Continuando...

Enfim o momento tão esperado por nós...... Não sei se já estou acostumada com as Novels da CJD que sempre tem umas cenas bem quentes, mas a Angelina tem um outro estilo, acho bem leve!!

Zöish.

Geeeente, o Mai Ding pegou o An Ziang de jeito com aquele jeitinho maluquinho e abusado dele. hahahahah Que fofos!!! >u< Esse é o último capítulo de hoje. Tenham uma boa noite! ^^/

Beijos~        
Lena.
___________________________________________________



Capítulo 9: Eu não posso evitar de amar você. [+18]

Tradução/Inglês: Adrian Julian
Tradução: Zöish
Revisão: Lena.

Mai Ding seguiu An Ziyan até seu quarto. Ele nem checou o quarto dele porque sua mente estava totalmente atordoada com o beijo que aconteceu há algum tempo atrás. Tocando seus lábios, Mai Ding ainda podia sentir o calor do beijo de An Ziyan em seus lábios.
“Por que você me beijou há pouco?” Ele tinha que perguntar. O que ele fez para merecer isso? Não foi tudo muito repentino? Havia apenas muitas perguntas na mente de Mai Ding agora.
Não houve resposta de An Ziyan.
Lentamente, An Ziyan desabotoou sua camisa. Sua camisa saiu, mostrando um tronco bem tonificado. Mai Ding só podia olhar; Seu rosto já estava corado. Mesmo que ambos fossem homens, Mai Ding não sabia por que ele estava se sentindo um pouco tímido e excitado ao mesmo tempo. Deixando Mai Ding chocado, An Ziyan foi tomar seu banho.
Depois de um tempo, então finalmente Mai Ding se tocou que ele estava realmente no quarto de An Ziyan. Ele se sentiu um pouco desagradável por algum motivo. E voltando aos pensamentos do beijo, ele perguntou a si mesmo: O que foi aquele beijo para An Ziyan? Seria algo sério? Ou ele estava apenas brincando comigo?
Mai Ding não podia deixar de considerar todas as probabilidades. As quatro paredes não deram resposta. Aqui ele estava sozinho com o menino de seus sonhos. Oh não, ele pensou. Nó vamos fazer aquilo? Ninguém pode realmente culpar Mai Ding por ter todos esses pensamentos bizarros. Afinal, An Ziyan estava apenas a uma parede de distância. E An Ziyan estava totalmente nu. Ele não conseguia parar de pensar nisso. Ele podia ouvir o espirro de água tão claramente. Mai Ding beliscou sua coxa.
“Droga! Pare de pensar nisso!” Disse a si mesmo.
Em pouco tempo, An Ziyan saiu do banheiro; Seu cabelo estava molhado. Sua atual aparência depois do banho emitiu eletricidade através do corpo inteiro de Mai Ding.
“Você terminou de me olhar? Rápido vá tomar banho!” An Ziyan ordenou Mai Ding enquanto lhe jogava um conjunto de roupas limpas.
Mai Ding obedientemente pegou o conjunto de roupas e foi para o banheiro. Quando ele entrou no banheiro, ele não pôde deixar de notar que todo o lugar estava repleto com o perfume de An Ziyan. E sabendo que isso era um pouco perverso, Mai Ding respirou fundo, esperando absorver todo perfume que pudesse. Uma vez que ele estava satisfeito, ele começou a tomar banho.
Em seu estado atual, ele estava tentando muito controlar suas emoções, mas quanto mais se lavava, mais a parte inferior de seu corpo estava reagindo. Felizmente para Mai Ding, o conjunto de roupas que lhe foi passado era relativamente grande e podia esconder a sua 'excitação'.
Quando terminou de tomar banho, ele viu An Ziyan assistindo televisão.
“Onde é o quarto de hóspedes?” Ele perguntou docemente.
An Ziyan olhou para ele. O fato de Mai Ding estar vestido com suas próprias roupas fez ele parecer ainda menor.
“Vem aqui.” ele disse. [Zöish: Eu não sei se eu consigo terminar de traduzir isso, meu coração tá acelerado gente, eu sou uma menina pura, essas coisas não me fazem bem( x ). / Lena: Aaaaaaaaaahhhhhhhhhhhh!!! (*) ]
Mai Ding aproximou-se de An Ziyan.
“O que você quer?”
“Me dê sua primeira vez.”
Uma bomba explodiu na mente de Mai Ding. Sua inocência foi explodida em pedaços. [Zöish: Eu sei como você se sente Mai Ding!!!!!!]
