Oi pessoal!!!

Atendendo a pedidos, Addicted!!!!! \*O*/

Nyaaa~ Esse capítulo é tão amorzinho *____* Aproveitem bastante! ^^/

Um beijão!

Lena.
Que perfeição!!!! *morta com essa fanart*
_____________________________________________________


Cap. 133: A primeira noite de sono pacífico.




Depois de limparem e arrumarem a bagunça no quarto, eles aproveitaram os bolinhos de arroz glutinoso com a sopa doce, tomaram banho e deitaram seus corpos cansados na cama. Até então, já passava da meia-noite.
Incapaz de controlar as emoções apreensivas que irromperam naquele seu músculo pulsante, Gu Hai deixou sua voz soar suavemente no silêncio do quarto.
“Mais um ano passou, o tempo realmente voa.”
Bai Luo Yin simplesmente permaneceu deitado ao lado dele, seus dois braços alongados envolvendo seguramente um travesseiro a sua frente enquanto seu queixo descansava confortavelmente no topo dele. Seus olhos terrosos ligeiramente estreitos em divertimento, aparentemente aproveitando a tranquilidade que o silêncio trouxe consigo.
Haviam apenas duas pessoas no quarto, seus olhos apenas mantinham apenas as imagens um do outro, seus ouvidos absorviam apenas o som da voz da outra pessoa, qualquer outra coisa que acontecesse no mundo lá fora não tinha nada a ver com o espaço em que eles estavam confinados. Aqui... agora.
.......
Gu Hai colocou sua mão sobre o pescoço de Bai Luo Yin, sentindo a veia sob sua palma pulsando vigorosamente. Uma serenidade sem nome foi transmitida para seu coração fortalecendo-se ali.
Como um viciado em drogas que suportou exaustivamente a dor da abstinência por dias incontáveis e, finalmente, ser capaz de ter aquela onda da dependência dentro daquelas veias transportadoras de sangue, era puro êxtase. O efeito da droga rapidamente se dispersaria pelo seu corpo e até as fendas sob seus ossos ficariam exultantes.
Bai Luo Yin estreitou seus olhos, virou-se, olhando para Gu Hai de cima a baixo.
Ele ainda era a mesma pessoa, um pouco mais magro, com algumas pontas de barba seriamente teimosas circulando seu queixo. O contorno do perfil do rosto dele estava ainda mais distinto que o normal.
“Você deveria se barbear.”
Os dedos brutos e não refinados de Gu Hai tocaram a parte inferior de seu próprio rosto; a existência daquelas pontas que espetavam agora óbvia até para ele mesmo. Parecia que um longo tempo havia passado desde a última vez que se barbeara. Há um longo tempo ele já esquecera o dia, e pior ainda, ele nem conseguia se lembrar da última vez que ele lavara seu rosto.
“Ter um pouco de barba dá uma impressão ainda mais viril.” Gu Hai preguiçosamente consolou a si mesmo com essa desculpa sem vergonha.
Bai Luo Yin soltou um riso abafado por um segundo antes de não conseguir evitar e deixar a risada sair logo em seguida.
“Talvez em outras pessoas isso as faça parecer um pouco mais bonitas. Para você... esqueça isso. Você só parece velho.”
Um ar de desgosto passou pelos olhos de Gu Hai, “Por que você sempre diz que eu pareço velho? Onde eu fiquei mais velho?”
“Em toda parte.”
Os dentes de Gu Hai bateram grosseiramente uns nos outros enquanto ele os rangia firmemente. Ele ponderou e pensou em agonia em um defeito em particular que o corpo de Bai Luo Yin tivesse para que ele pudesse contra-atacar o garoto com ela. Porém, no fim, ele descobriu que cada parte, cada centímetro era visualmente atraente. Era realmente um colírio para seus olhos cada vez que sua vista caía sobre ele.
Havia absolutamente nenhum defeito... nem mesmo um, que ele pudesse apontar.
Bai Luo Yin saiu da cama, se virou para o banheiro e entrou. Em menos de um minuto, ele reapareceu com uma toalha pendurada em seu braço.
“Deite ali,” Bai Luo Yin comandou apontando para o sofá de dois lugares perto da porta.
Gu Hai lentamente esticou seu corpo, “Para que?”
Bai Luo Yin balançou maliciosamente o barbeador em sua mão, para a esquerda e para a direita... esquerda e direita. Estava bem claro quais eram suas intenções.
Luzes foram refletidas nas pupilas dilatadas de Gu Hai, fazendo-os vacilar por um segundo. Era como se ele tivesse atingido algum tipo de epifania. Uma que fez um sorriso se emplastrar no rosto dele. E suas bochechas se salientarem assim como as pontas de barba em seu queixo.
Antes, foi Gu Hai quem lavou os pés de Bai Luo Yin, fez a barda de Bai Luo Yin... como podia ser que, agora, o próprio Gu Hai poderia aproveitar esse tipo de tratamento!
