmente cruéis até certo ponto. Aqui ele estava tentando ser bom, mas um tinha que abusar verbalmente dele; O outro tinha de tratá-lo tão friamente. Li Ming decidiu não dizer nada e caminhou apressadamente. Se ele ficasse mais tempo, ele não seria capaz de voltar para o dormitório antes de fechar.
An Ziyan foi deixado com um Mai Ding que tinha o cheiro de cerveja cobrindo ele. Vê-lo nesse estado o deixou ainda mais furioso. Mai Ding tentou se aproximar de An Ziyan e até tentou cheirá-lo.
“Ei, por que você cheira tão bem de repente?” E imediatamente ele começou a vomitar.
An Ziyan parecia irritado e estava batendo furiosamente as costas de Mai Ding enquanto o menino vomitava como se não houvesse amanhã. Do jeito que ele estava ‘acariciando’ as costas de Mai Ding, não era de se admirar que Mai Ding começasse a sufocar e, se levantando mais uma vez, ele disse: "Você está tentando me matar?"
“Estou realmente pensando nisso.”
“Por que está tão zangado comigo?”
Embora ele estivesse bêbado, Mai Ding podia dizer que o amor de sua vida estava ficando irritado. Por outro lado, ele estava se sentindo cada vez pior: ele tinha uma dor de cabeça violenta e até mesmo sua garganta estava doendo.
“Eu me sinto horrível.” Ele reclamou.
“Você pediu por isso.”
Por alguma estranha razão, Mai Ding tinha a habilidade de deixar An Ziyan zangado.
“Você acha que eu queria que isso acontecesse? Se não fosse por um bastardo como você..." Mai Ding gritou, apontando para An Ziyan.
“Vamos. Pare de fazer tal cena.” Ele disse, puxando Mai Ding junto com ele. Mas Mai Ding não conseguia sequer ficar em pé, para não mencionar andar. An Ziyan revirou os olhos, não acreditando no que ele tinha que fazer a seguir.
Ele levou Mai Ding nas costas, voltando para o dormitório. Ao longo do caminho, as luzes da rua escura brilharam em suas costas e as sombras que foram lançadas no chão cresceram mais e mais enquanto Mai Ding segurava firmemente o menino que ele amava.
Quando chegaram, as portas do campus já estavam trancadas. E quando An Ziyan se virou, meio que esperando ver Mai Ding dormindo, o que ele viu foi Mai Ding olhando para ele com aqueles olhos brilhantes em vez disso. An Ziyan decidiu voltar e ir para o ponto de ônibus mais próximo.
“Onde estamos indo?”
“Para a minha casa.” Foi a resposta de An Ziyan. Ele levantou Mai Ding um pouco, porque ele estava deslizando para baixo.
“O que você vai fazer comigo?”
Ele decidiu ignorar Mai Ding. Foi só quando eles chegaram ao ponto de ônibus que An Ziyan suavemente colocou Mai Ding no chão. Mai Ding ainda estava um pouco grogue nesse momento.
Depois de algum tempo, o último ônibus chegou e An Ziyan teve que arrastar Mai Ding até o ônibus. Eles se sentaram na última fila e, como era muito tarde, praticamente ninguém estava a bordo. An Ziyan sentou-se, olhando pela janela como se sua mente estivesse cheia de pensamentos.
De repente, Mai Ding se lembrou de algo e estava se mexendo, tentando tirar algo dos bolsos. Depois de algum tempo, ele finalmente foi capaz de retirar os bilhetes de loteria de dentro. Segurando-os para An Ziyan, ele disse:
"Por que eu sou sempre tão azarado An Ziyan? Eu nunca ganhei na loteria. Deus já ao menos se deu conta de mim? Talvez seja por isso que ele não está me abençoando com sorte." Apesar de estar um pouco bêbado, a loteria ainda estava em sua mente.
“Para que você precisa do dinheiro?”
“Antigamente eu tinha vários sonhos. Eu queria viajar para as Maldivas; Talvez comprar uma mansão para mim. E talvez arranjar um conjunto de dentes de ouro!”
“Você tem excelência nesse aspecto.”
"Mas agora, An Ziyan, se eu pudesse ganhar o prêmio máximo, eu trocaria todo o dinheiro que eu tenho para poder te ter ao meu lado para sempre."[Zöish: Eu não aguento o Mai Ding sendo tão meloso, acho que vou ter diabetes depois dessa 。・゚゚・(>ω<)・゚゚・。]
“Você acha que o dinheiro é suficiente para me fazer ficar ao seu lado?”
“Além do dinheiro, não consigo pensar em outra maneira de fazer você ficar ao meu lado. Não tenho mais nada.” E tão repentinamente como começou, ele caiu de volta no sono, descansando a cabeça no ombro de An Ziyan.
An Ziyan não podia deixar de olhar para o garoto que agora estava em seu ombro. Lentamente, ele tirou a jaqueta que ele estava usando e enrolou em torno de Mai Ding. A casa de An Ziyan estava a apenas dez minutos. Seu pai comprou a casa pensando que seria mais conveniente para ele. An Ziyan tentou acordar Mai Ding. Mai Ding levantou-se, mas ainda estava um pouco grogue. Vendo An Ziyan levantar-se para descer, ele também seguiu atrás. Uma vez que eles chegaram à casa, Mai Ding disse educadamente:
"Desculpe por causar tantos problemas. Ter um amigo como eu realmente pode ser um problema. Você não precisa mais se preocupar comigo. Aquela soneca que eu tirei era o que eu precisava e agora estou me sentindo melhor. Vou encontrar um hotel próximo para passar a noite.”
“Você acha que eu vou deixar você fazer isso?”
“Está bem. Mesmo sendo amigos ... "
An Ziyan agarrou seu pulso, não deixando que ele terminasse.
“Pare de se referir a mim como seu ‘amigo’. Apenas ouvir isso faz meu sangue ferver!”
E puxando Mai Ding para si mesmo, An Ziyan beijou Mai Ding.
Mai Ding imediatamente ficou sóbrio. Seus olhos se dilataram, sem acreditar no que estava acontecendo. Ele não se atreveu a se mover porque não queria empurrar An Ziyan para longe. Se isso era um sonho, Mai Ding não queria acordar. Ele ficou ali como um manequim de madeira; Não querendo mover-se por medo de que tudo mudasse se ele o fizesse. An Ziyan não pôde deixar de repreendê-lo. “Você é a porra de um morto?”
Para Mai Ding, foi tudo muito rápido e o pegou de surpresa. Sonhos não se tornam realidade, ou se tornam? pensou para si mesmo. Deus finalmente está se dando conta de mim?
*****

9 Comentários

  1. O próximo capitulo vai ser muito quente, esperando ansiosamente. muito obrigado!!

    ResponderExcluir
  2. An ziyan é corajoso beijar o Mai Ding depois de vomitar ecaaa!!

    ResponderExcluir
  3. Esperando mais que ansiosa pelo próximo capítulo...obrigada meninas!!😄🤗😘

    ResponderExcluir
  4. Eita! Sabor vomito... Éhh delicia. <3

    ResponderExcluir
  5. existe prova de amor mais verdadeira que beijar o boy depois dele vomitar? claro que não kskk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso não é prova de amor é prova de insanidade hahahahahaha

      Excluir
  6. Como se recuperar depois desse capítulo? ❤❤❤❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  7. Depois de um vômito um primeiro beijo nao sera esquecido afff

    ResponderExcluir
  8. Junta o vômito com a soneca... O sabor desse beijo realmente deve ter sido inesquecível!!!!

    ResponderExcluir