Minha gente!!! ✧*.◟(ˊᗨˋ)◞.*✧

Eu não ia postar dois capítulos hoje, mas não resisti... Porque é CA!!!! ヾ(゚∀゚○)ツ三ヾ(●゚∀゚)ノ E eu sei que vocês estão com tanta saudade desses dois quanto eu! ⊂((〃≧▽≦〃))⊃

Infelizmente o capítulo é curtinho, mas é tão fofo - eu tava sorrindo que nem uma boba aqui - que super vale para matar a saudade! (♥ω♥ ) ~♪ Vai dar vontade de ler e reler. hehehe

Beijos~         
Lena.
_________________________________________________

Cap. 66 - A verdade.


  
Chi Cheng fechou a porta com um chute. O porão era como um vaporizador de bambu [N/T1: ou seja, muito quente] e estava preenchido com o sabor de hormônios masculinos [2].

O celular de Chi Cheng tocou. Wu Suowei o pescou e resolutamente o jogou no chão.

De uma só vez, ele pressionou seu peito contra Chi Cheng e o empurrou contra a moldura da porta e o beijou agressivamente. Esse era a primeira vez que ele tomara a iniciativa assim. O próprio Wu Suowei não entendia porque ele estava perdendo o controle dessa forma. Gotas de suor se juntavam formando linhas que escorriam, mas Wu Suowei não conseguia enxuga-las. Como uma criança faminta, ele assaltou grosseiramente a boca de Chi Cheng.

Chi Cheng podia dizer que Wu Suowei estava realmente ansioso.

Pausando por um momento, as mãos grandes de Chi Cheng beliscaram as bochechas de Wu Suowei enquanto ele o provocava dizendo, “Você realmente é como um potro.” Só se mexe quando apanha e só relaxaria a bunda e aproveitaria o sol se não estivesse sendo chicoteado.

“Eu sou um jumento [3]?” Wu Suowei bufou e riu, “Eu não me atrevo a roubar seu apelido.”

Chi Cheng estreitou os olhos. “Então me diga porque eu sou um jumento?”

“Seu pau é do tamanho do pênis de um jumento”. Um cara tão honesto.

Chi Cheng sorriu perversamente. Pênis de um jumento... ele saboreou esses dois caracteres. Ele agarrou firmemente a mão de Wu Suowei e, puxando-a para si, a pressionou contra sua virilha, seus olhos poderosos queimando o rosto de Wu Suowei.

“Você está falando besteira de novo. Você acreditaria que eu vou levar esse chicote* até sua bunda?” [N/T: jogo de palavras. “Pênis”, em chinês, também pode ser traduzido como “chicote” ou “longo bastão”.]

Wu Suowei evitou esse tópico sensível. “Estou com fome.”

Chi Cheng olhou para a mesa. Realmente não havia nada para comer. Não importava o que, a barriga deveria ser satisfeita; essa era a prioridade. Sendo assim, ele bateu no ombro de Wu Suowei e disse, “Você espera aqui. Eu vou comprar lanches.” Chi Cheng cuidadosamente entregou Xiao Cu Bao para Wu Suowei.

Wu Suowei colocou Xiao Cu Bao em volta do pescoço e andou de um lado para o outro pela casa.

Quando se relacionava a criar cobras, Chi Cheng não mantinha isso com facilidade. Ele escolheu deixar a si mesmo em desconforto e viver em um lugar mormacento para deixar seus amados bichinhos viverem em um local quente. Aparentemente, riqueza e status não garantiam conforto. Todo mundo tem seu próprio modo de atormentarem-se, sem exceções.

Apesar dessa ser a segunda vez dele ali, Wu Suowei achou o local bem estranho: duas camas e uma parede. Era tão simples. Ele tentou procurar por traços da Yue Yue, mas não encontrou nada. A atmosfera da casa era estéril como uma pessoa sem coração [N/T: significa que a casa é fria, como se nenhuma mulher jamais entrasse nela]. No entanto, uma geladeira fora adicionada desde a primeira vez que ele estivera ali. Ele imaginou que ela guardava algumas bebidas geladas para providenciar alívio do calor.

Wu Suowei abriu a geladeira.

A cena diante de seus olhos fez ele estremecer.

Não havia bebidas geladas ou sorvete dentro da geladeira, apenas uma pequena caixa de madeira onde as figuras de açúcar estavam presas na tampa. Algumas delas foram dadas por Wu Suowei e outras foram tomadas pelo próprio Chi Cheng. Provavelmente preocupado que as figuras de açúcar fossem derreter em uma sala tão quente, Chi Cheng teve a ideia de manter todas as figuras de açúcar em uma geladeira.

No fim das contas, aquele Chi Cheng não dera as figuras de açúcar para Yue Yue.

A cobra, o cocô e o crisântemo também estavam na geladeira...

Todas elas estavam de pé vividamente na geladeira olhando para Wu Suowei.