O próprio Bai Luo Yin voltando por vontade própria para o seu lado já fizera Gu Hai voltar-se para os céus, baixar seus joelhos e curvar-se enquanto batia sua cabeça quinhentas vezes contra o chão duro e frio. Se Bai Luo Yin fosse sequer um pouco bom com ele, isso já seria o suficiente para ele. No entanto, ser capaz de experimentar tamanha felicidade e mais do que seu coração tinha pedido, tinha implorado. Sem mencionar qualquer outra euforia divina.
Quando Bai Luo Yin teve a visão da boca do jovem mestre Gu se estendendo de orelha a orelha, sorrindo largamente, ele sabia que esse cara desprezível provavelmente estava se entregando à sua própria fantasia delirante. No começo, ele só queria usar a toalha para umedecer o rosto de Gu Hai para evitar que sua fantasia selvagem ficasse ainda mais insaciável. Mas agora, talvez fosse melhor deixar que ele limpasse o próprio rosto.
Com esses pensamentos, ele jogou a toalha no rosto de Gu Hai e foi para o banheiro mais uma vez para pegar o creme de barbear. Bai Luo Yin virou a garrafa de creme de barbear e espremeu um pouco em sua mão. Ele espalhou o creme refrescante uniformemente na parte de baixo do rosto de Gu Hai e esperou até que a barba amolecesse sob o controle mágico do creme.
Gu Hai se reclinou na maciez do sofá. Os olhos intensos, exatamente da mesma tonalidade e dimensão de uma mão cheia de solo recentemente revirado, se abriram. Eles pareciam cintilar fogo, tão bonitos e suaves enquanto ele olhava de perto para o rosto pairando em grande proximidade do seu. Sua visão foi anuviada por Bai Luo Yin e seu cérebro absorveu tudo, gravando cada detalhe em sua memória.
Inicialmente, a distância entre eles parecia bem grande, mas quando Bai Luo Yin segurou o barbeador com uma mão firme e começou a movê-lo contra a superfície, seu rosto se aproximou mais e mais. Tanto que Gu Hai podia sentir o calor permeando dos lábios de Bai Luo Yin enquanto pairava na superfície de seu próprio queixo que fora barbeado e limpo. A expressão de Bai Luo Yin não estava apenas envolta em seriedade, mas em cautela também enquanto ele continuou deixando o barbeador retirar aquelas pontas invasivas.
Aparentemente, esta era a primeira vez que ele se permitiu raspar a barba de outra pessoa. Então, para evitar qualquer machucado acidental, ele tomou grande cuidado no processo.
As mãos de Gu Hai, centímetro por centímetro, lenta mas seguramente, estenderam-se e pairaram perto das bochechas de Bai Luo Yin.
Bai Luo Yin agilmente evitou aquelas mãos, “Não fique se mexendo.”
A mão de Gu Hai se demorou rigidamente no ar e permaneceu ali por um longo tempo. Apenas até que os movimentos de Bai Luo Yin parassem, então as mãos de Gu Hai repentinamente agarraram a parte de trás da cabeça dele, pressionando a bochecha do garoto contra sua própria bochecha.
O leve cheiro almiscarado do creme de barbear se misturou com as respirações deles enquanto eles se aproximavam mais um do outro. Bai Luo Yin sentiu-se intoxicado, sua consciência ficou meio turva, como se acenando para ele desistir e se entregar. Porém, era só que, com seu corpo curvado em uma posição tão embaraçosa, isso fez ele se sentir extremamente desconfortável. Por isso, ele lutou para se libertar do forte aperto de Gu Hai.
“Você tem que lavar o creme depois de barbear, caso contrário ficará desconfortável,” Bai Luo Yin disse.
Uma chama vermelha brilhou nos olhos de Gu Hai e, em um tom baixo e aparentemente rouco, seus lábios transpiraram vida nas palavras que se estenderam.
“Não há necessidade disso, eu não consigo esperar por mais tempo.”
Dito essas palavras, Gu Hai de repente empregou toda a sua energia, enganchou o braço em volta da cintura de Bai Luo Yin e o puxou para seu próprio corpo. Então, ele intencionalmente bateu seus pés nos pés de Bai Luo Yin. Pego desprevenido, Bai Luo Yin perdeu seu equilíbrio, tropeçou e caiu para frente. Gu Hai permitiu que o corpo de Bai Luo Yin caísse pesadamente em cima do seu. Ele não deu a Bai Luo Yin nenhum tempo para responder ou sequer a menor chance de retaliar enquanto ele simplesmente apertou o rosto do garoto com suas mãos quente e....... o beijou.
Assim que seus lábios se tocaram, faíscas de eletricidade irromperam e uma bela dança sucedeu no limite daquele espaço selado firmemente. Naquele momento, a respiração deles se tornou mais ardente, impaciência escavando mais fundo e mais fundo nos lábios ansiosos deles.