“Que tipo de bastardo desprezível e desavergonhado é você?”
“Você não gosta de mim?”
Mai Ding congelou. Ele percebeu que durante todo esse tempo, ele tinha sido levado para um passeio. Então, todo esse tempo, An Ziyan sabia como ele se sentia. Ele deve ter ouvido todas as coisas que ele havia confessado naquela noite.
“Você sabia o tempo todo e você realmente mentiu para mim? Você está tentando me humilhar? Sim, eu sou gay. Eu não me importo se você acha que é nojento ou acha que desconfortável. Eu nem me importo agora se você me disser que não podemos ser amigos. Eu sei tudo isso já, você está apenas esperando por mim escorregar. É apenas entretenimento para você, não é?” Ele disse, se sentindo chateado. “Eu tenho algo. Vou dar o primeiro passo.”
Quando estava prestes a sair do quarto, An Ziyan o deteve, impedindo-o de abrir a porta do quarto.
“Nunca tive a intenção de te deixar ir.”
Dito isso, ele rapidamente levantou Mai Ding do chão, levou-o em seus braços como uma noiva virgem e depois jogou ele na cama.
“Seu bastardo ogro. Você está se forçando em mim? Eu vou...”
An Ziyan o silenciou com um beijo. E embora ele pudesse ter sido um pouco bruto com Mai Ding, seu beijo, por outro lado, era suave e delicado. Foi essa ternura que fez Mai Ding ceder.
Ele segurou firme a mão de An Ziyan. Ele estava começando a responder ao beijo. Se ele me odiasse tanto assim, ele não estaria me beijando desse jeito, pensou, entretendo um vislumbre de esperança.
An Ziyan sentiu algo que o cutucava por baixo. Olhando para baixo, viu o que era. E com um sorriso maligno em seu rosto ele disse:
“Meu caro colega de classe, você também não foi honesto comigo.”
Ele é tão empata foda, pensou Mai Ding.
“Vamos fazer ou não?”
“Então você está disposto a me dar sua primeira vez?”
"Neste ponto, há algum ponto em voltar atrás? Além disso, dar ela à pessoa que amo é algo de que não me arrependerei.” Mai Ding parecia ter chegado a essa conclusão muito rápido.
“Apenas me solte. Eu sei o que preciso fazer.”
An Ziyan soltou Mai Ding. Ele estava curioso para ver o que Mai Ding faria em seguida. Mai Ding corou enquanto tirava o resto de sua roupa. Uma vez que ele estava nu, ele deitou na cama de An Ziyan, sua bunda empurrando na direção de An Ziyan.
Fechando os olhos, ele disse: "Você pode fazer aquilo comigo agora."
Na verdade, Mai Ding não sabia o que ele precisava fazer. Ele tinha uma ideia grosseira. Ele sabia que a primeira vez ia ser dolorosa para ele e então ele estava se preparando mentalmente. An Ziyan não pôde evitar, e riu. “Você é mesmo um idiota”.
“Para de rir de mim. Você só está sendo mau.”
An Ziyan virou Mai Ding, certificando-se de que ele estava agora de frente para ele. Ele começou a beijar Mai Ding por toda parte: começando com o rosto, depois com o pescoço, lentamente descendo. Uma sensação estranha foi tomando conta de Mai Ding. Foi só quando An Ziyan começou a acariciar uma região particular que Mai Ding começou a gemer:
“Mmm... Sim... Não essa parte... aí não... ah... ah... isso...”
Mai Ding sentiu como se estivesse derretendo na boca de An Ziyan. Ele estava agarrando as costas de An Ziyan com força, seu próprio corpo tremendo de prazer. A cena em torno dele começou a ficar confusa. Seu foco estava apenas em An Ziyan.
De repente, Mai Ding sentiu algo entrar nele, mas não havia dor! Pensando que An Ziyan já estava nele, ele deixou escapar: “Não há dor! O seu é tão pequeno?”
O rosto de An Ziyan escureceu e ele respondeu usando mais força em Mai Ding, enviando uma dor aguda através do corpo de Mai Ding. Os olhos de Mai Ding se dilataram e, ao olhar para baixo, ele percebeu que An Ziyan não tinha realmente entrado nele, mas ele estava apenas usando seu dedo.