Wu Suowei contou de um lado para o outro e de trás para frente, nenhuma estava faltando.

Uma emoção inexplicável surgiu em seu peito e ele, sem perceber, formou um sorriso.

Chi Cheng estava parado à porta observando o queixo de Wu Suowei se mover enquanto ele contava as figuras de açúcar uma por uma, cautelosamente e seriamente. Quando ele estava satisfeito de que nenhuma estava faltando, ele deu um sorriso conhecedor. Então, virando sua cabeça, ele as contou de novo na direção oposta. A forma como ele parecia estar emocionalmente comovido quando ele teve o mesmo resultado era bastante sedutor. Quem iria imaginar que Chi Cheng não precisava de carros, não precisava de status, não precisava de dinheiro, não precisava de um pênis grande; tudo o que ele precisava era de algumas figuras feitas de açúcar soprado que estavam sendo guardadas ao invés de serem dadas para fazê-lo se sentir satisfeito.

Pegando um vislumbre do Chi Cheng, Wu Suowei imediatamente desmanchou o sorriso, substituindo-o com uma expressão de fingida indiferença.

“Você comprou os lanches?”

Comparado a Wu Suowei levando-o para comer Ma La Tang, o tratamento de Chi Cheng para Wu Suowei era como noite e dia. Era como se Chi Cheng tivesse saído em uma viagem e trouxera de volta quase o supermercado inteiro: todos os tipos de comidas cozidas, lanches, frutas, bebidas... de um restaurante, todos os tipos de pratos de carne, pratos vegetarianos, o prato de assinatura do restaurante... até diversas variedades de itens básicos apenas para o caso de Wu Suowei ser um comedor exigente.

A garganta de Wu Suowei se apertou, seu peito queimou, e ele não sabia onde começar.

“Esse ano eu entrei no supermercado três vezes. Primeiro foi porque eu vi alguém com buracos na roupa de baixo, e segundo foi quando eu visitei sua família. A terceira foi ainda agora.” Chi Cheng disse isso sem exagerar, já que tinham pessoas que cuidavam de suas necessidades básicas [4] e ele raramente gastava dinheiro para fazer compras para si mesmo.

Eu não escuto nada, não escuto nada... Wu Suowei tentou fazer auto hipnose e comer as comidas sem dizer nada.

_________________________

Notas de Tradução:
[1] Vaporizador de bambu:
[2] “Sabor de hormônios masculinos”: sim, estava escrito assim mesmo, “sabor”. Talvez Chai Jidan estivesse se referindo à percepção do Xiao Cu Bao. XD hehe
[3] Não entendi muito bem a mudança de “potro” para “jumento”, pois a tradutora não explicou essa parte. Mas, talvez, o WSW não tenha escutado muito bem, pois potro é (Jū) e jumento é (lú). Só um palpite...

[4] Necessidades básicas: 衣食住行 (Yīshízhùxíng) é, separadamente, (yī) – roupas, (shí) – comida, (zhù) – acomodação, e (xíng) – transporte.

10 Comentários

  1. Meus deuuss, estava morrendo de saudades dessa novel maravilhosa 💙💙

    ResponderExcluir
  2. Lindo esse capítulo ♡♡♡ adoro como o chi Cheng demonstra seu amos kkkkk mesmo que as vezes eles faça isso de maneiras pervertidas kkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Kyaa que saudades deles e do blog. Qdo consigo uma folguinja aparece CA 😍😍😍😍 amoooo que fofo chi cheng e wu. Obrigada pelo trabalho lenaaa continue sempre firme e forte 😙

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Lena...! Eu estava esperando este capitulo!

    ResponderExcluir
  5. ommo, unnie do céu tô sonhando ou saiu outro cap de ca? Pra falar a verdade tive q ler o cap anterior, pq já tinha esquecido onde tinha parado hahhaha
    Wu Suowei já tá caidinho pelo Chi Cheng (será q ele vai fazer doce por muito tempo antes de admitir? 😂)
    O próximo vai ser muito ❤
    Obrigada, fighting

    ResponderExcluir
  6. Lena que emoção que saiu cá, amo o chi Cheng adoro a sua personalidade

    ResponderExcluir
  7. N consigo parar de rir, amo tanto... Esse casal só perde pros meus amores de Addicted, que coisa mais fofa, guardou todas as figuras de açucar, para um homem duro e pervertido, se isso n é estar apaixonado, n sei oq seria... Ainda hj estava olhando uns videos deles no you tube, inacreditável como combinam, são afetuosos e tem química em todas as entrevistas... Tem coisa aí... certo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com tudo o que você disse! hahahah Eles são mto cannon!

      Excluir
  8. esse wu ta fazendo mais doce que o Yin Zi. Quero só ver quando chegar a hora de admitir como foi em addicted. Será que Wu receberá o mesmo tratamento que Gu Hai deu ao Yin Zi? ansioso.

    ResponderExcluir