Primeiro, foi Gu Hai, cujos lábios se trancaram seguramente nos lábios finos de Bai Luo Yin, saboreando, provocando e mordiscando, indisposto a libertá-los de sua boca atingida pelo desejo ardente. Mas depois, a língua de Bai Luo Yin serpenteou para fora, capturou a língua de Gu Hai com a sua e puxou-a para sua cavidade aguardando ardentemente. O coração de Gu Hai parou, o simples contato de suas línguas enviou arrepios pelos seus nervos, arrepios que fizeram seu corpo inteiro estremecer em êxtase.
Como duas crianças famintas que não tinham consumido nada por vários dias, no momento em que viam os seios de suas mães, elas se agarrariam a eles como se suas vidas dependessem disso. Elas continuariam beliscando e mordendo, trancando-se inseparáveis daquelas preciosas mamas até que aquelas glândulas areolares produzissem o liquido necessário para sustentar a vida, enquanto este continuamente se misturava e se derretia junto com suas salivas.
Foi aí que o sabor da lembrança, da saudade e... do desejo de ver o que é precioso novamente alcançou seu ápice.
Aprofundando o beijo, eles tiveram o prazer no gosto um do outro enquanto suas línguas entrelaçavam-se e engalfinhavam-se. A necessidade de conhecer e explorar uma ao outro era uma garantia... uma garantia que eles existiam neste tempo e espaço, juntos.
Pelo maior tempo, as mãos deles procuraram uma pela outra em agonia, e só quando elas estavam firmemente agarradas juntas que suas buscas terminaram.
Separação, é um assunto trivial, mas doloroso e... excruciantemente torturante. Entretanto, sem nunca ter sentido a separação, você nunca experimentará o sentimento profundo de amor que você tem por alguém.
E como isso acaba em, eu sinto sua falta... eu desejo ver você.
Em cada noite solitária.
Debaixo de cada lençol frio.
Só então eu percebi o quanto...... eu precisava de você.
Bai Luo Yin gradualmente parou suas próprias ações. Lenta e deliberadamente, mas, de certa forma, relutante, ele moveu seu rosto para longe do de Gu Hai. Então, ele aninhou sua própria cabeça desorientada na curva do ombro ansioso de Gu Hai. Seus pulmões gritaram em carência e indicaram a ele para permitir que ar entrasse, então, lentamente e sem pressa, ele inspirou meio ofegante. Inspirar e expirar. Inspirar e... então, seus olhos abriram em compreensão enquanto olhavam na direção do pomo-de-adão de Gu Hai que saltava.
Gu Hai inclinou a cabeça ligeiramente para o lado, fingindo raiva enquanto espiava Bai Luo Yin, cujas sobrancelhas tinham conseguido, de alguma forma, se unir, criando aquelas linhas que permaneciam ignorantemente entre elas. O tom de sua voz estava confuso com a queixa de uma pessoa que estava prestes a encarar a morte.
“Este mês inteiro, você quase me torturou até a morte!”
E finalmente, era hoje que Bai Luo Yin finalmente veio a entender e ganhar mais conhecimento sobre o que o ditado ‘o vilão processa sua vítima antes dele mesmo ser processado’ significava.
Seu rosto macio e suave, que era normalmente uma visão rara de se ver, imediatamente se apertou em receio, frustração claramente evidente ao longo das linhas de seu semblante escultural.
“Você tem a porra da coragem de dizer que sou eu? Quem tem o caralho da culpa por isso?”
Gu Hai pensou nisso... a causa do passado que afetou os eventos de hoje e, possivelmente, do futuro. Mas mesmo assim, ele não pode encontrar nada que o colocasse em desvantagem.
Por fim, ele não teve escolha além de admitir, “Culpe a mim.”
Bai Luo Yin grunhiu friamente, ‘humf!’, antes de sua mão se enrolar em um punho e cruelmente atingir a boca do estômago de Gu Hai por um tempo.
Gu Hai aproveitou esta chance, prendeu as mãos de Bai Luo Yin e segurou-as com a sua. Então ele puxou a mão do garoto para seus lábios trêmulos e gentilmente a beijou. Mesmo assim, seu coração ainda estava um pouco instável enquanto latejava continuamente dentro da cavidade de seu peito apertado.
“Mesmo que eu tenha culpa, você também não precisava ser tão cruel e insensível, certo? Você disse inflexivelmente que não me veria mais e você realmente não viu...... e você disse que andaria nas ruas com outras pessoas e você realmente assim o fez. Nós estivemos separados por tanto tempo, isso não foi nem um pouco insuportável, nem um pouco doloroso, pra você também?”
