Eeee eu voltei! \o/

Tão curtinho. hehehe Só uma coisa: aparentemente, a pessoa da história do Xia Yao (vocês lerão) é personagem principal de outra novel da Chai Jidan. =X

Beijos de novo~        
Lena.
Mais um uke neko, huh? Nyaa~ Tão fofo! Páreo duro com o ZhouZhou, será?
_______________________________________________



Cap. 3 – Um passado obscuro que não pode ser revelado



Assim que ele acabou sua conversa, a hill myna começou a botar para fora:
“Cumprimento! Como vai você? Prosperidade! Prosperidade! Eu quero lhe dar um beijo beijo beijo beijo beijo beijo beijo..”
Peng Ze andou pelo quarto, procurando por aquela voz incomum. No fim, adjacente à janela, ele conseguiu descobrir um pequeno pássaro preto, com emotivos olhos brilhantes, tentando manter erguida sua delicada cabeça enquanto abria e fechava continuamente seu pequeno bico.
“Ei! Que pássaro engraçado!” Peng Ze elogiou entusiasticamente.
“Que párrado engraçado!” Pequena myna imitou.
Peng Ze riu alto. A myna também esticou seu pescoço para cima soltando sons de risada, “Hahaha”.
Peng Ze brincou com o pássaro por um momento antes de se virar para Xia Yao e voltar ao tópico principal, “Por favor! Me escute uma vez. Só venha e se junte à diversão. Além do mais, eu já concordei com Dou sensei para persuadi-lo a ir à festa a qualquer custo.”
Xia Yao não deu a mínima.
“Yuan Ru também estará lá,” Peng Ze enfatizou gentilmente.
Consequentemente, a referência ao nome apenas adicionou lenha na fogueira. Teria sido melhor não mencionar.
“O que está pensando afinal?” Peng Ze respondeu impotentemente, “Garotas do sudoeste da China são doces, gentis e bem educadas, assim como você deseja. Que tal dar um anel a ela?”
Xia Yao pegou o cartão multibanco:
“Esse jantar é por conta da casa. Por minha conta. Por falar nisso, envie meus cumprimentos ao Dou sensei. Diga que estou completamente acabado. Talvez da próxima vez.”
“Estou lhe implorando... Farei qualquer coisa, até lhe chamarei de avô.” Peng Ze falhou miseravelmente.
“Ei você!” Hil myna retrocedeu com vivacidade com a voz alta.
Xia Yao deu risinhos, batendo no ombro de Liang Ze antes de ir dar uma volta segurando a gaiola do pássaro.
Longe de ser excêntrico, Xia Yao parece ser impertinente devido a seu hábito de cumprimentar idosos.
“Sr. Wang. Você está fazendo uma rápida caminhada depois da refeição?”
“Sim. Bom para a digestão.”
Os mais velhos na vizinhança têm grande afeto por Xia Yao, filho de uma família prestigiosa, um talento que sabe como orquestrar seus casos. Sem mencionar sua estatura atraente, entusiasmo audaz e caráter bem comportado.
Em relação a seu caso amoroso, Xia Yao é um cara competente com consciência e virilidade. Entretanto, sua luxúria é reprimida por sua própria abstenção moral. Tanto quanto ele ama encontros sociais, ele tende a recuar ao deleite sexual com mulheres de todo tipo. Uns dizem que ele é lento. Outros dizem que ele sofre de frigidez ou que ele só é simplesmente homossexual...
Mas a verdade é que Xia Yao tem um passado sombrio que ele nunca deseja revelar.
Durante seus anos de colégio, Xia Yao era exatamente como qualquer outro garoto comum, curioso sobre a vida, atraído ao sexo oposto. Um dia, quando ele não pode mais impedir a si mesmo da tentação, ele abiu uma vídeo-chamada para conversar xxx.
Azarado, ele encontrou um filho da puta mentalmente derrotado.
Era um cara com a pele clara como a neve e pernas que se estendiam por quilômetros. Aquele cara focou a câmera em sua parte de baixo, cruzando as pernas para esconder seu ‘irmãozinho’, o que fez ele não parecer diferente de um corpo de garota. Ele pacientemente assistiu Xia Yao se despir enquanto fumava um cigarro.
Os olhos vermelhos injetados de Xia Yao viram a ‘moita’ que havia entre as pernas dela, fazendo ele imaginar todo tipo de xxx.
Clack clack clack, uma frase apareceu na tela, “abra as pernas pra mim bebê”.
Em resposta veio, “Okay, mas você não pode fechar esses olhos, eu farei um truque de mágica pra você.”
Xia Yao quase chegou ao seu limite, só há alguns minutos do clímax.
As três palavras apareceram na tela do computador, “Um, dois, três!”
Os olhos de Xia Yao nunca piscaram.
E, então, a “garota” abriu suas pernas.
Desde então, essa experiência sempre foi um fantasma à espreita na mente de Xia Yao.
Se outros homens vissem mulheres mostrando suas longas, longas pernas, todos eles ficariam excitados e desejariam arrancar as roupas restantes do corpo da mulher, então Xia Yao só queria matar alguém. Ele fez uma promessa a si mesmo que se algum dia ele encontrar aquele homem em sua vida, ele primeiro cortaria à mão as bolas e o pau dele para se certificar que o cara alcançasse seu sonho de se tornar uma garota.
*****

10 Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Berro! Hahaha, vontade de conhecer esse serumaninho... traumatizou o Xia...

    ResponderExcluir
  3. Gente, será q é quem eu estou pensando? As pernas longas e o cigarro... Muito ele... Chi Cheng...

    ResponderExcluir
  4. Do nada o Liang Ze aparece na estoria...
    Ashuashuashua...
    Ainda nao sei o q acho sobre esse bl, vamos esperar mais capitulos pra ver no que da.

    ResponderExcluir
  5. Oi Lena! Quando você trará mais capítulos de Addicted? Já faz bastante tempo desde a última vez. Estou esperando muito pelos capítulos!!!

    ResponderExcluir
  6. Ninguém nunca será pareó para o nosso Yin a beleza dele e suprema <3

    Ou só sou que penso assim por ser tão apaixonada pelo baobei do Gu hai ^^

    ResponderExcluir
  7. Coitado, completamente traumatizado.

    ResponderExcluir
  8. Antes ela escreveu "garotinho" do nada ela escreve "bolas e o pau dele"

    ResponderExcluir