Depois de um tempo, pensando que Mai Ding estava pronto, An Ziyan entrou em seu novo amante sem lhe dar aviso prévio. A princípio, Mai Ding estava deitado lá confortavelmente desfrutando da felicidade de sua primeira experiência sexual, mas quando An Ziyan entrou nele de verdade desta vez, ele gritou de dor.
“Aaaaaaah! Dooooooor! Por favor, seja gentil!” Ele agora percebeu quão 'grande' An Ziyan realmente era.
“Vai ser doloroso, eu sendo gentil ou bruto.”
An Ziyan disse muito naturalmente.
“Aaaa... Pare de dizer isso... Aaa ... Ok, rápido, saia. Quero parar!” Mai Ding implorou.
“Isso não cabe a você pedir.”
Como An Ziyan poderia parar agora?
“É... é... tão... dolo ... roso... An... Zi... Yan...”
Mai Ding estava fazendo uma careta de dor, tentando suportar o fogo quente que o perfurava. Mas depois de um tempo, a dor gradualmente deu lugar ao prazer. E agora, com An Ziyan acariciando todo o seu corpo, seus dedos trazendo-o de maneira habilidosa a lugares recém-encontrados, Mai Ding foi envolvido pelo calor da paixão e decidiu render tudo a An Ziyan.
“Parece que você está gostando agora.” An Ziyan brincou. Ele podia ver que Mai Ding não estava mais sofrendo.
“Você é apenas desprezível.” E isso aconteceu durante toda a noite até que Mai Ding, exausto dos espasmos da paixão, desmoronou nos abraços de An Ziyan e adormeceu.
***
Na manhã seguinte, Mai Ding acordou num despertar e estava freneticamente tentando colocar suas calças. A comoção que causou despertou An Ziyan em troca.
"O que você está fazendo?" An Ziyan perguntou, franzindo a testa.
Mai Ding olhou para An Ziyan e, por algum motivo, especialmente pensando no que os dois fizeram na noite anterior, sentiu-se um pouco envergonhado. Sua bunda ainda estava um pouco dolorida.
"Se eu não sair logo, sua namorada vai descobrir sobre nós." Parecia que ele era o terceiro na relação.
“Mas ela estuda nos Estados Unidos.”
“Oh!” Mai Ding suspirou de alívio, caindo na cama.
"Então, o que isso nos torna?" Isto estava na mente de Mai Ding a manhã inteira.
“O que você acha?”
“Sou eu quem está perguntando. Além disso, se eu te pedisse, você concordaria?”
An Ziyan usou um braço para apoiar a cabeça. “Vamos ouvir.”
“Quero estar em um relacionamento com você. Você não vai concordar, certo?”
“Estou bem com isso.”
Isso chocou muito Mai Ding. Ele não estava esperando nada na verdade. Era para ser uma piada. Mas ele realmente concordou? Ele estava falando sério? An Ziyan não tinha expressão em seu rosto. Ninguém sabia se estava falando sério. Para Mai Ding, era francamente ridículo. Como era possível?
“Você é bonito e tem tantas garotas atrás de você. Por que alguém como você sairia comigo?” Mai Ding teve que perguntar.
"Você parece tão normal e ninguém vai atrás de você. Então por que você não sai comigo?” An Ziyan retrucou, quase com naturalidade.
“Você está louco.”
Ele refutou. E, de um modo tímido, pegou suas roupas e saiu da casa de An Ziyan. No ônibus público, Mai Ding não pôde deixar de rir. Ele realmente disse que queria ficar comigo.
Ainda surpreso por ter ouvido o que ele tinha ouviu. Nessa viagem, ele era como um paciente bipolar: um momento calmo, o outro rindo para si mesmo.
Por que ele gosta de mim? Ele riu de novo para si mesmo. E de todas as pessoas... é An Ziyan!
As pessoas sentadas ao lado dele estavam bastante perturbadas. De repente toda a preocupação, toda a frustração, diminuiu. A brilhante luz da esperança estava brilhando em Mai Ding. Cada canto de seu universo estava cheio de calor inexplicável. As preocupações sobre o passado ou o futuro não tinham poder sobre ele.
Nada neste mundo poderia mudar como ele se sentia. Ninguém poderia impedi-lo. Sim, ninguém, nem tempo, nem lugar, nada poderia parar Mai Ding de amar An Ziyan. Agora, ele só queria amá-lo o melhor que podia. Afinal, estar junto com An Ziyan já era uma bênção.
*****