Bai Luo Yin puxou sua mão de volta e se sentou, “Mesmo que eu esteja com dor e não possa suportá-la, eu ainda não vou deixar você ver isso!”
Gu Hai se sentou, seus dois braços envolveram o corpo de Bai Luo Yin por trás. Abraçando-o com grande cuidado enquanto seu peito descansava devotadamente contra ele. Seu queixo se aconchegou em cima do ombro de Bai Luo Yin, ficando ali confortavelmente.
E, com grande interesse, ele perguntou, “De que formas você sofreu? Me fale sobre isso.”
“O que há para dizer sobre isso?” Bai Luo Yin ficou irritado, meio com raiva.
Os lábios sedutores de Gu Hai lentamente acariciaram a base do pescoço de Bai Luo Yin antes de declarar suavemente, “Eu quero ouvir.”
A voz sensual e o calor que emanava dos lábios dele fez os cabelos do pescoço de Bai Luo Yin se arrepiarem.
“Você sabe, você é uma pessoa especialmente desprezível. Você sempre tira prazer da dor e sofrimento de outras pessoas.” Bai Luo Yin também lembrou da declaração anterior de Gu Hai, “Você até disse que sou cruel e insensível, eu sou mais insensível que você? Você arranjou dois soldados para me espancar implacavelmente. Então me diz, quanto eu sofri? Se isso acontecesse com você, como você se sentiria?”
Só por causa de um mal entendido, a pessoa que geralmente mostrava mais consideração e tomava o maior cuidado de você, na verdade, bateu em você quando disse que o faria... cada uma das vezes que Bai Luo Yin pensou nesse assunto, um ataque de raiva consumia sua mente por um tempo.
Gu Hai imediatamente esticou seu corpo, seu olhar fixou com o de Bai Luo Yin. Enquanto uma sensação de urgência devorava a expressão em seus olhos.
“Eu preciso explicar isso pra você. É verdade, eu realmente ordenei àqueles dois jovens soldados, mas eu absolutamente não os instruí a atacar você. Eles mal interpretaram minhas intenções e pensaram que a pessoa que eu gosto era Shi Hui. Então, quando eles viram vocês dois sendo íntimos, eles só...”
Bai Luo Yin sentiu como se dois caquis tivessem sedo esmagados em seu crânio. Seu coração sentiu alguém enojado. Como se chama isso? É como ser preso por razão nenhuma enquanto caminhando pelas ruas, então arrastado para a delegacia e trancafiado. Antes que você saiba, você está sendo espancado por um dia e noite inteira, apenas para ser dito, cedo na manhã seguinte, que eles pegaram a pessoa errada..........
O rosto de Bai Luo Yin escureceu enquanto ele se levantava do sofá. Ele andou silenciosamente de volta para sua própria cama.
O coração de Gu Hai também ficou atormentado.
“Eu sei que sou um canalha por isso. Depois, todas as vezes que eu pensava nisso, eu também me sentia especialmente atormentado, mas, ao mesmo tempo, pelo bem de descontar minha ira egoísta, eu rangi os dentes e me impedi de ir procurar você. Amanhã eu vou voltar para a base do exército. Ainda tem algumas coisas que eu preciso trazer de volta. Vem comigo, eu vou pegar aqueles dois soldados, você pode puni-los do jeito que quiser. O que acha?”
Bai Luo Yin lançou um olhar mortal para Gu Hai, “Você é a pessoa que mais deveria ser punida!”
Gu Hai se deitou na cama e se esparramou. Seus quatro membros longos e esguios apontando em todas as direções. Ele olhou para o lado, os olhos focados e obcecados com a aparência atraente de Bai Luo Yin.
“Vem, você pode me punir como quiser.”
Bai Luo Yin não lhe deu nenhuma atenção. Ele simplesmente se encolheu sob o cobertor.
Gu Hai usou sua perna cutucar Bai Luo Yin, “Eu lhe dei uma oportunidade tão boa e você escolhe não aproveita-la.”
A voz indolente de Bai Luo Yin foi transmitida de dentro do cobertor, “Esqueça isso, deixe o passado ficar no passado. Eu também estava errado. Nós não precisamos culpar um ao outro. Vamos ver como serão suas ações mais tarde.”
Imitando as ações de Bai Luo Yin, Gu Hai também se espremeu para dentro do cobertor. Então ele colocou sua mão no ombro de Bai Luo Yin.
O som da voz de Bai Luo Yin trovejou no quarto quando ele deu um aviso ao dito garoto, “Dorme.”
“Eu não estava pensando em fazer mais nada!”
Enquanto Gu Hai dizia isso, ele agarrou o corpo inteiro de Bai Luo Yin e o virou para que o rosto dele ficava voltado para o seu. Suas mãos serpentearam em volta da cintura de Bai Luo Yin enquanto o abraçava afetuosamente. Perfeitamente satisfeito, ele fechou os olhos.
Fazia mais de um mês...
.... e esta foi a primeira noite pacífica de sono para eles dois.

*****
---------------------------------------------------------------------------------------

Notícia de última hora (hehe): Gente, olhem o que o fofo do ZhouZhou postou hoje!!!
timmyxu Feliz dia de Ação de Graças!! Eu acho que não é tarde demais. Obrigado a todas as pessoas  que me ajudaram. Vocês são meus cavaleiros, você são minha luz, eu sempre vou lutar. Boa noite!

*______*

27 Comentários

  1. E tem como n amar? E tem como n suspirar? Cada beijo, cada abraço, é como se fosse meu primeiro amor voltando e todos aqueles sentimentos latentes transbordando de dentro de mim.. Achava q o Gu Hai era muito apaixonado pelo Yin Zi, mais do q o Yin Zi jamais seria por ele, mas lendo isso hj, percebi q o Yin Zi é provavelmente muito mais apaixonado q o Gu, pq só o amor verdadeiro é tão abnegado e realmente deixa tudo para trás, todas as dores e mágoas( e vamos combinar q são muitas ) e segue vivendo aquele amor, com plenitude e serenidade... Yin Zi... Melhor pessoa... E Zhou Zhou nessa foto, essa carinha de fofo, deve ser um ser humano lindo e uma pessoa admirável, só amo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Cris, que palavras lindas! Adorei!!!! <3

      Excluir
  2. Não estava prepara para a reciprocidade do BLY. AMORESSS

    ResponderExcluir
  3. Até que enfim, Lena!!! Ufa!!! Já não aguentava mais... Agora eu estou feliz. Muito obrigado por essa capítulo, amiga!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha De nada! Deu pra dar uma aliviada até a próxima dose? hahaha Bjsss

      Excluir
  4. Não intender esse capitulo, parece que pulou uma parte da história. Confusa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não leu o 132 será? Pulou sem querer? O_o Tá continuando bem direitinho de lá. ^^

      Excluir
  5. Como eu estou com isso?
    Bem como o Gu Hai... Com o coração cheio de alegria... Realmente eufórico, esse capítulo me fez muito feliz, me fez sorrir bobo como uma criança, me deu uma paz que eu tinha a muito tempo...
    E esta sera uma noite pacifica para todos nós...
    Muito obrigado Lena...
    😘❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thanks lena, voce irar focar na tradução de perseguindo o verao ou em addicted, especialmente acho que estou amando addicted

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. "Rapunzel:
    Tantos dias olhando das janelas
    Tantos anos presa sem saber
    Tanto tempo nunca percebendo
    Como tentei não ver?
    Mas aqui, a luz das estrelas
    Bem aqui, vejo o meu lugar
    Sim, aqui consigo sentir
    Estou onde devo estar

    Vejo enfim a luz brilhar
    Já passou o nevoeiro
    Vejo enfim a luz brilhar
    Para o alto me conduz
    E ela pode transformar
    de uma vez o mundo inteiro
    Tudo é novo pois agora eu vejo
    É você a luz."