Lena: Eu ri muitoooo!!!!! XD

17 Comentários

  1. Fechando os olhos, ele disse: "Você pode fazer aquilo comigo agora."me acabei kkk..Depois “Não há dor! O seu é tão pequeno?” me acabei de novo...obrigada meninas😄🤗😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm!!!! Me acabei de rir!!!! hashuahuahsuahsu

      Excluir
  2. Kkkkkk que casal comedia kkkkkk gente q doido ! Gosto muito deles xd

    ResponderExcluir
  3. O que eu faço agora eu ri muito estou com calor e estou tendo palpitaçao estou que nem Mai Ding no ônibus kkkk vou ter que tomar um banho gelado pra acalmar. ZÖISH E Lena vcs sao demais melhor presente de aniversario foi esse capitulo vlw

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É seu aniversario??? PARABÉNS!!! 😘😘😘

      Excluir
    2. Sim fazendo 24 aninhos como o tempo passa parece que foi ontem que fiz 18 kkkk, obrigado pelos parabéns☺☺

      Excluir
    3. Parabéns!!! Muito yaoi e felicidades para você!!:))

      Excluir
  4. Eu estava muito ansioso por esse capítulo...
    Obrigado meninas...
    😘😘😘

    ResponderExcluir
  5. Amo esse casal a série foi maravilhosa que pena que não vai te a tersera temporada😞😞😞😞

    ResponderExcluir
  6. Só esses dois pra me fazer rir tanto no meio do que deveria ser um smut mas não foi bem um smut kskkks pelo que foi mostrado no filme/série eu achei que as coisas aqui seriam bem mais 'pesadas' mas foi tão fofo e engraçado ksks obrigada pelo capitulo meninas <33

    ResponderExcluir
  7. Pelo que foi mostrado na série eu estava esperando uma coisa bem mais pesada estilo Counterattack ou Addicted. Mais valeu deu muitas risadas com eles

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As novels da Angelina são super leves nesse ponto. E são sempre engraçadas.

      Excluir
  8. Gostei muito eu tbm achei que seria mais pesado mas foi divertido e muito fofo, muito obrigado!!!

    ResponderExcluir
  9. kkk eu tô rindo ,eles são um amor! Obrigada pela tradução!

    ResponderExcluir
  10. por favor alguem sabe onde posso assisti completo like love so acchei ate o cap 8

    ResponderExcluir