    ResponderExcluir
  8. Leña que capítulo lindo. Adoro quando eles eles estão assim...... e espero que isso continue e cada um aprenda com os erros. Leña eu já conversei com timmy no Twitter. E perguntei a ele sobre a 2 temporada de heroin antes do cancelamento da série. E ele me dizer que não poderia falar que era segredo. Meu coração automaticamente estremeceu. Primeiro ele me respondeu em chinês e depois em inglês. Ele é excelente em inglês

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que vem uma segunda temporada? Queira Deus que sim
      Vamos aguardar ansiosamente por isso ne

      Excluir
  9. Mal posso esperar pelo próximos capítulos todo dia eu olho para ver se saiu um novo, estou viciado kkkkkkkkkkkkk amo muito esses dois lena vc é nossa musa valeu por tudo bjbjbjbbjbj

    ResponderExcluir
  10. Lindo este capitulo realmente uma noite pacifica para todos nós, muito obrigado Lena bjss.

    ResponderExcluir
  11. Gente, amo esses dois, eu só queria que chai jidan excluísse o fatídico capítulo!! E yin zi realmente acho que o amor dele por gu hai é imenso e depois de tudo diria maior que o do gu hai, yin zi nunca faria nada que o machucasse, mesmo tendo mil motivos pra revidar!! Gu hai é 8 ou 80... às vezes pode ser o mais amoroso e romântico possível e às vezes o mais troglodita e impulsivo possível, e é aí que mora o perigo. Yin Zi pode ser frio, mas sua frieza só esconde a sua ternura em excesso e a fragilidade do seu próprio ser perante o seu amor por Gu Hai, que é capaz de perdoar a maior das barbaridades.

    ResponderExcluir
  12. *uuuuu*
    Yin zi tããão fofo <3
    Realmente me identifico com ele.shuashuashua >3<
    Eu e meu namorado tbm tivemos um início bem conturbado,com invejas,intrigas e minha não aceitação em admitir q era amor o q eu estava sentindo..rsrs^^"
    Mas hj,dps de mts provas eu reconheci q não posso ficar sem ele e q tudo q passamos tornou nossa relação mais forte. Ele é meu GuHai.kkkk >\\< <3
    Bjus Lenaaaaa ..kDa vz mais incrível *u* <3 :*

    ResponderExcluir
  13. Como um viciado esse capitulo deu paz serena ao meu coração a minha noite n foi tão tranquila assim pq slá estou com pé atrás com o gu hai... Zhou zhou bem fofo mostrando o progresso da academia eh!? Kkkk mds amo muito

    ResponderExcluir
  14. É a primeira vez que eu comento em algum capítulo pq eu tava correndo pra te acompanhar kkkkkk li que nem louca por uns 4 dias pra conseguir
    Daí hoje vi o capítulo e dei o grito da pantera dorameira/Addicted e vim correndo ler kkkk
    Obrigada, Lena!!!❤😍
    Ps: comecei a ver um dorama BL muito lindinho hoje, recomendo, se chama Yandaixiejie no.10

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Akane-chan (*^ω^*)
      Assim que li seu comentário ontem, corri pra assistir. Virei o noite assistindo, ameeei aquele casal
      ヾ(*´∀`*)ノ
      E chorei mares no final..
      .·´¯`(>▂<)´¯`·.
      Mas amei, ansiosa pela próxima temporada..
      └(^o^)┘
      Se puder me recomendar outros, agradeço.. Kissus
      (*^▽^)/

      Excluir
  15. Lena casa cmg? <3 tava na bad literalmente na bad dai leio essa cap lindo..... Muito obrigada sua linda <3

    ResponderExcluir
  16. To lendo em 2017...e ta mto ferrado tdo isso, realmente eu nao sei como me apeguei tnto a historia destes 2, e tenho certez que namoram na vida vida real, nao é possivel gente eu tenho certeza que um ama o outro na vida real, ja vi videos dos dois nos bastidores, sao mto intimos

    ResponderExcluir
  17. mano, eu não sei explicar o que eu senti lendo esse cap, essa história é linda demais ♥

    ResponderExcluir